TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Desafio Profissional - Técnicas De Negociação E Comportamento Organizacional

Monografias: Desafio Profissional - Técnicas De Negociação E Comportamento Organizacional. Pesquise 791.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  5/6/2014  •  1.231 Palavras (5 Páginas)  •  388 Visualizações

Página 1 de 5

SUMARIO

1. Associação dos Moradores X Gravadora

2. Análise da Situação

3. Planejamento – 1ª Reunião

4. Feedback

5. Planejamento para Reunião Final

6. Conclusão

7. Bibliografia de pesquisa

1. Associação dos Moradores X Gravadora

Perfil dos Oponentes – Associação de Moradores do Bairro

Líder: Carlos Correa

Formação: Administrador

Objetivo: Impedir a construção da Gravadora

Alegação: Perturbação da ordem Pública

Argumentos: Barulho, Segurança e infraestrutura (trânsito).

Informações relevantes: Público conservador e questionador, que preza tranqüilidade, sendo que a maioria são pessoas de 3ª idade.

Estímulos a Negociação: Tem a idéia fixa de que o bairro não necessita dos progressos advindos deste empreendimento.

Habilidades Essenciais: Cooperativo e questionador. Busca a equidade e o acordo global de acordo com as circunstâncias dadas.

Perfil do Negociador – A Gravadora

Negociador: Sr Aguinaldo Cantarolle

Formação: Estrategista de Negócios / Experiência emnegociar em meio a conflitos.

Objetivo: Obter a liberação do empreendimento e instalar a gravadora no bairro.

Alegação: O progresso é inevitável

Estímulos a Negociação: Pode contribuir para melhorias no bairro, desde que, a negociação seja com benefícios para todos.

Habilidades Essenciais: Cooperativo e questionador. Busca a equidade e o acordo global de acordo com as circunstâncias dadas.

Perfil da Prefeitura – Prefeitura de Cantilhas

Prefeito: Sr. Eustaquio Quintanilha

Formação: Contabilidade

Objetivo: Acompanhar as negociações, analisar o pedido dos moradores, verificar que o projeto já havia sido aprovado pela secretaria competente.

Alegação: Reivindicação dos moradores.

2. Análise da Situação

Uma conceituada gravadora de música, através de pesquisa realizada referente a custo, logística e ambientação ideal, pretende se instalar em um bairro classe média de uma cidade no interior de São Paulo, onde pretende inclusive investir em melhorias na região circunvizinha, trazendo assim um progresso contínuo ao local escolhido como sede da empresa.

Os moradores, através da associação de moradores do bairro, quando souberam de tal notícia, entraram com pedido/manifesto junto à prefeitura da cidade, cuja intenção é impedir as novas instalações da Gravadora, alegando que a empresa irá perturbar a tranqüilidade dos moradores devido ao barulho, trânsito, e tambémque afetará a segurança dos moradores do bairro devido à quantidade de artistas a freqüentar o local. A prefeitura por sua vez, após analisar o pedido dos moradores e verificar que o projeto já havia sido aprovado pela secretaria competente, entrou em contato com a empresa, informando sobre a reivindicação da associação de moradores, solicitando assim, um porta voz para negociar com os moradores e apresentar uma proposta de negociação para chegar a um acordo no prazo de quarenta e cinco dias, com uma reunião prévia para as primeiras negociações em vinte dias. Desta forma, a prefeitura acompanhará as negociações, para prosseguir com a liberação das obras para instalação da empresa no bairro/cidade ou não. O Sr Aguinaldo Cantarolle, gerente de negociações e porta voz do CEO da Gravadora, foi designado para dar início às negociações. Da mesma forma, o Sr. Carlos Correa, o líder da associação de moradores do bairro, também iniciou a coleta de informações com os moradores a fim de elaborarem uma proposta a ser apresentada na reunião prévia daqui a vinte dias. Ambas as partes defenderão seu ponto de vista, devendo partir de cada negociador apresentar uma contra proposta.

O bairro é de classe média, tem apenas cinco anos de formação na cidade e ainda necessita de melhorias em algumas áreas tais como: iluminação, sinalização e viabilização de retornos, uma vezque o mesmo fica as margens de uma grande rodovia estadual.

3. Planejamento – 1ª Reunião

Objetivo: Obter a liberação do empreendimento e instalar a gravadora do bairro.

Estratégias:

*Apresentar propostas de melhoria para não afetar a ordem pública como eles alegam.

*Analisar as respostas obtidas por eles na primeira reunião para poder elaborar um planejamento para a reunião final.

