TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O que é inflação?Quais as repercussões negativas desta na economia?

Por:   •  26/6/2013  •  Tese  •  1.193 Palavras (5 Páginas)  •  298 Visualizações

Página 1 de 5

1) O que é inflação?Quais as repercussões negativas desta na economia?

Inflação é a alta continuada de preços que se estende por longos períodos de tempo e atinge a totalidade ou a maioria dos setores da economia.

A inflação tem sempre repercussões negativas. Como sempre, o maior atingido é o cidadão da classe baixa que alem de engolir o descaso dos governos com suas frágeis políticas econômicas, fica privado de consumir muitos produtos por não acompanhar a evolução dos preços. Ao final dos mandatos destes mesmos governos incompetentes, o cidadão ainda tem que engolir propagandas fantasiosas de caciques da política, vangloriando-se de ações que fizerem para inibir o aumento da inflação. Ações que na maioria das vezes não aconteceram.

2) Fale um pouco do plano Real e sua importância para a estabilidade econômica brasileira.

O Plano real foi uma das melhores ações do governo FHC. O Brasil estava atolado numa quase que hiper inflação e com a criação do plano Real veio a tão sonhada estabilidade. Com o passar dos anos, com a inflação controlada, já na era Lula o Brasil passou a consumir mais e como país atualmente não consegue produzir para atender a sua própria demanda, o fantasma da inflação começa rondar nossa economia. Para manter a estabilidade econômica atualmente no Brasil o governo de Dilma tenta inibir o consumo aumentando as taxas de juros.

3) Discorra sobre as principais teorias da inflação(demanda, custos,inercial e estrutural).

1 – A inflação de custos ocorre quando fatores inesperados aumentam os custos de produção, como quebras de safras agrícolas, dificuldade com o transporte de mercadorias, novos impostos incidentes sobre a produção ou comercialização, quebras de produtividades das máquinas ou de produtividade de recursos humanos. No Brasil com o grande avanço dos últimos anos teve um crescimento considerável principalmente na construção civil, desta forma a grande oferta de trabalho sentiu a escassez da oferta de mão de obra.

2 – A inflação da demanda ocorre quando os agentes econômicos, incluindo famílias, organizações e governo desejam comprar mais bens do que aqueles que a sociedade é capaz de ofertar. Podem-se exemplificar casos como este com o ocorreu com a construção civil no Brasil.

3 – A inflação Inercial ocorre quando não há um fator disparador identificável pelo lado da demanda ou de custos: ela pode existir em decorrência de períodos do passado, deixando os preços desalinhados no momento presente e que encontra na continuidade da inflação, uma oportunidade para voltar a ficar alinhados. É o caso das datas comemorativas ex: dia das mães, natal etc.

4 – A Inflação estrutural: a corrente estruturalista supunha que a inflação em países em vias de desenvolvimento é essencialmente causada por pressões de custos, derivados de questões estruturais como a agrícola e a de comércio internacional. Pode afirmar também que ela ocorre quando não há mão de obra qualificada para atender determinadas demandas.

4) Fale da curva de Phillips, quais conclusões se pode tirar, esta é sempre válida em todas as ocasiões, locais, épocas? Atualmente ele serviria para explicar a conjuntura brasileira?

Sim podemos através de a curva Phillips explicar a conjuntura brasileira. Na realidade a inflação estará sempre ligada ao aumento ou a queda da oferta de emprego. Quando a coisa começa a melhorar para os trabalhadores vêm a inflação como um balde de água fria para apagar o fogo da expectativa popular. Sem contar que na verdade nós nunca tivemos aumentos salariais, mas sim uma reposição de perdas de salários relacionados a inflação.

5)O que é a lei de Okun?

A Lei de Okun é, em Macroeconomia, uma teoria que propõe uma relação inversa entre desemprego e Produto Nacional. A teoria foi desenvolvida pelo economista Arthur Okun, em 1962, quando este trabalhava no Comitê de Conselheiros Econômicos do presidente estadunidense John Kennedy. Ela mostra que o hiato do produto (diferença entre o produto de pleno emprego e o produto efetivo) é proporcional à diferença entre a taxa efetiva de desemprego e a taxa natural de desemprego.

6) Quais as principais classificações de desemprego?

Podemos classificar o desemprego como o reflexo da baixa produtividade e estrema falta de demanda agregada. Ou seja, é conseqüência de qualquer crise econômica em qualquer país. É expressão real de uma economia não satisfatória.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.6 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com