TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ATPS Engenharia Do Trabalho

Por:   •  31/5/2013  •  441 Palavras (2 Páginas)  •  357 Visualizações

Página 1 de 2

* Evolução histórica do trabalho

Não podemos começar a falar de saúde e segurança do trabalho, sem antes contarmos um pouco de sua historia.

A Revolução Industrial constitui-se numa profunda transformação na cultura material do Ocidente.

Nós usualmente consideramos que ela surgiu em torno de 1.700.

Com os preconceitos às aplicações práticas das ciências na Antiguidade e com o tradicionalismo da Idade Média, o Século XVIII encontrou o mundo utilizando, com raras exceções, os mesmos utensílios, as mesmas técnicas, as mesmas formas de comunicação que eram usadas desde os primórdios. Os Estados ainda guardavam as características do feudalismo, com seus territórios isolados e praticamente independentes, onde a atividade econômica principal era a agrícola, explorada com técnicas bastante rudimentares.

Nessa época não existiam empresas da forma como as conhecemos hoje. Elas eram domiciliares, praticamente não havia divisão de trabalho e a produção estava a cargo de artesãos que executavam o trabalho manualmente, sendo poucas as máquinas utilizadas. Os mercados dessas empresas eram circunscritos pelos respectivos territórios dos Estados, e predominavam as relações empregador-empregado.

Não se pode afirmar que a Revolução Industrial tenha tido início numa data fixada, mas foi em fins do Século XVIII que tomou grande impulso.

Com essas condições, a chamada Revolução Industrial nasceu na Inglaterra e posteriormente

espalhou-se para o mundo. Teve

como conseqüências profundas mudanças econômicas, sociais e políticas, tais como:

"Uma rápida e intensa urbanização: durante o século XIX duplica-se a população da Europa; o

desenvolvimento industrial se inicia; aperfeiçoam-se os meios de transporte; incrementa-se o

comércio interno e internacional; e há a redistribuição das riquezas e do poder entre os países"

O Brasil tem uma legislação relativamente nova em matéria previdenciária. Tendo sido sua

economia baseada no braço escravo e na agricultura até praticamente o início deste século, não tinha o Brasil se defrontado com problemas que países - que já contavam apenas com

trabalhadores livres e com uma indústria crescente - vinham conhecendo.

Só depois da Primeira Guerra Mundial é que, no nosso país, em decorrência da assinatura de

tratados internacionais, como o Tratado de

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.1 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com