TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Plano De Aula Interdisciplinar

Por:   •  13/9/2014  •  1.741 Palavras (7 Páginas)  •  1.747 Visualizações

Página 1 de 7

Amarelinhas

Introdução

A intenção principal desta seqüência didática é promover a vivência da brincadeira de amarelinha e, por meio dela e de algumas variações, abordar alguns conteúdos do bloco de conhecimento sobre o corpo.

Esta seqüência de atividades se justifica também como uma interessante e divertida forma de cultivo e valorização da cultura lúdica tradicional de nosso país.

Também se mostra importante como forma de promover situações de ensino e aprendizagem ricas no sentido da construção de habilidades corporais básicas, no desenvolvimento de dinâmicas de produção em pequenos grupos e ainda como possibilidade de introduzir e desenvolver a ideia de diversificação e transformação de estruturas lúdicas convencionais.

O que caracteriza as atividades propostas como brincadeiras é a inexistência de configuração de um vencedor ao final como eixo motivacional, sendo que o processo de construção do espaço e a vivência da brincadeira são atrativos e interessantes em si mesmos.

Objetivos

Ao final da seqüência de atividades as crianças deverão ser capazes de:

• reconhecer a existência de regras nas brincadeiras vivenciadas;

• obedecer as regras com o auxílio do professor;

• explicar verbalmente para outra pessoa como se joga;

• reconhecer a possibilidade de variações e adaptações nas regras originais de uma brincadeira;

• realizar os movimentos básicos de arremessar, saltar com um e dois pés, girar e equilibrar-se;

• projetar e construir seqüências de movimentos levando em conta os seus limites corporais e os dos colegas;

• perceber os efeitos da atividade física no ritmo de frequência cardíaca, notadamente nas atividades em velocidade.

Conteúdos específicos

• Amarelinha.

• Brincadeira de regras simples.

• Brincadeiras realizadas em pequenos grupos, sem finalidade competitiva e sem a divisão em equipes, onde a relação entre os desempenhos individuais compõe e viabiliza a vivência grupal.

• Habilidades motoras de saltar com um e dois pés, arremessar, equilibrar.

• Capacidades físicas de velocidade e força.

• Freqüência cardíaca.

Ano

1º ao 3º ano

Tempo estimado

Cinco aulas de 40 minutos, subdivididos em 10 minutos para a roda de conversa inicial, 25 minutos para a vivência do jogo e 5 minutos finais para roda de conversa.

Material necessário

• Espaço físico plano e desimpedindo, possível de ser "desenhado" com giz (sala de aula, quadra, pátio, rua, ou similar).

• Espaço físico plano e desimpedido, de terra ou areia.

• Lousa e giz.

• Cronômetro.

• Papel e lápis.

• Varetas de bambu.

• Elástico de costura.

• Um martelo ou similar

• Uma Tesoura.

• Canetas hidrográficas e cartolina branca.

Desenvolvimento das atividades

Em todas as aulas, inicie a atividade fazendo uma explicação das regras e da distribuição dos grupos de crianças pelo espaço físico, desenhando na lousa o posicionamento de cada um e os limites a serem utilizados durante as brincadeiras.

Esse desenho deve ser um diagrama simples, com as referências do espaço e a representação da posição e do espaço que cada grupo de crianças vai utilizar durante a atividade.

Organize sempre uma roda de conversa no final, para avaliar junto com as crianças os avanços conquistados e as dificuldades enfrentadas durante a vivência das brincadeiras.

A seqüência didática está organizada em três aulas com propostas de brincadeiras feitas por você e duas aulas em que as crianças serão desafiadas a conceber brincadeiras.

Primeira aula

Amarelinha tradicional

Desenhe na lousa o percurso da amarelinha tradicional, com casas simples e duplas,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.5 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com