TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

MEMORIAL DO MÓDULO: TEORIAS DO ESPAÇO EDUCATIVO

Por:   •  8/11/2017  •  Resenha  •  527 Palavras (3 Páginas)  •  1.150 Visualizações

Página 1 de 3

MEMORIAL DO MÓDULO: TEORIAS DO ESPAÇO EDUCATIVO

Quando falamos de teorias do espaço educativo, através do módulo ora em estudo, o mesmo abordará temas como o espaço educativo, o meio ambiente e de certa forma trata tudo como a cidade educadora.

Na primeira unidade tratamos do que é o espaço, onde há várias explicações. Observa-se que o conceito de espaço é bem amplo, onde alguns filósofos se divergem nas ideias, como René Descartes, Immanuel Kant e Jean Piaget, citados no caderno. Tive a oportunidade de conhecer um pouco mais sobre a planta-baixa, que é o desenho feito da obra a ser construída. Onde aprendemos a fazê-la. Onde eu puder colocar em prática um pouco mais sobre o trabalho que faço nas horas vagas, que é pedreiro.

Quando lemos a segunda unidade, podemos observar melhor como de fato os espaços educativos mudaram através dos tempos, onde os alunos estavam limitados somente as quatro paredes da escola. Com este estudo eu pude comparar como era a escola quando eu estudava e a escola como esta agora, como ela transformou-se e melhorou muito durante esse curto período de tempo.

Ao iniciarmos a unidade três, podemos fazer uma relação entre a arquitetura e a pedagogia, onde o sociólogo da educação Brasil Bernstein vê a escola como uma agência social onde acontece o processo de comunicação entre os principais agentes escolares: os transmissores (professores) e os adquirentes (alunos). Ele diz que o espaço da escola tem relação direta com a maneira como as práticas pedagógicas são realizadas, comungando da mesma opinião, acredito que um ambiente escolar pode desencadear uma série de emoções, sentimentos e consequentemente levar ao aprendizado de forma prazerosa.

Nessa mesma linha de pensamento, Paulo Freire afirma que a escola precisa ser um espaço organizador dos múltiplos espaços de formação, desempenhando uma função mais formativa e menos informativa. Precisa se tornar um ciclo de cultura, muito mais gestora do conhecimento social do que leccionadora.

Quando falamos da arquitetura dos prédios escolares no período Renascentista, onde os mesmos valorizavam a fachada principal, na idade média a arquitetura era completamente diferente da grega, romana e renascentista, uma vez que passou a ser chamada de arquitetura gótica, a qual buscava uma edificação idealizada, onde exploravam o impacto que a grandiosidade do edifício causaria nas pessoas, a beleza do seu interior, seus componentes construtivos.

Já nos estudos da quarta unidade, a qual toma nota das práticas de manutenção das instalações físicas da escola, ratifiquei o entendimento entre manutenção (a qual se refere a serviço de pequenos reparos) e conservação (a qual esta ligada a arrumação do ambiente).

Em algumas escolas, o que não é o caso da escola a qual eu trabalho, ocorre que nem sempre todos os educadores reconhecem esse tipo de trabalho, uma vez que o mesmo está diretamente ligado ao processo educativo formativo do aluno.

Ao concluir estes estudos pude perceber o quanto o espaço ao qual a educação esta inserida esta diretamente ligado com o aprendizado dos alunos e o bem estar de todos, aprendi também que minhas atividades profissionais transpassam apenas do ato de vigiar e vão além disso.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.3 Kb)   pdf (55.5 Kb)   docx (9.7 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com