TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

"La No Morro" Wander Pirolli

Por:   •  28/8/2013  •  952 Palavras (4 Páginas)  •  3.841 Visualizações

Página 1 de 4

Trabalho de Português

Grupo: Laura Couto Guedes nº 16 Karine Barbosa de Assis nº 15 Mônica Tostes Rios nº24

Ano/Turma: 1º ano A

Tema: Conto “La no morro”, Wander Pirolli

Professor(a): Cristina

Biografia de Wander Pirolli:

Wander Pirolli nasceu em Belo Horizonte no ano de 1931 e morreu em 2006. Seu pai era operário e sua mãe dona de casa. Pirolli formou-se em técnico de contabilidade, cursou direito na UFMG e o exerceu por 4 anos. Foi servidor público e jornalista nos jornais: Binômio, O Diário, Última Hora, O Sol, Diário de Minas, Estado de Minas, Diário de Belo Horizonte, entre outros. Sua primeiro conto foi O Troco, que oi vencedor de um concurso literário de Belo Horizonte em 1951. Sua primeira obra publicada foi A Mãe e o Filho da Mãe(1966), seguidas por mais sete obras(O menino e o pinto do menino, Os rios morrem de sede, A máquina de fazer amor (contos), Os dois irmãos, Minha Bela Putana (contos), Os melhores contos, Nem filho educa pais) publicadas ao longo de sua carreira.

O autor escrevia sobre temas vulgares e cotidianos que aconteciam com seus personagens, que na maioria das vezes eram se classe baixa e marginalizados, sendo um dos cenários recorrentes as periferias. Por meio destes acreditamos que o autor seria (e ainda é nesse caso) um ótimo critico social pois prioriza a exclusão da sociedade em suas obras mostrando a falta de importância do governo e da sociedade com os mesmos.

Apresentação e resumo do conto:

O conto La no morro, de Wander Pirolli foi publicado no ano de 1966 no livro A Mãe e o Filho da Mãe.

O conto é sobre uma família(pai, mãe e filho não nomeados) de uma periferia que presenciava a rotineira violência do pai embriagado. Um certo dia o homem ao chegar em casa agiu como um ser consciente a racional(como uma pai, digamos assim) sem utilizar do violência e sem qualquer toque de álcool. A mãe e o menino ficaram espantados e surpresos, mas agiram normalmente e jantaram em sua humilde residência. O pai estava estranho de acordo com o seu habitual e olhava insistentemente para sua esposa e filho, ao mesmo tempo estava “transbordando” de suor. De repente três homens entram no barraco da família e começam a espancar e levar o homem para fora de casa. A reação do mesmo foi de que já soubesse o que iria acontecer, e continuou a olhar insistentemente para sua mulher, deixando ser espanco sem nenhuma reação física, enquanto ela atordoada pelo inesperado fica imóvel e fria, e de acordo que o pai se distanciava mais a mulher chorava sobre seu prato com o resto do jantar. Já o menino que também sofria da violência de seu pai ficou tão atordoado, surpreso e nervoso que começou a vomitar com sua marmita tremula em suas mãos.

Elementos da narrativa:

Os personagens principais são o pai, a mãe e o filho, não nomeados. Suas características são:

Pai - violento, agressivo com a família, principalmente por causa da bebida alcoólica.

Mãe - submissa às ordens e violências do pai, dona de casa.

Filho - esperançoso atordoado com situações cotidianas, ingênuo.

O Espaço predominante em que a trama se desenvolve é uma casa precária, provavelmente localizada na periferia. O ambiente predominante é uma cozinha ou sala de jantar improvisada.

O foco narrativo do conto é narrador de 1ª pessoa pois deu um efeito de surpresa e suspense na historia, nos fez ver a historia aos olhos e sentimentos de umas criança, mesmo não sabendo de todos os fatos(que não necessitavam

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.7 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com