TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Parametro Curricular (eja)

Por:   •  8/10/2013  •  1.869 Palavras (8 Páginas)  •  99 Visualizações

Página 1 de 8

Educação de Jovens e Adultos uma

Realidade Social

A educação de jovens e adultos no Brasil tem como principal objetivo erradicar o analfabetismo, essa modalidade de ensino é oferecida àquelas pessoas que não tiveram a oportunidade de freqüentar uma sala de aula na idade adequada. Mas quem são realmente esses alunos? Quais são suas histórias de vida? E o que os motivaram a retornar a escola?

Ao observar uma sala de aula de EJA, veremos desde jovens com seus 20 e poucos anos até aqueles jovens senhores que viveram os memoráveis anos 60 e 80. São pessoas que já possuem uma experiência de vida, que deve ser utilizada como forma de aprimorar o conhecimento, de acordo com sua realidade. Muitos não tiveram a oportunidade de estudar na idade certa, pois as famílias tinham muitos irmãos, eram carentes, viviam de trabalho rural para ajudar no sustento da casa e por vezes as escolas eram distantes.

Essa realidade é comprovada através da fala de Cícero Souza, aluno do Sesc Ler, em Ibiapina, a 360 quilômetros de Fortaleza, em entrevista à revista Nova Escola: “Nunca tinha estudado. Quando era criança, trabalhava na roça e não tinha condições. Nem escola tinha naquela época. Agora, estou aposentado e tenho mais tempo. A escola também é perto o que facilita muito.” (Cícero Pereira de Souza, 67 anos, Nova Escola, Ano XXVIII. Nº265. Setembro 2013.)

Por possuírem uma história de vida muitas vezes marcada pela pobreza e falta de acesso, devido à exclusão social e desigualdade, triste realidade brasileira, esses adultos demonstram uma baixa autoestima, se sentido culpados pelo seu “fracasso”, tendo vergonha de seu analfabetismo, que, aliás, em determinado período histórico foi considerado uma doença.

Ao procurar uma escola, é dado o primeiro passo para a melhoria de vida, e para cada aluno há uma motivação diferente: a exigência do mercado de trabalho, a necessidade de saber o horário de ônibus, pessoas religiosas querem ler a bíblia, aumento de salário, terminar os estudos em tempo mais curto. Mas de maneira geral, a procura pela EJA esta relacionada à vontade de ser independente, e a fascinação de suprir um sonho que é o de saber ler; escrever e calcular.

Essa busca acontece, pois as pessoas cansaram de ser socialmente excluídos e dependentes, o conhecimento é uma das melhores formas de inclusão, e ao entrar na escola essa visão é cada vez mais ampliada, quanto mais aprendem, mais vão descobrindo e ansiando por saber.

Porém o sucesso e permanência desses alunos, em grande medida esta nas mãos dos docentes, que devem entender o ritmo individual, com a consciência de que são pessoas diferentes não apenas na idade, mas em sua cultura, religião, e história de vida. Buscando assim, formar cidadãos críticos e participativos.

Deve-se aproveitar a vontade, interesse e compromisso dos jovens e adultos aliada à garantia de uma boa qualidade de ensino, para se alcançar a tão almejada transformação da realidade social.

1. O que é a proposta curricular?

É um documento que constituiu-se em subsídio à elaboração de projetos e propostas curriculares a serem desenvolvidos por organizações governamentais e não-governamentais, adaptados às realidades locais e necessidades específicas.

Este trabalho representa para o MEC a possibilidade de colocar à disposição das secretarias estaduais e municipais de educação e dos professores de educação de jovens e adultos um importante instrumento de apoio, com a qualidade de referencial que lhe é conferida pelo notório saber de seus autores.

2. Para que serve a proposta curricular?

A proposta curricular serve para oferecer um subsídio que oriente a elaboração de programas de educação de jovens e adultos e, consequentemente,também o provimento de materiais didáticos e a formação de educadores a ela dedicados.

Na reflexão pedagógica sobre essa modalidade educativa, tem especial relevância a consideração de suas dimensões social, ética e política. O ideário da Educação Popular, referência importante na área, destaca o valor educativo do diálogo e da participação, a consideração do educando como sujeito portador de saberes, que devem ser reconhecidos. Educadores de jovens e adultos identificados com esses princípios têm procurado, nos últimos anos, reformular suas práticas pedagógicas, atualizando-as ante novas exigências culturais e novas contribuições das teorias educacionais.

3. Quais objetivos da EJA?

Os objetivos didáticos referem-se à aprendizagem de conteúdos de diferentes naturezas. Predominantemente, eles se referem a conteúdo

...

Baixar como (para membros premium)  txt (14.2 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »