TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Disciplina: História Econômica Geral

Por:   •  28/4/2015  •  Resenha  •  635 Palavras (3 Páginas)  •  56 Visualizações

Página 1 de 3

Disciplina: História Econômica Geral

Prova de História Econômica Geral

Questão I

Em seu texto Ellen Wood mostra que o capitalismo não se desenvolveu de forma natural como o ideal de pós-modernidade apresenta. Ele na verdade é fruto de encadeados processos histórico.

O capitalismo teve sua origem no feudalismo, não sendo este o único e suficiente para originá-lo. A Inglaterra, berço do capitalismo, diferente de outras nações europeias detinha um Estado centralizado. e como consequência a aristocracia inglesa já não possuía mais poderes extraeconômicos para arrecadar capital dos camponeses passou então a explorar a terra de novas maneiras.

As novas formas se constituam em explorar o excedente da produção dos camponeses, forçando-os a competição, a maximização da produção visando a acumulação de lucro. Para essas realizar essas trocas surgiu então os mercados, mudando a forma de comércio pré-capitalista, na qual os comerciantes apenas compravam mais barato em um lugar e vendiam mais caro em outro, onde não havia a concorrência direta com outros vendedores.

O desenvolvimento do capitalismo agrário foi incentivado pelo ideal do melhoramento, que se baseava em desenvolver novas formas e concepções de propriedade. O melhoramento foi a base para a tese de propriedade de John Locke, que afirmava que o trabalho era fonte do valor e base da propriedade, onde tudo o que o homem põe a mão para trabalhar ele tem o faz ter direito a posse . Ellen discorda da tese afirmando que na verdade é a produtividade da propriedade, onde ocorre a apropriação do trabalho alheio.

Surge daí a luta de classes, luta essa que promoveu o capitalismo. Houve um aumento demográfico decorrente do capitalismo agrário, fazendo com que a população não empregada no campo formasse as cidades, como Londres, surgindo então um mercado unificado.

Ellen então enfatiza como o capitalismo agrário foi de extrema importância para o capitalismo como nós o conhecemos hoje, pois nele já estavam inseridas o conceito de produtividade. Por meio dele a industrialização foi possível, mais até do que devido aos avanços tecnológicos, industrialização, portanto não foi a causa da sociedade de mercado, mas sim o resultado. È importante destacar a contribuição do comércio e do Imperialismo.

Ellen se opõe a afirmação tão difundida de que os ideais iluministas de libertação do homem incentivou o sistema capitalista de produção. Na verdade o Iluminismo está inserido em outro contexto, ele foi uma rota de fuga do feudalismo, que ao precisamente resultaria no capitalismo, sendo mais correto atribuir apenas a ideologia do melhoramento à Inglaterra, e não o Iluminismo.

Questão II

A Inglaterra foi

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.1 Kb)   pdf (41 Kb)   docx (12 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com