Argumentos: Barulho – A gravadora possui uma tecnologia de ponta e seus estúdios não propagam sons, pois são revestidos de materiais especiais que matem o som somente no ambiente interno. Oferecemos ainda a oportunidade de alguns moradores realizarem uma visita à matriz da gravadora para que pudessem confirmar as informações e saber como funcionam os estúdios, assim podendo ter uma visão melhor e entenderem que no quesito de barulho a gravadora não afetará em nada a cidade.

Transito – A gravadora poderá investir em uma melhor estrutura para as ruas através de sinalizações e farol, assim como negociar com a secretária responsável sobre uma possível obra de retorno junto à rodovia para facilitar entrada e saída de veículos pela pista.

Segurança – Juntos pensar em algo que atenda a necessidade dos moradores tanto no período diurno quanto noturno.

Obs.

Os funcionários ficaram inseguros devido ao fato da possibilidade do projeto ser embargado, causando problemas para o desempenho da gravadora. A produtividade caiu e o absenteísmo cresceu.

Alguns motivos para isso é o fato de não terem certeza sobre o futuro, sobre mudarem de cidade e se afastarem do meio em que vivem seus amigos e hábitos costumeiros, insegurança econômica.

4. Feedback

Na primeira reunião realizada, Sr Carlos Correa da Silva levou ao conhecimento de Jorge, as reclamações dos moradores em relação à instalação da gravadora no bairro:

*O barulho irá incomodar a nossa tranquilidade.

*A estrutura do bairro não comportará o transito intenso.

*A nossa segurança estará sendo ameaçada.

Não queremos este empreendimento em nosso bairro, ele trará prejuízo a população local. Já foi encaminhado aos órgãos competentes um ofício solicitando o embargo da obra até segunda ordem.

A proposta da associação é que vocês busquem outro local para instalação da empresa.

Em contra partida, Sr Aguinaldo Cantarolle argumenta explicando que a gravadora possui tecnologia de ponta e que seus estúdios não propagam o som, pois são revestidos com materiais especiais que mantém o som somente no ambiente interno. Ofereceu inclusive, levar alguns moradores a uma visita a matriz da gravadora para que pudessem confirmar estas informações e saber como funcionam os estúdios.

Na questão dotransito, a gravadora poderá investir em uma melhor estrutura para as ruas através de sinalizações e farol, assim como negociar com secretaria responsável sobre uma possível obra de retorno junto à rodovia para facilitar entrada e saída de veículos pela pista, o que reduziria a movimentação em outras vias do bairro.

Quanto à segurança podemos pensar juntos em algo que atenda a necessidade dos moradores tanto no período diurno quanto noturno.

Sr Carlos Correa, que estava acompanhado de mais dois moradores informa a Sr Aguinaldo Cantarolle que os moradores aceitam a visita as instalações da gravadora e quanto à proposta sobre as melhorias para estruturar o transito, a associação entrará em consenso e trará resposta na negociação final, juntamente com alguma proposta sobre a segurança.

5. Planejamento para Reunião Final

Planejamento – GRAVADORA – Reunião Final

Objetivo: Obter a liberação do empreendimento e instalar a gravadora do bairro.

Estratégias:

* Apresentar propostas de melhoria para a segurança.

Planejamento – ASSOCIAÇÃO DE MORADORES – Reunião Final

Objetivo: Impedir a construção da gravadora.

Estratégias:

*Visitar as instalações da gravadora.

*Apresentar resposta sobre proposta do transito.

*Apresentar proposta sobre segurança.

*Apresentar resposta final.

6. Conclusão

Para conseguirem seus objetivos ambas as partes envolvidas na negociação tiveram que expor suas proposta para chegarem a um acordo no qual, elas não pensavam que aconteceria, pois cada uma das partes tinha visão diferente.

Com o dia lago produzido a cada reunião as propostas foram se ajustando, até que se deu o desfecho da negociação, beneficiando as duas partes.

Onde os moradores tiveram como melhoria iluminação, infraestrutura, emprego, uma unidade policial e uma via de retorno, e assim a Gravadora também obteve benefícios como satisfação dos colaboradores e com isso aumento da produtividade, uma economia de custo referente à logística e a parceria de novos colaboradores residentes no bairro.

7. Bibliografia de pesquisa

http://www.aedb.br/seget/artigos05/299_ARTIGO%20NEGOCIACAO.pdf

http://jovempan.uol.com.br/videos/entrevistas/57680-o-que-e-comportamento

http://www.aedb.br/seget/artigos05/299_ARTIGO%20NEGOCIACAO.pdf

Livro PLT 111 pagina 27 e 28.

Slide das aulas de Técnica de negociação

Slide das aulas de comportamento organizacional

...

Baixar como  txt (9 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »