TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS EMPRESAS: UMA FERRAMENTA PARA A CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL

Trabalho Escolar: EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS EMPRESAS: UMA FERRAMENTA PARA A CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL. Pesquise 813.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  2/11/2014  •  1.752 Palavras (8 Páginas)  •  283 Visualizações

Página 1 de 8

EDUCAÇÃO AMBIENTAL NAS EMPRESAS: UMA FERRAMENTA PARA A CONSCIENTIZAÇÃO AMBIENTAL

CRISTIANE TAVARES DE AGUIAR – legiaourbana_cris@yahoo.com.br

NATÁLIA DE SOUSA BEZERRA – natalia_sbezerra@yahoo.com.br

VERA LÚCIA MEIRA DE MORAIS - meiravlms@gmail.com

UNIVERSIDADE ESTADUAL DA PARAÍBA, CENTRO DE CIÊNCIAS E TECNOLOGIA, DEPARTAMENTO DE QUÍMICA, CAMPUS I, CAMPINA GRANDE, PB.

RESUMO

RESUMO

O crescente avanço industrial provoca a geração de resíduos e com isso a poluição torna-se mais eminente. A educação ambiental de gestores e colaboradores de empresas poluidoras é uma alternativa para redução da poluição. Buscando avaliar o nível de conhecimento sobre alguns aspectos ambientais, foram entrevistados gestores e colaboradores de uma empresa de beneficiamento de couro para fabricação de Equipamentos de Proteção Individuais. Os resultados mostraram que alguns entrevistados não estavam devidamente informados quanto à importância de sua participação para redução de danos ambientais. Foram aplicados vídeos palestras e folheto explicativo, procurando mostrar a importância da conscientização ambiental na empresa.

Palavras-Chave: Educação Ambiental, Gestão Ambiental e Meio Ambiente

1 INTRODUÇÃO

Sabe-se que uma das maiores preocupações da atualidade é a grande quantidade de resíduos gerados pelas empresas, causando um forte impacto para o meio ambiente e piorando a vida dos seres no Planeta. Para que possamos diminuir esse impacto ambiental é necessário reduzirmos o consumo de energia relacionada com a exploração de recursos naturais não renováveis. Os aspectos que envolvem essa problemática estão agregados a uma educação ambiental defasada.

“É através da educação ambiental que o individuo e a coletividade poderão dispor de instrumentos que lhes possibilitem compreender a complexidade do meio ambiente que resulta da integração de todos os fatores e elementos componentes, não apenas dos seus aspectos biológicos e físicos, mas, ainda dos sociais, econômicos e culturais.” (CASTRO e GEISER,2000,P.215)

Com a atual situação do planeta, causada pelo uso abusivo dos recursos naturais, a preocupação com a instrução dos gestores de empresas sobre o meio ambiente tem aumentado cada vez mais. Uma empresa que não se preocupa em contribuir para a melhoria do meio, ou seja, não tem uma gestão ambiental, esta fora dos padrões legais de preservação ambiental. Segundo TACHIZAWA (2006,s.p) as empresas do ramo industrial são as maiores poluidoras, consequentemente geradoras de impactos ambientais de extrema relevância, por serem transformadoras de insumos produtivos em bens finais. Sendo a extração das matérias-primas a maior responsável pelos efeitos ambientais e ecológicos.

Pesquisas realizadas sobre o meio ambiente mostram que os impactos, na maioria das vezes, são devido a geração de resíduos, sejam eles sólidos (lixo hospitalar, residencial e industrial), líquidos (detergentes, produtos químicos e rejeitos) e até mesmo gasosos (emissões de poluentes e de fabricas).

O setor industrial por ser a grande fonte geradora de lixo, representa um grande perigo ao meio ambiente, principalmente quando deposita resíduos sólidos em locais inapropriados ou queimando-os, causando assim problemas ecológicos e de saúde pública, uma vez que o lixo industrial é composto por diversas substâncias tóxicas e inaceitáveis para os padrões produtivos de hoje.

Sabe-se que um dos agravantes da degradação do meio ambiente está no destino final do lixo. Muitos gestores de empresas não dão à devida importância a separação do lixo para que possa ser reaproveitado pela própria empresa, ou mesmos, por ONGS ou por catadores.

A essa separação do lixo dá-se o nome de coleta seletiva onde é separado material orgânico, material inorgânico, papel, plásticos, vidros, material hospitalar para evitar a contaminação de um material por outro infectando; facilitar o trabalho dos que “vivem” do lixo e principalmente contribuindo com a preservação da natureza. A Figura 1 ilustra os recipientes usados em uma coleta seletiva, os quais são identificados por cores.

Figura 1 – Recipientes para coleta seletiva de lixo

A reciclagem dos resíduos sólidos e a coleta seletiva do lixo tem como finalidade a redução de volume de lixo depositado nos aterros sanitários; facilitar o controle de impactos ambientais; como também, proporcionar a redução de gastos com equipamentos de separação, lavagem e secagem, apresentando benefícios sanitários; contribuindo para a melhoria da saúde publica; promovendo benéficos ambientais, aumentando a vida útil dos aterros, diminuindo a exploração de recursos naturais e reduzindo o consumo de energia. Beneficia a sociedade; contribuindo para a diminuição da marginalidade, pois gera empregos diretos através das cooperativas. Favorece a educação ambiental, dando oportunidade aos cidadãos de preservarem a natureza de uma forma concreta. Assim, as pessoas se sentem mais responsáveis pelo lixo que geram.

“A reciclagem por si só não pode ser considerada a solução, mas a mudança de hábitos e atitudes pode levar a sociedade a tomar medidas mais abrangentes, como ações que minimizam a quantidade de resíduos na própria fonte geradora, consumindo menos e reutilizando mais. Desta forma acreditando na educação ambiental com processo educativo, permanente e contínuo, que visa desenvolver uma filosofia de vida ética e moral, de maior harmonia e respeito com a natureza e entre os homens, propiciando o conhecimento e o exercício da cidadania para uma atuação critica consciente dos indivíduos e grupos.” (Roberta Celestino Ferreira –Turismóloga)

É através da mudança de seus atos que uma empresa melhora a qualidade de vida das futuras gerações, mas as mudanças de tais atos não poderão ser feitas a curto prazo, sendo assim necessário um longo processo de transformação.Por tudo isso, é importante que se transmita o conhecimento sobre o ambiente, na sua concepção mais ampla, visando a proteção e utilização sustentável dos recursos, e, muito mais especificamente, os participantes dos processos produtivos, necessitam de orientação quanto a forma adequada de gerenciar os resíduos gerados pela empresa, antes, durante

...

Baixar como (para membros premium)  txt (12.1 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com