TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Comparação das propriedades e reatividade de alguns metais dos blocos s, pe d

Tese: Comparação das propriedades e reatividade de alguns metais dos blocos s, pe d. Pesquise 788.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  4/6/2014  •  Tese  •  658 Palavras (3 Páginas)  •  163 Visualizações

Página 1 de 3

Entre algumas definições para metal podemos citar: (1) uma substância que conduz eletricidade, tem brilho metálico, é maleável e dúctil, forma cátions e tem óxidos básicos. (2) Os metais são formados por cátions mantidos juntos por um mar de elétrons. (3) Em química, um metal é um elemento, composto ou liga, caracterizado por apresentar alta condutividade elétrica. (4) Uma definição alternativa para metal esta relacionada com a teoria das bandas. Nessa teoria, as ligações dos metais podem ser descritas em termos de bandas de orbitais moleculares: o intervalo energético entre a banda de valência (conjunto de orbitais completamente preenchidos por elétrons) e a banda de condução (conjunto de orbitais vazios) permite o fluxo de elétrons.

Em um metal os átomos facilmente perdem elétrons, formando íons positivos (cátions); estes íons são circundados por elétrons deslocalizados, que são responsáveis pela condutividade. O sólido produzido é estruturalmente mantido pelas interações eletrostáticas entre os íons positivos e a nuvem de elétrons, que é chamada de ligação metálica. Eles fazem parte de um dos três grupos de elementos da tabela periódica que podem ser distinguidos entre si por suas propriedades periódicas: metais, metalóides (semi-metais) e não-metais (ametais). São localizados em diferentes pontos da tabela periódica e esta divisão reflete as diferentes propriedades. Os metais do bloco s (metais alcalinos e alcalinos terrosos) são os mais reativos comparativamente aos demais metais, que compõem o bloco p (como alumínio, gálio, índio, estanho, etc.), o bloco d (metais de transição: ferro, cobre, níquel, cobalto, etc.) e o bloco f (metais de transição interna: lantanídeos e actinídeos).

Amálgama é uma liga metálica formada pela reação do mercúrio com outro metal. Praticamente todos os metais formam amálgamas com mercúrio, sendo exceções o ferro e a platina. Amálgamas de prata-mercúrio são importantes em odontologia, enquanto que o amálgama de ouro-mercúrio é empregado na mineração do ouro. A amálgama de ouro é eventualmente usado na mineração do ouro, particularmente em países em desenvolvimento. O ouro presente nas rochas é dissolvido com mercúrio, formando uma mistura mais densa que é posteriormente separada dos sedimentos rochosos. Para se obter o ouro puro o

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL

Química Inorgânica II Experimental – Professor Ademir dos Anjos

amálgama é aquecido e o mercúrio é evaporado. Este processo produz grandes quantidades de vapor de mercúrio, que é altamente tóxico.

2. OBJETIVOS

A presente prática tem como objetivos principais comparar as propriedades e reatividades de alguns metais dos blocos s, p e d.

3. EXPERIMENTAL

3.1. Materiais & Reagentes

Sódio metálico, magnésio metálico (fita), magnésio metálico (em pó), cobre ou zinco metálico (em pó), alumínio metálico (em pó), solução aquosa de ácido clorídrico 10% (v/v), solução aquosa de ácido bromídrico 10% (v/v), solução aquosa de peróxido de hidrogênio, solução aquosa de nitrato de mercúrio 2%, cloreto de lítio, cloreto de sódio, cloreto

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.5 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com