TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Roteiro Salarial

Tese: Roteiro Salarial. Pesquise 784.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  4/9/2013  •  Tese  •  2.758 Palavras (12 Páginas)  •  143 Visualizações

Página 1 de 12

Etapa4, passo3

Roteiro Salarial

Você estaria preparado para receber uma resposta negativa?

Por se tratar de um assunto delicado é importante estar preparado para ouvir um SIM ou um NÃO. Porém, como o NÃO foi a resposta obtida inicialmente, é necessário sempre se ter um propósito, um objetivo: a busca do “SIM”. Claro que antes de partir para este procedi-mento (promoção de cargo/aumento salarial) deve-se analisar, antes de tudo, o andamento da empresa e suas condições no momento, se preparar com argumentos que possam se tornar decisórios no processo, pois certamente o superior questionará os motivos pelos quais ele de-veria atender a solicitação feita.

É fundamental ter a plena convicção de que os serviços prestados até o momento fo-ram bem administrados e que a organização reconhece o seu trabalho, todavia é necessário estar preparado para um revés, porque aquele pode não ser o momento ideal para o tão dese-jado SIM.

Caso a resposta seja negativa, tem-se a chance de tentar negociar, argumentando das especializações aplicadas à função exercida, estudos que possibilitarão adquirir mais conhe-cimento na área e experiências adquiridas durante o período de atuação naquele cargo, salien-tando as benfeitorias agregadas à Empresa quando da contratação do funcionário em questão.

A preparação de uma contraproposta também é necessária, pois reavalia os pontos positivos e negativos da primeira conversa.Sendo assim outra reunião seria necessária para apresentar novos projetos e metas a serem traçados em primeiro plano. A negociação visa-se tratar-se de uma oferta salarial justa entre o empregado e o empregador.

O importante é não desistir na primeira negativa. Se os pedidos forem considerados fora de questão, existirá a oportunidade de conseguir vantagens paralelas que possam ser tão boas quanto um salário maior. É preciso saber a hora certa de pedir e também a de recuar. Relevante se faz entender as próprias necessidades e as necessidades do empregador, sem demonstrar impaciência ou ganância para falar na questão salarial. Colocar na balança o que é esperado pela organização e o que se obteve efetivamente de resultado, além de avaliar como o solicitante está contribuindo para a Empresa atingir os resultados desejados.

Administrar essa situação e agir normalmente com transparência, seriedade e princi-palmente com profissionalismo ao superior e a organização, demonstra profissionalismo. Pre-cipitar-se diante do assunto pode ocasionar a perda de foco e numa imagem imaturo-negativa. A impaciência pode atrapalhar o processo: então é importante dar um tempo para seu superior para que ele analise a proposta e avalie as condições da Empresa para aí sim responder a soli-citação feita.

Obtendo uma resposta contrária à oferta realizada, é necessário trabalhar com a mesma transparência e profissionalismo dedicados ao trabalho realizado até o momento, aten-tando-se aos pontos argumentados pelo superior na recusa do aumento salarial, trabalhando com mais empenho nos fatos.

Portanto, os argumentos utilizados seriam bem claros e objetivos: apresentação das metas da empresa que foram alcançadas ao longo do tempo e a dedicação empenhada na bus-ca para alcançá-las, além da realização das tarefas dentro do horário comercial, evitando custos de horas para a organização. A apresentação de especializações na função, novos cursos realizados e a participação em treinamentos auxiliaria nesta negociação.

ROTEIRO DE PREPARAÇÃO PARA NEGOCIAÇÕES SALARIAIS

a)Analise a política de salário na Empresa

Pesquisar se a Empresa possui planos de carreira ou algum outro projeto que seja voltado para o desenvolvimento do funcionário, sempre focando na empresa e no desenvolvimento de carreira, não apenas no salário que será oferecido.

b) Estude sobre melhorias na função exercida por você

Analise os prós e os contras; faça uma pesquisa sobre o que é desenvolvido; converse com colegas de trabalho a fim de adquirir um breve conhecimento sobre a mesma para que seja notável seu interesse.

c) Cuidado durante a conversa em negociação

Seja prudente e objetivo mostrando que é capaz de exercer as funções e que possui qualificação para ocupar o cargo.

d) Seja verdadeiro, transparente no modo de agir

Mantenha sempre a transparência em tudo o que disser, nunca mentindo em aspecto algum sobre sua índole, formação, qualificação e disponibilidade.

e) Esqueça a ansiedade e seja confiante em seu potencial profissional

Seja flexível e articulado na conversa, criando um clima agradável e descontraído. Nesse tipo de ambiente é mais fácil chegar a um acordo amigável para ambas as partes.

f) Demonstre interesse no crescimento da Empresa

Coloque-se de forma proativa no desempenho de suas funções, enfatizando a visão que você tem da Empresa, enaltecendo o quão desenvolvida, sustentável e produtiva ela é.

g) Deixe a negociação salarial por último

Depois de cumprir todas as etapas citadas no roteiro acima descrito chegou a hora de negociar o salário. É preciso mostrar ao seu superior hierárquico que você está atualizado sobre a faixa salarial no mercado. Seja realista em responder quanto quer ganhar. Lembre-se de que o objetivo é chegar a um acordo que satisfaça ambas as partes, ou seja, uma negociação do tipo ganha-ganha.

Texto1 etapa1 passo3

Conceitos de Negociação

Segundo Martinelli e Almeida (1997), por mais que a palavra seja conhecida e u-tilizada pelas pessoas, pode-se dizer com bastante propriedade que o assunto “negociação” ainda é pouco desenvolvido no meio acadêmico. Um bom exemplo de negociação segundo eles é: quando um bebê negocia com sua mãe o momento que quer ser alimentado; mesmo não possuindo consciência de desejo, o bebê troca o ato de chorar pelo leite materno, tendo ambos sossego, um simples exemplo da negociação ganha-ganha.

Já Matos (1989), defende a idéia de que um acordo é oriundo de alvos comuns, fazendo-se a devida administração de concessões, pois no centro do processo habita o es-pírito de renúncia em favor do bem comum.

Para Steele, Murphy e Russill (1991) as negociações empregam cinco conceitos básicos para realizar seu movimento:

...

Baixar como (para membros premium)  txt (18.1 Kb)  
Continuar por mais 11 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com