TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Elementos De Máquinas

Exames: Elementos De Máquinas. Pesquise 791.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  2/11/2014  •  1.241 Palavras (5 Páginas)  •  123 Visualizações

Página 1 de 5

...

ETAPA 1 / PASSO 1:

A soma dos últimos algarismos dos RA’S dos integrantes do grupo.

4+8+9+5+6=32  final 2.

Valor da Carga: 3000 lbf.

PASSO 2:

Deformação Elástica:

Toda deformação Elástica acontece por meio de uma tensão não proporcional, esse tipo de deformação é reversível, pois uma vez retirada a tensão que ocasionou, ou seja, retirada da força, a deformação do material volta ao normal.

Ela está relacionada com a rigidez do material, diretamente com as forças das ligações interatômicas, decorrente do deslocamento de moléculas para novas posições na estrutura do metal.

Escoamento:

• Os mais comuns:

- Teoria da máxima tensão de cisalhamento – TMTC

- Teoria da máxima energia de distorção – TMED

Teoria da máxima tensão de cisalhamento – TMTC:

Quando a tensão de cisalhamento máxima no ponto crítico do componente atingir o mesmo valor da tensão de cisalhamento máxima do corpo de prova no momento do seu escoamento, num ensaio de tração tem-se o limite de referência no critério.

Teoria da máxima energia de distorção – TMED:

Quando a energia de distorção no ponto crítico do componente atingir o mesmo valor da energia de distorção do corpo de prova no momento do seu escoamento, iniciara também o escoamento do componente naquele ponto energia em lugar de tensão.

Fratura Frágil:

Ocorre pela propagação rápida de trincas, acompanhada de pouca ou nenhuma deformação, Nos materiais cristalinos ocorre em determinados planos cristalinos chamados planos de clivagem ou ao longo dos contornos de grão.

Fadiga:

É o fenômeno de ruptura progressiva de matérias sujeitos a ciclos repetidos de tensão ou deformação, o estudo do fenômeno é de importância para o projeto de máquinas e estruturas, uma vez que a grande maioria das folhas em serviço são causadas pelo processo de fadiga, cerca de 95%.

Corrosão:

A corrosão é a destruição para o uso de um material pela sua interação química ou eletroquímica com o meio em se encontra, não ficam inutilizados, pelo contrário, formam barreira protetora, corrosão é a transformação de um material pela sua interação química ou eletroquímica com o meio em que se encontra.

Indentação:

Os ensaios de endentação Vickers têm sido utilizados para determinar a dureza superficial em diferentes materiais, devido a sua versatilidade, estão sendo realizados vários ensaios como uma ferramenta capaz de avaliar características mecânicas como módulo de Young (E) e entre outros materiais, mas os resultados obtidos ainda geram dúvidas no meio cientifico.

Por isso, inúmeros testes não convencionais têm sido realizados para determinar suas propriedades mecânicas quem vem se destacar é Vickers.

Flambagem:

Na prática corresponde ao fenômeno de peças esbeltas se deslocam transversalmente à linha de ação de força aplicada, isso ocorre quando a força aplicada atinge um valor superior ao da carga crítica.

Barras que são executadas à compreensão axial, são conhecidas por flambagem de flexão ou flambagem de Euler ocorre em pilares metálicos e em concretos.

Desgaste:

Falhas por desgaste normalmente envolvem a perda de algum material das superfícies de peças sólidas do sistema, os movimentos mais importantes de desgaste são o deslizamento, é o rolamento e a outra combinação entre os dois, uma perda de um pequeno volume de material é o suficiente para tornar o sistema todo inoperante.

Além disso o desgaste não é visível, só é, quando é feito uma desmontagem completa, por isso é difícil a troca antecipada, só é feito quando desgaste emitem efeitos ou seja falhas.

PASSO 3:

Modos de falhas predominantes em guindastes:

As falhas são:

• Deformação Elástica: Onde se a carga for muito maior a carga suportada ele passa para o processo plástico podendo até se romper.

• Desgaste: Do tipo corrosivo em que ocorre nos ambientes normais na maioria dos materiais.

• Flambagem: Onde os esforços tendem a provocar instabilidade física nos elementos em que suportam.

POSSO 4:

ETAPA 2 / PASSO 1: GUINDASTE.

PASSO 2:

Prováveis de falha para eixo árvore do ‘’moitão’’ e quais prevenções:

• Desgaste: É a perda progressiva de material devida ao movimento relativo entre a superfície e a substância com qual entra em contato, principalmente o moitão deverá possuir dureza superficial superior aos cabos de içamento diminuindo assim sua capacidade normal de carga.

• Corrosão: Deterioração não desejada do material por meios de processos químicos ou eletroquímicos, o conjunto mecânico deverá receber tratamento e proteção das superfícies visando evitar a corrosão excessiva geralmente acompanhada de desgaste e ou fadiga podendo diminuir a vida útil do equipamento.

PASSO 3: Calculo através dos dados da etapa 1, o dimensional do eixo do “muito”...

PASSO 4: Relatório.

ETAPA 3 / PASSO 1:

2) Quais as características quanto à vida útil de cada mancal?

R: Mancais de deslizamento poderá ser prolongada seguindo alguns parâmetros, os materiais necessitam ser muito bem escolhidos e apropriados a partir do deslizamento do projeto de fabricação......

4) Fazer uma tabela com as vantagens e desvantagens de cada mancal.

Deslizamento

------ Vantagens:

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.6 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com