TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha Uma Prova De Amor

Pesquisas Acadêmicas: Resenha Uma Prova De Amor. Pesquise 800.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  5/6/2013  •  682 Palavras (3 Páginas)  •  1.470 Visualizações

Página 1 de 3

O filme uma prova de amor estrelado por Cameron Diaz é uma reviravolta nas relações familiares. A história que é levada ao conhecimento do público é causa de várias lágrimas. É impossível assistir o filme sem chorar, sem tomar posições arbitrárias enquanto a história se desenrola, sem sentir uma confusão em turbilhão de sentimentos, que certamente o mais insensível conseguirá sentir.

O filme de uma forma forte e peculiar conta a história de uma mãe, Sara Fitzgerald, que foi informada quando sua filhinha ainda tinha por volta de 3 anos que ela tinha uma forma rara de leucemia e que os tratamentos poderiam não dar em nada, sendo uma forma mais eficaz de tratamento aquela realizada por transplante de medula óssea de um parente com ela compatível, incentivando-a, embora extra-oficialmente, a ter um novo filho que seria manipulado em laboratório para se garantir o sucesso da compatibilidade.

O filme é complicado de assistir e de até mesmo suportar, justamente porque a mãe interpretada por Cameron, não mede esforços para manter a pequena viva e todos os conflitos e emoções estão sempre a for da pele, o que é fatalmente transmitido de forma real para quem assiste ao filme. Sara chega ao extremo de nem mesmo consultar a filha mais nova, destinada a ser eterna doadora de sua irmã mais velha. Daqui surge o gancho para a libertação de Kate, a alegação de emancipação médica perpetrada por Anna, que tem apenas 11 anos e irá litigar seus direitos em juízo contra os próprios pais, ainda que isso significasse a morte próxima e certa de Kate.

Ocorre que quando parecemos estar exclusivamente defendendo a menina que fora planejada em laboratório como dona de seu corpo, compreendemos que tudo não passou de uma forma da filha mais velha tentar deixar claro que já não suportava mais sofrer por causa do câncer e das formas de tratamento, e que tudo o que queria era poder descansar. Tudo foi um meio de procurar fazer sua mãe entender que era hora de aceitar que ela iria partir.

Eu não consegui ainda computar os efeitos desse filme em mim mesma. E muito menos sou nesse momento capaz de discernir (nem mesmo sei se serei um dia) o que eu faria no lugar de qualquer um dos personagens propostos nesse filme.

O que eu sei é que de alguma forma o câncer é mau e é destemido, contra tudo e todos. Discuti o tema do filme com alguns. Muitas opiniões surgiram. Mesmo porque o tema é bem familiar pra mime para os meus. Especialmente por causa dos quadros clínicos de insuficiência renal e câncer. O título do filme é “uma prova de amor”. E até agora me pergunto: de todos os personagens em conflito por uma vida que estava para encontrar seu fim neste mundo que vivemos, quem fez de fato uma prova de amor? Honestamente, não consigo assumir partido de qualquer dos personagens, e isso porque isoladamente e em conjunto, TODOS provaram seu amor uns pelos outros. Deram seu máximo para defenderem o seu amor por cada ente de sua família. Espantou-me demais a personagem da pequena Anna. Destemida, a respeito dos próprios sentimentos de perda que sua decisão traria a toda a família, amou mais obedecendo a última vontade de sua irmã. Mas é fato que não teria amado menos, caso contrariasse Kate, procurando mantê-la viva pela doação de um de seus rins.

Amor por quem reconhecemos como família, como sangue, é simplesmente indescritível. É um coração que pulsa

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com