TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha Do Filme Ensaio Sobre A Cegueira

Por:   •  5/12/2014  •  740 Palavras (3 Páginas)  •  403 Visualizações

Página 1 de 3

Aluno: Shirley Carina da Cruz

Curso: Serviço Social, 8º período

Disciplina: Sociedade e Cultura

Professor: Leandro Malaquias

RESENHA

Filme Ensaio sobre a Cegueira

O filme Ensaio sobre a Cegueira mostra claramente o que o ser humano é capaz de fazer para sua sobrevivência, sem pensar a quem irá prejudicar, é um relato através de uma pandemia chamada de cegueira branca, onde toda população de uma cidade começa a enxergar tudo como um clarão branco e apenas uma mulher, a mulher do oftalmologista não é contaminada.

O Estado entra em estado de alerta, os isola em um manicômio, onde ninguém entra e nem sai, sem o mínimo de condições para sobreviver, o alimento com tempo já fica escasso, as condições de higiene já não vão existindo mais, eles fazem suas necessidades pelos corredores, nas roupas, aquele que necessita de medicamentos não recebem, enfim o Estado é omisso e ditador.

A partir dos acontecimentos, podemos observar que cada um ali dentro representa um tipo de comportamento animal, desde a criança inocente até a própria mulher “boazinha” que quer cuidar de todos, ali, todos lutam não mais para serem felizes, ter beleza exterior, e sim para própria sobrevivência com comportamento primitivo.

Pude perceber através desse filme, que, o ser humano é honesto, bom, amigo, até que entre numa situação que ponha em risco sua vida, quando isso acontece, é despertado vários sentimentos como egoísmo, ódio, maldade, oportunismo, falsidade dentre outros.

O primeiro exemplo foi quando a primeira vítima fica cega e um homem se mostra com boa vontade em leva-lo para casa, mas acaba roubando seu carro, aproveitou da cegueira do outro e usou de má fé, sem pensar como aquele cego estaria se sentindo, pensando que jamais aconteceria com ele.

Outro exemplo foi quando a prostituta estava no quarto com um homem e ficou cega, ele não pensou duas vezes em ajuda-la, e saiu correndo, faltou sentimento de compaixão, pois ele só queria usar o corpo dela, como se fosse um objeto descartável.

Mas o que me chamou mais atenção, foi que, o marido da mulher que enxergava, não a via mais como mulher, porque ela cuidava dele, limpava as sujeiras dele, dava comida e não tinham mais relação sexual e a traiu com outra mesmo naquela situação e ainda a ofereceu a outros homens em troca de comida, pude perceber que o ser humano é ingrato e egoísta, que coloca prioridades mais sórdidas em sua vida e não dá valor ao que tem, ou seja, enquanto a outra se doava, ele queria suprir suas necessidades.

Ali dentro ninguém mais era diferente do outro, não tinham identidade, as condições sociais, econômicas, classe, cor, todos eram iguais,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.5 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com