TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

As Dicas para defesa de Monografia

Por: Paline  •  30/11/2017  •  Monografia  •  704 Palavras (3 Páginas)  •  126 Visualizações

Página 1 de 3

Dicas para a defesa em banca de monografia:

A defesa em banca é um ritual de passagem, cujo objetivo é convencê-lo, e à comunidade acadêmica de sua área, que você já pode defender, mesmo sob pressão, o modelo de pensamento do seu curso.

Não é para fazê-lo sofrer: é para fazê-lo crescer.

Não é oportunidade de humilhá-lo, mas o meio de aceitá-lo como um igual na profissão.

RESUMO:

Seja educado e profissional. Vá vestido conforme a tradição de sua instituição para solenidades.

Não ultrapasse o tempo.

Não leia. Nem mesmo o conteúdo projetado. Explique.

A tradição é de argumentadores e não de leitores. Apresente olhando para o público. Mas se defenda olhando para a banca. Não reclame. Não afronte. Convença. Aprenda. Prometa melhorar. E agradeça.

I. Saudação

Regra básica: Seja educado e profissional.

Mesmo que seja amigo dos professores, o momento é solene. Nada de gracinhas.

Apresente-se: (“Bom dia, meu nome é Sandro Sell e estou aqui para apresentar o trabalho “O direito de aborto como integrante do direito da personalidade da mulher”. Cuja orientação ficou a cargo do Professor Dr. Ruben Rockenbach ...”).

Cumprimente os membros da banca, agradecendo-os. Agradeça também ao público.

Não reclame. Nem apele à sua vida sofrida, você não quer ser mártir, quer ser profissional.

II. Roteiro

O roteiro de apresentação varia pouco.

Você tem que expor:

a. O Título:

“(O direito de aborto como integrante do direito da personalidade da mulher”).

b. O que quis fazer:

(“Meu objetivo foi, a partir de uma leitura constitucional do direito da personalidade, sobretudo relativo ao corpo, sustentar que o crime de aborto, quando livre e conscientemente decidido pela gestante, não pode subsistir na atual ordem constitucional.).

c. Por que quis fazer isso:

(“Há um caloroso debate sobre o aborto. E também um caloroso debate sobre o direito ao corpo da gestante – em todos os seus desdobramentos. Todos girando na premissa de que a lei atual criminaliza o aborto, com raras exceções. E que somente uma lei futura poderia autorizá-lo. Quis analisar se não há outra saída: se o aborto, sob condições de escolha livre e consciente da gestante, já não poder ser visto como um direito na atual ordem jurídica).

III. Apresentação.

Como Fez:

- No primeiro Capítulo estudei o conceito de personalidade. Chegando as seguintes principais sínteses:

a) A origem e história do conceito de personalidade, e suas vertentes filosóficas, sociológicas e jurídicas. (E então narre a síntese histórica do conceito).

b) A atual sistemática constitucional-legal do direito da personalidade,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.7 Kb)   pdf (43.5 Kb)   docx (12.8 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com