TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

EVIDÊNCIAS DE APLICAÇÃO DAS TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE AS PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS EM UMA ORGANIZAÇÃO DE MÉDIO PORTE.

Trabalho Universitário: EVIDÊNCIAS DE APLICAÇÃO DAS TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE AS PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS EM UMA ORGANIZAÇÃO DE MÉDIO PORTE.. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  11/5/2013  •  6.018 Palavras (25 Páginas)  •  931 Visualizações

Página 1 de 25

EVIDÊNCIAS DE APLICAÇÃO DAS TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE AS PRÁTICAS ADMINISTRATIVAS EM UMA ORGANIZAÇÃO DE MÉDIO PORTE.

Atividades Práticas Supervisionadas – trabalho apresentado como exigência para a avaliação das disciplinas do 2° semestre, do curso de Administração da Universidade Paulista

Orientador: Prof°. Pedro Mahfuz Junior.

SANTOS

2012

1. INTRODUÇÃO

Administradores são profissionais que organizam, planejam e orientam o uso dos recursos financeiros, físicos, tecnológicos e humanos das empresas, buscando soluções para todo tipo de problema administrativo. Criam métodos, planejam atividades, organizam o funcionamento dos vários setores da empresa, calculam despesas e garantem a perfeita circulação de informações e orientações.

Ele deve planejar, organizar e controlar as atividades de empresas públicas e privadas, além de traçar estratégias e métodos de trabalho nas mais variadas áreas - rural, hospitalar, agroindustrial, escolar, financeira e muitas outras. Seu papel é fundamental nas situações de crise, pois cabe a ele definir onde investir o dinheiro e como equilibrar a saúde financeira e produtiva da empresa.

Neste artigo buscou-se realizar pesquisa bibliográfica sobre as teorias da Administração e estudo de caso. Os resultados da pesquisa aplicada encontram-se no capítulo Estudo de caso.

2. Revisão Conceitual

Conforme Chiavenato (2011), o primeiro período de Taylor corresponde à época da publicação de seu livro Shop Management (1903), sobre as técnicas de racionalização do trabalho do operário, por meio do Estudo de Tempos e Movimentos (Motion-Time Study). Taylor começou por baixo, junto com os operários no nível de execução, efetuando um paciente trabalho de análise das tarefas de cada operário, decompondo os seus movimentos e processos de trabalho para aperfeiçoá-los e racionalizá-los. Verificou que o operário médio e com o equipamento disponível produzia muito menos do que era potencialmente capaz. Concluiu que se o operário mais produtivo percebe que obtém a mesma remuneração que o seu colega menos produtivo, acaba se acomodando, perdendo o interesse e não produzindo de acordo com sua capacidade. Então a necessidade de criar condições de pagar mais ao operário que produz mais. Resumindo, em Shop Management, Taylor diz que:

1. O objetivo da Administração é pagar salários melhores e reduzir custos unitários de produção;

2. Para realizar tal objetivo, a Administração de aplicar métodos científicos de pesquisa e experimentos para formular princípios e estabelecer processos padronizados que permitam o controle das operações fabris;

3. Os empregados devem ser cientificamente selecionados e colocados em seus postos com condições de trabalho adequadas para que as normas possam ser cumpridas;

4. Os empregados devem ser cientificamente treinados para aperfeiçoar suas aptidões e executar uma tarefa para que a produção normal seja cumprida;

5. A Administração precisa criar uma atmosfera de íntima e cordial cooperação com os trabalhadores para garantir a permanência desse ambiente psicológico.

O segundo período de Taylor corresponde à publicação do seu livro The principles of scientific management (1911), quando concluiu que a racionalização do trabalho operário deveria ser acompanhada de uma estrutura geral para tornar coerente a aplicação dos seus princípios na empresa como um todo. Á partir daí desenvolveu seus estudos sobre a Administração geral, a qual denominou Administração Científica, sem deixar de lado sua preocupação quanto à tarefa do operário. Para Taylor, as indústrias de sua época padeciam de três males:

1. Vadiagem sistemática dos operários, que reduziam a produção a cerca de um terço da que seria normal, para evitar a redução das tarifas de salários pela gerência. Há três causas determinantes da vadiagem no trabalho:

• O engano disseminado entre os trabalhadores de que o maior rendimento do homem e da máquina provoca desemprego;

• O sistema defeituoso de Administração que força os operários à ociosidade no trabalho a fim de proteger seus interesses pessoais;

• Os métodos empíricos ineficientes utilizados nas empresas, com os quais o operário desperdiça grande parte de seu esforço e tempo;

2. Desconhecimento, pela gerência, das rotinas de trabalho e do tempo necessário para sua realização;

3. Falta de uniformidade das técnicas e dos métodos de trabalhos.

Para sanar esses três males, Taylor idealizou o Scientific management difundido sob os nomes de Administração Científica, Sistema de Taylor, Gerência Científica, Organização Científica no Trabalho e Organização Racional do trabalho. Segundo Taylor, o Scientific Management é uma evolução e não uma teoria, tendo como ingredientes 75% de análise e 25% de bom senso. Para Taylor, a implantação da Administração Científica deve ser gradual e obedecer a um período de quatro a cinco anos para evitar alterações bruscas que causem descontentamento por parte dos empregados e prejuízo aos patrões. A Administração Científica é uma combinação de: “Ciência em lugar de empirismo. Harmonia em vez de discórdia. Cooperação e não-individualismo. Rendimento máximo em lugar de produção reduzida. Desenvolvimento de cada homem a fim de alcançar maior eficiência e prosperidade.”

Para Taylor, a organização e a Administração devem ser estudadas e tratadas cientificamente e não empiricamente. A improvisação deve ceder lugar ao planejamento e o empirismo à ciência: a Ciência da Administração. Como pioneiro, o mérito de Taylor reside em sua contribuição para encarar sistematicamente o estudo da organização. O fato de ter sido o primeiro a fazer uma analise completa do trabalho, incluindo tempos e movimentos, a estabelecer padrões de execução, treinar os operários, especializar o pessoal; incluindo tempos e movimentos , a estabelecer padrões de execução, treinar os operários, especializar o pessoal; inclusive o de direção: instalar uma sala de planejamento, em resumo, assumir uma atitude

...

Baixar como (para membros premium)  txt (41.7 Kb)  
Continuar por mais 24 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com