TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ESTÁGIO DE ENSINO FUNDAMENTAL - PLANEJAMENTO DE AULAS E DOCÊNCIA

Monografias: ESTÁGIO DE ENSINO FUNDAMENTAL - PLANEJAMENTO DE AULAS E DOCÊNCIA. Pesquise 806.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  25/9/2014  •  2.650 Palavras (11 Páginas)  •  1.901 Visualizações

Página 1 de 11

O presente trabalho apresenta o relatório do estágio de observação e regência realizado numa escola da rede pública como exigência acadêmica do curso de Letras. Essa experiência foi realizada numa instituição escolar que apresenta a Educação Básica, desde a Educação Infantil até o Ensino Fundamental de nove anos e está localizada na zona rural do município de São João Batista (SC).

A realização desse estágio permitiu a construção do relatório com o objetivo de perceber a realidade do espaço escolar com uma turma do Ensino Fundamental nas Séries Iniciais, de forma específica no primeiro ano, na fase da alfabetização.

Segundo LEME (2003, p. 89), na faseinicial da alfabetização, a criança deverá desenvolver a compreensão dos “sons da fala para serem representados graficamente, onde mais em frente, em fase de alfabetização, o aluno alcançará a percepção fina aguçada para distinguir as letras do alfabeto conscientemente”.

O presente estágio aconteceu mediante a autorização e o apoio da Secretaria Municipal de Educação de São João Batista (SC), a direção e a própria professora regente da escola, num ambiente integrado para que tal atividade acadêmica obrigatória ao curso de Pedagogia pudesse acontecer com êxito.

Esse relatório apresenta a realidade vivenciada na prática de observação e regência nos estágios e permitiu novas aprendizagens em nossa vida, tanto acadêmica quanto profissional, permitindo assim a compreensão da prática pedagógica realizada por um professor alfabetizador.

2 DESENVOLVIMENTO

2.1 CARACTERIZAÇÃO DA INSTITUIÇÃO ESCOLAR

O estágio foi realizado na Escola de Educação Básica Araci Espindola Dalcenter, localizada na José Montibeller, nº 88, Jardim São Paulo, São João Batista, SC. Essa unidade escolar apresenta turmas de Educação Infantil e Ensino Fundamental de Nove Anos.

A instituição escolar pertence à rede municipal de educação, onde os profissionais da educação são pagos pela Prefeitura Municipal de São João Batista. Os alunos dessa escola provêm de uma comunidade com um grande número de problemas em relação ao ambiente familiar, moradia e relacionamentos que interferemna aprendizagem das crianças.

As famílias quase não comparecem no espaço escolar devido a falta de comprometimento com a vida escolar de seus filhos e até mesmo por serem carentes e acabam fazendo do trabalho a própria prioridade para o pagamento de suas obrigações.

A escola norteia o seu trabalho com base nas ordens apresentadas pela Secretaria Municipal de Educação e Cultura. Na escola tem a direção escolar e adjunta e secretária para o direcionamento de todo o trabalho administrativo e pedagógico, duas orientadoras especificamente cuidando da parte pedagógica, os professores, bibliotecária, auxiliares de serviços gerais e guarda em todos os períodos.

Nesse ano letivo, a escola tem um quadro com mais de novecentos alunos que vão desde a Educação Infantil até o Ensino Fundamental de Nove Anos e mais de cinqüenta profissionais, conforme identificados anteriormente, sendo efetivos ou contratados de acordo com a necessidade do ambiente escolar.

A escola caracteriza o seu trabalho com uma proposta de escola inclusiva, onde todos os profissionais devem aprender a conviver com as diferenças existentes entre os alunos e também a diversidade, que a cada dia vem aumentando na realidade educacional.

Por isso são evidenciados vários projetos como: PROERD, Leitura na Escola, Afro (resgate histórico), Escola Inclusiva (AEE), Apoio Pedagógico, Educação Inclusiva, entre outros, oferecidos pela própria secretaria.

Os projetos são na maioria apresentados pela própria escola ealguns mediados pela Secretaria Municipal de Educação com a participação de todas as unidades escolares e em locais oferecidos pela mesma.

Todas as estratégias evidenciadas no contexto escolar são direcionadas pela direção e para qualquer dúvida e os orientadores estão constantemente ligados aos professores.

2.2 OBSERVAÇÃO PARTICIPANTE

O presente estágio foi realizado através da observação e regência com uma turma do primeiro ano do Ensino Fundamental de nove anos, no período vespertino. É uma turma com vinte alunos entre seis e sete anos de idade.

A professora é funcionária efetiva e tem experiência de mais de uma década com a turma de alfabetização, gosta do que faz e se sente realizada ao contribuir com o processo de alfabetização dos seus alunos.

A turma demonstra interesse e participação nas atividades em sala de aula, porém são bem ativos e conversam durante todo o momento, exigindo assim a participação ativa da professora que, por sua vez, procura deixá-los sempre com atividades e bastante ocupados.

A sala de aula é um espaço, arejado, amplo e localizado numa parte em que os alunos de outras séries não interferem com barulho e tiram a atenção das crianças. No entanto, a professora organizou vários cantinhos na sala para que a criança, ao terminar as atividades, possa participar dos mesmos. Esses cantinhos são: leitura, jogos, brinquedos e pintura.

A turma do primeiro ano sala de aula, além da professora regente, tem três aulas de Educação Física,duas de Arte e uma de Inglês com outros professores. A professora regente acompanha as crianças na aula de informática dada por outro professor de acordo com o tema proposto por ela.

As crianças chegam à escola com os pais ou com o transporte escolar gratuito, oferecido pela Prefeitura Municipal e tem aula das treze às dezessete horas com intervalo de vinte minutos para a pausa ou lanche.

A professora faz o seu planejamento com planos diários nas diversas disciplinas de acordo com um planejamento mensal organizado juntamente com todas as professoras da rede municipal de educação (por séries).

Durante a participação nos estágios foi possível perceber que o trabalho desenvolvido no primeiro ano é uma base de todo o processo educacional, pois mesmo a criança vinda com uma enorme quantidade de informações variadas do ambiente familiar e até mesmo da Educação Infantil, é preciso organizar tudo isso através de atividades que possam suscitar o seu interesse, criatividade e imaginação, na construção do seu processo de alfabetização, no início pela construção da leitura e escrita.

A experiência do professor alfabetizador é extremamente fundamental para que todo o processo tenha êxito, mesmo porque ao evidenciar os estágios com as atividades propostas, percebeu-se o quanto

...

Baixar como (para membros premium)  txt (17.5 Kb)  
Continuar por mais 10 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com