TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

BIOGRAFIA HANS CHRISTIAN ANDERSEN

Por:   •  1/12/2013  •  916 Palavras (4 Páginas)  •  301 Visualizações

Página 1 de 4

BIOGRAFIA HANS CHRISTIAN ANDERSEN

Nascido em 2 de abril de 1805 em Odense, na Dinamarca, no mesmo que Napoleão Bonaparte obtinha suas primeiras vitorias decisivas. Assim desde menino iria respirar a atmosfera de encantação nacionalista. A Dinamarca também se entrega a descoberta dos valores ancestrais, não com o espirito de autoafirmação politica, mas no sentido étnico, de revelar eu caráter da raça tal como fizeram os irmão Grimm . Hans Cristian Andersen foi um escritor que se preocupou essencialmente,com a sensibilidade exaltada no romancismo.

Andersen era filho único é um modesto sapateiro , que costuma narrar contos antigos populares para Hans, e filho de uma lavadeira pera um menino sensível , preferia entreter-se sozinho e inventar história. Como era de uma família pobre Andersen não teve muita instrução , mas isso não o impedi de frequentar salões de aristocratas e reis, gostava muito de história, o pai construiu um teatro de marionetes para que ele pudesse representar.

Andersen teve uma meia irmã, Karen Marie, com quem falou apenas algumas vezes antes de sua morte. Jonas Collin, que após um encontro casual com Andersen imediatamente sentiu um forte carinho por ele, enviou-lhe para uma escola em Slagelse cobrindo todas as suas despesas. Andersen já havia publicado seu primeiro conto, O Fantasma da Tumba de Palnatoke, em 1822. Embora não tenha sido um aluno exemplar, ele também frequentou a escola Elsinore em 1827.

Quando tinha onze anos , seu pai morreu e o deixou mãos de três mulheres que não poderiam lhe servir de exemplo , uma avó “seca e rude”, uma mãe alcoólatra e uma irmã prostituta

As dificuldades financeiras forçam a tentar um oficio , mas sua índole introspectiva e delicada tornava alvo de zombaria entre os colegas.

Aos quatorze anos , mesmo com tao pouca experiencia teatral , Andersen partiu sozinho para Copenhague, disposto a triunfar com ator e cantor nos palcos da capital.

Sua vela voz o conduziu ao teatro Real e Copenhague, mas a chegada da puberdade acabou com o sonho, tentou a carreira de ator mas fracassou .Porem fonos Collin , diretos do teatro decidiu conceder a Andersen uma bolsa para que terminasse seus estudos , fomos Collin percebeu que Andersen tinha um grande talento literário.

Aos dezessete naos compartilhava aulas com crianças muito mais novas do que ele, e as continuas piadas de que foi vitima naquela época serviram lhe de inspiração para escrever o conto O parinho Feio.

Apesar da sua aversão aos estudos, Andersen permaneceu em Slagelse e Elsinote até 1827, embora tenha confessado e foram os anos mais escuros e amargos de sua vida. Durante esse período Collin financiou seus estudos.

Andersen viveu a época do Romantismo, durante a qual músicos e escritores abandonaram os cânones e os temas clássicos universais e começaram a buscar inspiração na Idade Média, nas tradições populares e na cultura própria de cada nação. Andersen era admirador dos grandes românticos alemães, como Goethe e Schiller, e, das suas longas viagens pela Alemanha, França, Itália, Grécia, Turquia e Inglaterra (onde se tornou amigo do grande escritor Charles Dickens), obteve material para os seus maravilhosos contos. Também fazia anotações em diários, que lhe serviram para escrever interessantes livros de viagens que tiveram muito sucesso na época.

Em historia e aventura o autor cria contros em que se destacam o humor nórdico,A ele , anexa uma bonomia sorridente. Para isso, usa como base: contos populares e ironia voltada aos consumes contemporâneos.

Andersen teve

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.6 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com