TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Ponto De Equilibrio, Modelos De Sistemas De Redução De Custos E Aumento Da Produtividade

Por:   •  3/11/2013  •  2.353 Palavras (10 Páginas)  •  470 Visualizações

Página 1 de 10

ETAPA 1 - AULA TEMA: CONCEITOS BÁSICOS APLICADOS À ÀREA DE CUSTO

1 . Introdução

Nesta atividade o grupo potenciará os conhecimentos adquiridos sobre os conceitos básicos de custo, além de compreender o processo de departamentalização e rateio de custos e despesas de cada produto, para tanto o grupo analisará uma empresa fictícia aceitando ou não a fabricação de um lote de um determinado produto.

2. Desenvolvimento

O gerenciamento dos custos quando utilizada de forma correta, pode informar com mais precisão o preço de venda, evitando a insatisfação das empresas em relação as suas finanças, portanto, todo processo envolve planejamento, estimativa, orçamento e controle de custos que serão necessários para a conclusão do projeto a partir de uma previsão orçamentária.

No estudo do gerenciamento dos custos em projetos, é utilizada uma terminologia no sentido de evitar que se tenham vários nomes para um único conceito e também conceitos diferentes para uma única palavra, obtendo-se uma explicação clara, conceituando assim os custos, despesas, perdas, custo direto e indireto, custo fixo e variável , sendo os principais itens em a ser estudados a seguir:

Custo – É um gasto que está diretamente relacionado ao bem ou serviço utilizado na produção e vendas de outros bens e serviços, isto é, como custo, no momento da utilização dos fatores de produção (bens e serviços), para a fabricação de um produto ou execução de um serviço.

Despesa – Gasto relativo a bens e serviços não correlacionados com a produção, ou seja, demais gastos oriundos das funções empresariais de apoio, de venda, de pós venda e administrativa, e que tem como finalidade a obtenção de receita.

As despesas também podem ser diretas e indiretas. As diretas são utilizadas especificamente a um determinado produto, mas tradicionalmente a maioria são consideradas indiretas, como por exemplo, as despesas administrativas relacionadas a área financeira.

Perda – É um gasto que ocorre de forma não intencional, porém afeta o resultado da empresa, portanto não se compara com a despesa, exatamente por sua característica anormal e involuntária, não sendo um sacrifício feito com intenção de obtenção de receita. As perdas podem ocorrer, por exemplo, com incêndios, obsoletismo de estoques ou um período de greve.

3. Classificação de custos

Custos diretos e indiretos:

Custos diretos – São custos diretos aqueles relacionados diretamente com a produção do produto, havendo como mensurar a quantidade exata de forma objetiva e direta de cada um (bem ou serviço), não necessitando fazer rateios porque estes custos estão apropriados diretamente aos produtos.

Exemplos de custos diretos: Matéria-prima, embalagens, materiais de consumo, mão-de-obra etc.

Custo indireto – É o custo que não podemos determinar com precisão sobre cada produto, mas para que sejam apropriados aos produtos, obrigam o uso de rateios, que é a divisão dos gastos e a alocação aos produtos ou serviços como a energia elétrica da fábrica, água consumida na fábrica, lubrificantes das máquinas, salários dos supervisores ou gerentes da fábrica etc.

Custos fixos e variáveis:

Custos fixos – São os custos incorridos para se fabricar o produto, ou seja, custos que não variam com a atividade de produção como o aluguel da fábrica, manutenção, limpeza da fábrica etc.

Custos variáveis – São custos que variam proporcionalmente conforme a produção, seus valores dependem diretamente do volume produzido ou volume de vendas efetivado num determinado período, são exemplos: matéria-prima, mão-de-obra e energia elétrica da fábrica.

ETAPA 2 – AULA TEMA: CUSTOS E DESPESAS ESPECÍFICOS – MATERIAIS, MÃO-DE-OBRA, CUSTOS INDIRETOS E DESPESAS.

1. Introdução

Nesta etapa será estudado sobre Custos e Despesas Específicos (Materiais, Mão-de-obra, Custos Indiretos e Despesas) e será compreendido o processo de departamentalização e rateio de custos e despesas de cada produto, para tanto o grupo analisará uma empresa fictícia aceitando ou não a fabricação de um lote de um determinado produto.

2. Custos Específicos

2.1. Custos dos Materiais

Os custos específicos são aqueles relacionados à atividade produtiva, aplicados em empresas de produção diversificada e diretamente associados a avaliações de estoques, que se encontram no ativo da empresa e se mantém para

...

Baixar como (para membros premium)  txt (16.1 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com