TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

HISTÓRIA DAS LITERATURAS

Casos: HISTÓRIA DAS LITERATURAS. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  4/5/2013  •  385 Palavras (2 Páginas)  •  400 Visualizações

Página 1 de 2

O poeta da época era chamado trovador e as poesias eram feitas para serem cantadas, e por isso chamadas de cantigas.

Havia dois tipos:

:: a lírico-amorosa: cantiga de amor e cantiga de amigo

:: a satírica: cantiga de escárnio e cantiga de maldizer. Os trovadores, geralmente, pertenciam á nobreza, os jograis pertenciam as camadas mais baixas da sociedade, as vozes que prevalecia era das mulheres que devido o ausência da figura masculina as mulheres tinha que assumir a casa, a família e a terra, pois os homens iam para as cruzadas, no primeiro poema que relata um sentimento por um amigo, Se saberdes novas do meu amigo aquele que mentiu do que combinou comigo. Ai Deus onde ele está?. A possibilidade de passagem de uma classe para outra era praticamente impossível, pois qualquer tentativa nesse sentido equivalia a contrariar a vontade de Deus.

A figura de Deus domina toda a cultura da época, gerando uma visão de mundo baseada no teocentrismo, ou seja, Deus como o centro do Universo.

O Humanismo caracteriza-se por uma visão nova do homem em relação a Deus e, consequentemente, em relação a si mesmo. No segundo poema de Gonçalves Dias ele relata um apego a terra com o seu romantismo a natureza e aos índios, ele relata. Minha terra tem palmeiras, onde canta o sabiá: As aves, que aqui gorjeiam, não gorjeiam como lá¨. Já Murilo Mendes no terceiro poema relata que o solo fértil que tudo que planta dar, ele fala também dos escravos que é a figura dos macacos no haver dele, Bengala de castão de oiro tem goiabas, melancias, banana que nem chuchu Tem macaco até demais¨. No quarto poema o autor expressa seu sentimento em relação a terra, as belezas tropicais angolana e a sensualidade da mulher negra. De leite o mar - lá desponta entre as vagas sussurrando a terre em que scismando vejo ao longe branquejar! é beça e proeminente, tem d`Africa o sol ardente, que sobre a areia fervente vem - me a mente acalentar¨. por fim no quinto e ultimo poema relata a imaginação fértil que os cabo-verdianos tinham em relação ao arquipélago grego. Referem lendas antigas que lá nos confins do mar. As Hespérides ficavam e seu famoso pomar¨. O que apresenta a forma de contra discurso e exaltação nacionalista é a Canção do Exílio.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.2 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com