TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

DEMANDA OFERTA E EQUILÍBRIO DE MERCADO

Tese: DEMANDA OFERTA E EQUILÍBRIO DE MERCADO. Pesquise 797.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  3/7/2013  •  Tese  •  1.730 Palavras (7 Páginas)  •  443 Visualizações

Página 1 de 7

AULA 4 – DEMANDA OFERTA E EQUILÍBRIO DE MERCADO

 A evolução do estudo da teoria microeconômica – início com análise da demanda de bens e serviços, fundamentos alicerçados no conceito de subjetivo de utilidade;

 Utilidade: grau de satisfação que os consumidores atribuem aos bens e serviços que podem adquirir do mercado, nisto:

• Está baseada em aspectos: psicológicos ou preferências;

• Difere de consumidor para consumidor (uns preferem uísque, outros cerveja).

TEORIA DO VALOR-TRABALHO

_ O valor de um bem se forma do lado da oferta, por meio dos custos do trabalho incorporado ao bem;

_ Os custos de produção eram representados pelo fator mão de obra (a terra era gratuita), o capital pouco significativo;

_ O valor do bem surge da relação social entre homens, dependendo do tempo produtivo (em horas) incorporados na produção de mercadorias;

_ A teoria é objetiva – depende de custos de produção.

TEORIA VALOR-UTILIDADE

_ Teoria do valor-utilidade: contrapõe-se a chamada teoria do valor-trabalho desenvolvida pelos economistas clássicos (Malthus, Smith, Ricardo e Marx);

_ Pressupõe-se que o valor de um bem se forma pela sua demanda – a satisfação que o bem representa para o consumidor;

_ A satisfação é subjetiva e considera que o valor nasce da relação do homem com os objetivos;

_ Representa a chamada visão utilitarista – prevalece soberania do consumidor, pilar do capitalismo;

Complementa a teoria-valor trabalho – não era possível predizer os preços baseados nos custos de mão de obra sem considerar a demanda (gostos, hábitos, renda dos consumidores);

_ A teoria-utilidade distingui o valor de uso do valor de troca de um bem:

- Valor de uso: utilidade que representa para o consumidor;

- Valor de troca: se forma pelo preço no mercado, pelo encontro da oferta e da demanda do bem.

_ A teoria da demanda = baseia-se na teoria do valor-utilidade.

UTILIDADE TOTAL E UTILIDADE MARGINAL

_ No final do século passado, economistas elaboraram o conceito de utilidade marginal e dele derivaram a curva da demanda e suas propriedades;

_ Utilidade total: tende a aumentar quanto maior a quantidade consumida do bem ou serviço;

_ Utilidade marginal: é a satisfação adicional obtida pelo consumo de mais de uma unidade do bem.

É decrescente porque o consumidor vai perdendo a capacidade de percepção da utilidade proporcionada por mais uma unidade do bem chegando sua saturação.

EXEMPLO: ÁGUA E MAÇÃ

_ Quando se consome a primeira maçã, é retirada uma determinada utilidade;

_ Ao consumir a segunda maçã a utilidade total aumenta;

_ Mas o ato é inferior ao que se verificou com o consumo da primeira maçã;

_ Quando se consome a terceira maçã, supondo que ainda não se atingiu a saciedade, a utilidade volta a aumentar, mas o ato volta a reduzir-se, e assim sucessivamente.

DEMANDA DE MERCADO

_ Demanda ou procura: definida como a quantidade de certo bem e serviço que os consumidores desejam adquirir em um determinado tempo;

_ A procura: depende de variáveis que o influenciam a escolha do consumidor;

_ De uma maneira bem simples, é fácil compreender que, quanto maior a procura, maior tende a ser a demanda. E quanto maior a demanda, mais barato um produto costuma custar.

MERCADO ECONÔMICO ATUAL

_ O mercado econômico atual é vítima da lei da demanda a cada dia mais, principalmente a tecnologia;

_ Exemplo Iphone: a sua versão antiga sempre cai de valor - uma questão de procura e oferta, de demanda e prestação de serviço.

RELAÇÃO ENTRE QUANTIDADE PROCURADA E

PREÇO DO BEM: A LEI GERAL DA DEMANDA

_ Estudar a influência isolada das variáveis (preço do bem ou serviço, o preço de outros bens, a renda do consumidor e o gosto ou preferência do indivíduo) – coeteris paribus, ou seja, tudo o mais constante;

_ Relação inversamente proporcional entre a quantidade procurada – chamada lei geral da demanda;

_ Esta relação quantidade procurada/preço do bem pode ser representada por uma escala de procura, curva de procura ou função demanda;

CURVA DE PROCURA

_ Traduz a relação entre a quantidade procurada de um determinado bem e o seu preço de mercado.

_ Como geralmente esta relação é negativa, a curva da procura terá, necessariamente, inclinação negativa;

_ Significa que quanto mais elevado o preço do bem, menor será a quantidade procurada desse mesmo bem.

_ No exemplo ao lado, um aumento do preço do bem (P) de p0 para p1 resultou numa redução da quantidade procurada (Q) de q0 para q1.

FUNÇÃO DEMANDA OU EQUAÇÃO DEMANDA

_ Função demanda ou equação da demanda: relação entre a quantidade demandada e o preço de um bem ou serviço.

_ Qd = f (P) – significa que a quantidade demanda Qd é uma função f do preço P, isto é, depende do preço P. em que:

Qd = quantidade procurada de determinado bem ou serviço, em um dado período de tempo.

P = preço do bem ou serviço

CURVA DE DEMANDA

_ A curva de demanda é negativamente ao efeito conjunto de dois fatores:

- Efeito substituição: se o preço da caixa de fósforos subir muito, os consumidores passarão a demandar isqueiros, reduzindo sua demanda por fósforo

- Efeito

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.5 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com