TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O USO DAS REDES SOCIAIS COMO DEMOCRATIZAÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO.

Por:   •  25/2/2015  •  1.986 Palavras (8 Páginas)  •  1.459 Visualizações

Página 1 de 8

INTRODUÇÃO

As redes sociais surgiram tendo como principal objetivo a criação de espaços para possibilitar a discussão de temas pessoais e profissionais e o enriquecimento de conhecimentos, favorecendo a comunicação entre as pessoas, que compartilhando ideias com outros grupos trocam informações entre inúmeros utilizadores. Assim, cresceram e modificaram a forma de fazer e receber informação, pois nelas qualquer usuário pode compartilhar uma matéria e ainda comentar sobre determinado assunto.

Mas até que ponto a democratização da informação trás consequências positivas? O processo de checagem e rechecagem da notícia, regra primordial do jornalismo, faz parte dos costumes do usuário das redes sociais? Será que as informações são jogadas aleatoriamente e disseminadas na velocidade da internet?

As simplicidades que acompanham as redes sociais impulsionaram um novo cenário na produção de notícias: o usuário produtor de informação. Vemos atualmente uma grande quantidade de blogs e sites informativos que não apenas são assinados por jornalistas, mas também por usuários que decidiram migrar para a produção da informação independente.

Se analisarmos a possibilidade de democratizar as notícias que as grandes mídias deixam passar, fazendo da internet um espaço alternativo de informação, podemos enxergar o fato como um aspecto positivo. Porém, deve- se discutir até que ponto essa produção pode ser positivamente eficiente, pois a alta demanda de informação pode confundir os usuários, que nem sempre identificam quais notícias são verdadeiras, completas e apuradas ou quais são falsas ou incompletas.

A solução seria apurar cada informação compartilhada, precisando o internauta estar atento e não consultar apenas uma fonte de informação. Aos jornalistas, cabe a filtragem da informação, bem como a manutenção da boa qualidade de notícias divulgadas na web.

OBJETIVO

Este projeto integrado tem como objetivo mostrar o uso das redes sociais como forma de transmitir e democratizar o acesso à notícia. Veremos que qualquer usuário pode divulgar e compartilhar uma matéria e até mesmo comentar sobre qualquer assunto.

Há um tempo era normal se ter em mente que a criação das redes sociais se dava apenas para a relação superficial das pessoas. Porém a internet se desenvolveu de tal maneira a fazer com que significativa parte da população do globo tenha acesso a diversas informações das mais variadas esferas e assim possam compartilha-las com milhões de pessoas ao redor do mundo.

O contato desse mecanismo nada mais é do que o chamado IMAGINÁRIO COLETIVO, onde se compartilham informações e opiniões com pessoas de seu relacionamento em tempo real e de forma LIVRE.

O que está em jogo acima de interesses financeiros e por poder da grande indústria cultural é o cerceamento da LIBERDADE DE EXPRESSÃO, cuja extensão nunca antes foi vista em nenhum outro momento da história, com o advento global da internet e a passagem da Era Industrial para a Era da Informação em Rede.

Assim cabe ao jornalista, principal guardião dos fatos verídicos, filtrar as informações, averiguando-as para que se possa transmitir apenas o real. É de extrema importância sua participação nas redes sociais, até mesmo para a melhora de seu trabalho e criação de pautas que sejam de interesse da população.

A internet e o mundo virtual das mais importantes e frequentadas redes sociais se tornou um instrumento que se usado de maneira correta torna-se de grande valia ao jornalista e ao público geral, transmitindo a informação em tempo real e de maneira simplificada.

O USO DAS REDES SOCIAIS COMO DEMOCRATIZAÇÃO DOS MEIOS DE COMUNICAÇÃO.

O papel do jornalista

O papel do jornalista hoje é severamente diferente do que era há anos atrás. Antigamente o profissional de jornalismo exercia uma função crucial na sociedade. Ele era o único a propagar informação. Atualmente, com a presença da internet e das Redes Sociais, a sociedade sobrevive sem o jornalista porque tem toda a informação a seu redor. Sua função passa a ser a melhora da informação, no sentido de filtrar o que é verdadeiro do que é falso; o que é importante do que não é.

Temos no jornalismo digital a participação dos usuários que contribuem para a utilização de fontes independentes, as incorporando ao circuito de produção de conteúdo.

Os jornalistas ao utilizarem as Redes Sociais também aumentam consideravelmente a qualidade de informações que circula na internet. Esse aumento apresenta a ele novas fontes e novas informações.

As redes são a ferramenta necessária

...

Baixar como (para membros premium)  txt (13.8 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com