TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

AQUISIÇÃO DE RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS

Por:   •  15/11/2012  •  2.741 Palavras (11 Páginas)  •  4.358 Visualizações

Página 1 de 11

AQUISIÇÃO DE RECURSOS MATERIAIS E PATRIMONIAIS

1. GESTÃO DE COMPRAS

A gestão de aquisição assume papel verdadeiramente estratégico nos negócios de hoje em face do volume de recursos envolvidos. Tem por finalidade suprir as necessidades de materiais ou serviços, planejá-los quantitativamente e satisfazê-la no momento certos com as quantidades corretas, verificar se recebeu efetivamente o que foi comprado e providenciar armazenamento. A Figura 1 mostra onde se encontra a função compras numa empresa.

Figura 1. Amplitude da Administração de Materiais.

O valor total gasto nas comparas de insumos para a produção, seja do produto ou do serviço final varia de 50% a 80% do total das receitas brutas.

1.1. FUNÇÃO COMPRAS

Atualmente a função compras é bem diferente do modelo tradicional de antigamente. Antes da 1ª. Guerra Mundial tinha papel essencialmente burocrático. Já na década de 70, devido á crise do petróleo, a oferta de várias matérias-primas começou a diminuir enquanto seus preços aumentaram. Nesse cenário, saber o que, quanto, quando e como comprar ganha mais visibilidade dentro da organização.

Hoje ela é vista como parte do processo logístico das empresas, ou seja, como parte integrante da cadeia de suprimentos.

À área de compras também compete o cuidado com os níveis de estoque da empresa, pois embora altos níveis de estoque possam significar poucos problemas para a produção, acarretam um custo exagerado.

Deve-se, portanto, em todo sistema empresarial, manter um volume de vendas e um perfil competitivo no mercado para gerar lucros satisfatórios. Para isso a minimização de custos deve ser alcançada principalmente ao que se refere aos materiais usados, já que representam uma parcela considerável na estrutura do custo total.

Para fins didáticos, o processo de divisão de aquisição de recursos em dois grandes grupos, como mostrado na Figura 2.

Figura 2. Classificação das Compras

Fonte: Martins e Alt (2006, p.87).

A necessidade de adequação aos sistemas JIT de muitas empresas levou a modificações importantes, entre elas a criação da função de suprimentos. A Figura 3 apresenta a base do esquema de compras.

Figura 3. Sistema de Informação Tradicional em Suprimentos.

Fonte: Martins e Alt (2006, p.84)

1.1.1. Objetivos

Os objetivos de compras devem estar alinhados aos objetivos estratégicos da empresa como um todo, visando o melhor atendimento ao cliente interno e externo. Essa preocupação tem tornado a função compras extremamente dinâmica, utilizando-se de tecnologias cada vez mais sofisticadas e atuais.

Os objetivos básicos da função compras seriam:

• Obter mercadorias e serviços na quantidade e com a qualidade necessária

• Obter mercadorias e serviços ao menor custo

• Garantir o melhor serviço possível e pronto entrega por parte do fornecedor

• Desenvolver e manter boas relações com os fornecedores e desenvolver fornecedores potenciais

Para satisfazer a esses objetivos, devem ser desempenhadas algumas funções básicas:

• Determinar as especificações de compra: qualidade certa, quantidade certa e entrega certa (tempo e lugar);

• Selecionar o fornecedor (fonte certa);

• Negociar os termos e condições de compra;

• Emitir e administrar pedidos de compra.

A função compras possui um ciclo de compras que, independentemente do tipo de organização, deve ser seguido como segue:

• Receber e analisar as requisições de compra

• Selecionar fornecedores. Encontrar fornecedores potenciais, emitir solicitações para cotações, receber e analisar cotações, selecionar o fornecedor certo.

• Determinar o preço correto

• Emitir

...

Baixar como (para membros premium)  txt (19.5 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com