TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Psicologia Jean Piaget

Pesquisas Acadêmicas: Psicologia Jean Piaget. Pesquise 790.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  26/3/2015  •  1.187 Palavras (5 Páginas)  •  395 Visualizações

Página 1 de 5

UNIP – UNIVERSIDADE PAULISTA

ICET – INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA

CURSO DE LICENCIATURA EM MATEMÁTICA

Aluno (a) Elaine Cristina Medeiros da Silva RA: C330AJ5

JEAN PIAGET

PSICOLOGIA

SOROCABA

2014/2

1 ) Quem foi Jean Piaget e porque ele ficou conhecido?

Piaget nasceu em Neuchâtel no dia 9 de agosto de 1896, demonstrou interesse por história natural desde cedo, gerou seu primeiro trabalho científico aos 11 anos, ao observar um albino em uma praça de sua cidade, estudou biologia na Suíça, dedicou-se à área de psicologia epistemológica e educação. Entre suas várias incursões no círculo científico, salienta se seus antecedentes intelectuais no campo da filosofia, da psicologia, da matemática, da lógica, da física, da biologia, além da experiência como professor de psicologia na Universidade de Genebra de 1929 a 1954. Ficou conhecido por organizar o desenvolvimento cognitivo em uma série de estágios, revolucionou as concepções de inteligência e de desenvolvimento cognitivo partindo de pesquisas baseadas na observação e em entrevistas realizadas com crianças. Piaget abriu um novo campo de estudos: a epistemologia genética que tem por objetivo saber em quais condições se desenvolve a inteligência; Fundou em 1950 o Centro Internacional de Epistemologia Genética da Faculdade de Ciências da Universidade de Genebra.

2 ) O que diz o Período Sensório Motor? Justifique.

O período sensório motor vai do nascimento até dois anos de idade aproximadamente, refere-se ao período anterior à linguagem, a vida mental reduz-se ao exercício de aparelhos reflexos, às coordenações sensoriais e motoras de fundo hereditário que correspondem as tendências instintivas, como a nutrição, as construções efetuam-se exclusivamente, apoiadas em percepções e movimentos, ou seja, por meio de uma coordenação sensória motora das ações, sem que intervenha a representação ou o pensamento, predomina nesse período uma forma de inteligência empírica, exploratória, não verbal.

A criança soma conhecimentos pela experiência, examinando e experimentando com os objetos ao seu alcance, devido a falta de função simbólica o bebê ainda não apresenta pensamento nem afetividade ligada a representações que permitam evocar pessoas ou objetos na ausência deles, entretanto é elaborado nesse período um conjunto de subestruturas cognitivas que servirão de ponto de partida para suas construções perceptivas e intelectuais, há progressão contínua dos movimentos espontâneos e do reflexo aos hábitos adquiridos e destes a inteligência. A partir dos quatro meses e meio o bebê já tem coordenação entre a visão e a compreensão, por volta dos onze ou doze meses a criança já procura novos meios para suas ações, e no fim do período sensório motor a criança já é capaz de encontrar novos meios para suas ações, diminuindo para tanto os tateios, assim a criança já é capaz de reconstruir a posição do objeto que havia desaparecido de seu ângulo de visão.

3 ) Relate o que acontece com a criança no Período Pré Operacional.

O período pré-operacional vai dos dois anos até os sete anos de idade aproximadamente, nesse período os objetos da percepção ganham representação por palavras havendo inclusive uma explosão linguística, devido a aquisição da linguagem a criança torna-se capaz de reconstruir suas ações passadas sob forma de narrativas e de antecipar suas ações futuras pela representação verbal, o principal progresso desse período é o desenvolvimento da capacidade simbólica. Entre os dois anos e os quatro anos de idade a criança começa a usar símbolos mentais que representam objetos que não estão presentes, é o período da fantasia. Com aproximadamente quatro anos, o raciocínio dominante, por ser pré-lógico e fundamentado na percepção, é denominado intuição, seu pensamento continua centrado em seu próprio ponto de vista, uma das consequências do egocentrismo, devido a sua incapacidade de assumir o papel ou se colocar sob o ponto de vista do outro. A criança considera que tudo tem uma finalidade que é servi-la, o acaso não é considerado, a essa característica dá-se o nome

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.4 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com