TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A HOSPITALIDADE NA PROFISSÃO

Por:   •  14/9/2020  •  Trabalho acadêmico  •  1.419 Palavras (6 Páginas)  •  4 Visualizações

Página 1 de 6

Universidade Anhembi Morumbi

Cerimonial, Protocolo e Etiqueta

Sabrina Saltori Gonçalves

RA:21225685

Atividade Prática Supervisionada (APS)

HOSPITALIDADE NA PROFISSÃO

O termo hospitalidade é originário do Latim, hospitalitate, e que está diretamente relacionado ao ato de hospedar alguém, ou seja, de receber alguém e dar abrigo a esta pessoa. Neste sentido, refere-se também a qualidade de quem é hospitaleiro e destaca que esta prática a partir do acolhimento gentil e respeitoso.

Na antiguidade surgem, na Grécia e em Roma, as Tavernas e estalagens como uma necessidade para abrigar os viajantes. Nasce a primeira ideia de hospitalidade. Há um avanço na hospitalidade na Idade Média. Crescem os números de hospedarias. Já a Inglaterra se destaca com as pousadas de melhor qualidade. Ainda surgem os restaurantes e a carruagem passou a ser o principal meio de transporte na Inglaterra.

 As viagens passam a fazer parte da vida profissional na Idade Moderna. Surge o Grand Tour (uma tradicional viagem pela Europa, feita principalmente por jovens de classe-média alta, servia como um rito de passagem educacional) e algumas publicações com o objetivo de orientar os viajantes. A revolução francesa influencia na hospitalidade através da culinária. A Europa começa a seguir o modelo Inglês de hospedagem e estes ambientes passam a desempenhar papel social e político importante para a sociedade.

Após isso, com a revolução industrial e os avanços locomotivos e a invenção da máquina a vapor, qual incentiva uma procura maior pelas viagens, Thomas Cook (considerado o pai do agenciamento) cria o comércio do turismo. Dando incentivo e começo ao futuro turismo de massa.

Posteriormente Cezar Ritz, considerado o pai da hotelaria moderna e conhecido como “o rei dos hoteleiros e o hoteleiro dos reis”, implanta arte do bem atender através da hospitalidade

[pic 1] 

1-Cezar Ritz - Pai da Hotelaria Moderna

[pic 2]

2- Thomas Cook - pai do agenciamento

Após a segunda guerra mundial houve uma grande evolução na medicina, na alimentação, nos meios de comunicação, no lazer, nos transportes, provocando uma melhoria na hospitalidade. Por fim, a partir de 1949 o turismo é democratizado. Deixa de ser objeto de luxo e passa ocorrer em grandes escalas. Surge a hotelaria americana com hotéis mais funcionais e o turismo finalmente é visto como uma atividade econômica. Todos estes fatos históricos são importantes para a conceitualização da Hospitalidade nos dias de hoje.

Entender a relação da Hospitalidade com o Turismo é de extrema importância. Hoje o turismo é visto como necessidade de todos, estudantes e profissionais, que afetados pelo stress do cotidiano, veem no turismo uma perspectiva de descanso e lazer como probabilidade de revigoramento físico e mental.

Deve-se ressaltar que nos últimos 50 anos, o turismo tornou-se fundamental para a vida das pessoas e para a economia dos países, tendo se intensificado a partir da revolução industrial, decorrente dos avanços tecnológicos, em especial dos meios de transportes de cargas e de passageiros, registrando nos números do turismo internacional em 1950, cerca de 20 milhões de turistas e no ano de 2000, cerca de 956 milhões, segundo dados do Instituto Brasileiro de Turismo (EMBRATUR, 2002).

Desta forma passa-se a criar cada vez mais no turista uma expectativa de hospitalidade, forçando assim o estudo deste fenômeno.

No início das civilizações a hospitalidade se restringia em apenas conceder abrigo e alimentação a quem estava longe de seu domicílio. Atualmente o termo hospitalidade é muito amplo e engloba desde os bens tangíveis como, hotéis, pousadas, resorts, campings, meios de transportes, entre outros, até os intangíveis que são os serviços prestados e que proporcionam o bem-estar físico e psíquico do visitante.

Com o avanço da tecnologia, as melhorias sobre transportes, alimentação, atrações, infraestrutura, hotelaria foram se aprimorando, assim fazendo os turistas ficarem mais exigentes com a qualidade das ofertas.

Conforme cita Walker (2002, p. 28), “muitos dos valores da hospitalidade medieval ajustam-se aos dias de hoje, tais como o serviço amigável, a atmosfera amena e a abundância de comida”. Mesmo mantendo ideias antigos, a preocupação com a hospitalidade não restringe somente em questão a qualidade dos produtos e sim também a satisfação total do cliente.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.7 Kb)   pdf (166.2 Kb)   docx (281.2 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com