TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Atraves Do Seculo

Por:   •  6/12/2013  •  5.741 Palavras (23 Páginas)  •  134 Visualizações

Página 1 de 23

Índice

1. Considerações preliminares

2. A Bíblia como livro

3. A Bíblia como a Palavra de Deus

4. O Cânon da Bíblia e sua evolução histórica

5. A preservação e a tradução da Bíblia

6. A seqüência da história bíblica

7. Cronologia bíblica

8. Geografia bíblica

9. Vida e costumes dos povos bíblicos

10. Dificuldades da Bíblia

Apresentação

A Casa Publicadora das Assembléias de Deus tem a grata satisfação de apresentar aos seus milhares de leitores mais uma obra do pastor Antônio Gilberto, intitulada A Bíblia através dos séculos. Trata-se, sem dúvida alguma, de um livro que interessa ao estudante das Sagradas Escri¬turas, pois descreve, em linguagem simples, particularida¬de do autor, assuntos por demais sugestivos, tais como 0 Cânon da Bíblia e sua evolução; A preservação e a tradu¬ção da Bíblia; A seqüência da História Bíblica; Cronologia Bíblica; Geografia Bíblica; Vida e Costumes dos Povos Bíblicos; Dificuldades da Bíblia, etc.

Conforme o próprio autor declara, este compêndio é um estudo introdutório do Livro Santo, para melhor com¬preensão do leitor. Temos a certeza de que todos os que ad-quirirem a presente obra, por certo agradecerão a Deus pelo privilégio de possuírem um manual que os ajudará a entender melhor o Livro dos livros.

Diretoria de Publicações

1

Considerações preliminares

I. INTRODUÇÃO BÍBLICA OU BIBLIOLOGIA

O nosso assunto é o estudo introdutório e auxiliar das Sagradas Escrituras, para sua melhor compreensão por parte do leitor. É também chamado Isagoge nos cursos su¬periores de teologia. Este estudo auxilia grandemente a compreensão dos fatos da Bíblia. Um ponto saliente nele é a história da Bíblia mostrando como chegou ela até nós. A necessidade desse estudo é que, sendo a Bíblia um livro di¬vino, veio a nós por canais humanos, tornando-se, assim, divino-humana, como também o é a Palavra Viva - Cristo -, que se tornou também divino-humano (Jo 1.1; Ap 19.13).

Pela Bíblia, Deus fala em linguagem humana, para que o homem possa entendê-lo. Por essa razão, a Bíblia faz alusão a tudo que é terreno e humano. Ela menciona paí¬ses, montanhas, rios, desertos, mares, climas, solos, estra¬das, plantas, produtos, minérios, comércio, dinheiro, línguas, raças, usos, costumes, culturas, etc. Isto é, Deus, para fazer-se compreender, vestiu a Bíblia da nossa lin¬guagem, bem como do nosso modo de pensar. Se Deus usasse sua linguagem, ninguém o entenderia. Ele, para re¬velar-se ao homem, adaptou a Bíblia ao modo humano de perceber as coisas. Destarte, o autor da Bíblia é Deus, mas os escritores foram homens. Na linguagem figurada dos Salmos e das diversas outras partes da Bíblia, Deus mes¬mo é descrito e age como se fosse homem. A Bíblia chega a esse ponto para que o homem compreenda melhor o que Deus lhe quer dizer. Isto também explica muitas dificulda¬des e aparentes contradições do texto bíblico.

II. O ÂMBITO DESTE ASSUNTO

A Bibliologia estuda a Bíblia sob os seguintes pontos de vista:

1. Observações gerais sobre sua leitura e estudo.

2. Sua estrutura, considerando sua divisão, classificação dos livros, capítulos, versículos, particularidades e tema central.

3. A Bíblia considerada como o Livro Divino, isto é, como a Palavra escrita de Deus.

4. O Cânon sagrado: sua formação e transmissão até nós.

5. A preservação e tradução do texto da Bíblia. Isto aborda as

...

Baixar como (para membros premium)  txt (35.9 Kb)  
Continuar por mais 22 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com