TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Sistema Aberto E Fechado Trabalhos Escolares E Artigos Acadêmicos

Exames: Sistema Aberto E Fechado Trabalhos Escolares E Artigos Acadêmicos. Pesquise 790.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  20/11/2014  •  1.301 Palavras (6 Páginas)  •  507 Visualizações

Página 1 de 6

FATORES ECONÓMICO DO COMERCIO

CONFORMIDADE

Conformidade é a condição de alguém ou grupo de pessoas, de alguma coisa ou um ser, ou de um conjunto deles, estar conforme (do lat., com- "junto" + formare "formar", "dar forma" = com a mesma forma) o pretendido ou previamente estabelecido por si, por outrem ou entre diferentes pessoas ou grupos de pessoas.

A conformidade pode ser, por exemplo, o atendimento às especificações prometidas a terceiros. Os consumidores esperam que os produtos comprados tenham sua qualidade em conformidade com as especificações declaradas.

Quando se trata de instituições governamentais que atuam na regulação prescritiva, estabelecendo requisitos ou exigências regulatórias para seus entes regulados, a conformidade se dará pelo atendimento destes entes àqueles requisitos ou exigências. O não atendimento das especificações ou requisitos exigíveis, pretendidos, prometidos ou previamente estabelecidos, configura o que usualmente se chama de "não conformidade".

No relacionamento entre pessoas ou grupos, as crenças ou comportamentos de cada um ficam sujeitos à submissão, por imposição, ou à imitação, por solicitação ou pela expectativas do(s) outro(s) a uma forma, através de processos sutis de influência mútua, mesmo subconscientes ou inconscientes, ou por pressão social ou individual, direta e aberta.

Nos Sistemas da Qualidade, a conformidade se traduz pelo atendimento às especificações do produto ou processo, avaliada por meio de medições, testes ou auditorias.

• Um psicólogo de Harvard, Herbert Kelman (1958), identificou três tipos principais de influência social:

• Concordância: é a conformidade pública, enquanto conservamos nossas próprias crenças privadas.

• Identificação: é a conformidade a alguém de quem gostamos e respeitamos, tal como uma celebridade ou um tio favorito.

• Internalização: é a aceitação da crença ou comportamento, tanto pública quando privadamente.

Embora a distinção de Kelman tenha sido muito influente, as pesquisas em psicologia social têm se concentrado principalmente em duas variedades principais de conformidade:

• Conformidade informacional ou influência social informacional

• A conformidade normativa, também conhecida por influência normativa social.

Numerosos fatores, tais como tamanho do grupo, unanimidade, coesão, status, compromisso anterior e opinião pública ajudam a determinar o nível de conformidade do indivíduo em relação ao seu grupo.(Aronson, Wilson, e Akert, 2005) A conformidade contribui para a formação e a manutenção de normas sociais.

INCONFORMISMO

Inconformismo é a atitude de não seguir o que está socialmente estabelecido em determinada situação, ou coisa.

USOS DO TERMO

Na filosofia, Theodor W. Adorno é às vezes considerado como “inconformista”.

Na economia de Celso Furtado, o termo “inconformismo” se opõe a certo “reformismo”.

Na música da época da ditadura militar brasileira, Chico Buarque de Holanda pode ser considerado como inconformista.

Na arte (plástica) associa-se a obra de Hélio Oiticica com certo “inconformismo”.

FATORES QUE LEVAM AO CONFORMISMO

• União do grupo

• Dimensão do grupo

• Unanimidade de opiniões

• Autoestima

• Gênero

• Personalidade

COMPORTAMENTO

O comportamento é definido como o conjunto de reações de um sistema dinâmico, em fase às interações e renovação propiciadas pelo meio onde está envolvido. Exemplos de comportamentos são: comportamento social, comportamento humano, comportamento informacional, comportamento animal, comportamento atmosférico, etc.

Um exemplo que pode ser melhor explanado, e é descrito por Choo (2006), é o comportamento informacional que é o que o indivíduo faz com relação a informação.

ATITUDE

Atitude designa em psicologia a disposição ligada ao juízo de determinados objetos da percepção ou da imaginação - ou seja, a tendência de uma pessoa de julgar tais objetos como bons ou ruins, desejáveis ou indesejáveis. A atitude se diferencia da postura pelo maior grau de concretude dos objetos a que se refere - assim, o limite entre esses dois construtos não é claro. Como no caso das posturas, há grande dificuldade na busca de uma classificação abrangente de todas as atitudes possíveis, pois os objetos a que uma atitude se pode referir são muito heterogêneos e concretos.

Atitude foi objeto de estudo sobretudo da psicologia social e em suas subdisciplinas mais aplicadas: na psicologia política (ex. atitude em relação a determinados programas e partidos políticos), na psicologia da propaganda (atitudes em relação a produtos) e na psicologia da saúde (atitude com relação a comportamentos ligados à saúde - como fumar ou beber). A psicologia experimental dedicou-se sobretudo à pesquisa de um tipo especial de atitudes ligadas a grupos de pessoas: o preconceito.

APRENDIZAGEM ESCOLAR

Quando a educação é construída pelo sujeito da aprendizagem, no cenário escolar prevalecem a resignificação dos sujeitos, novas coreografias, novas formas de comunicação e a construção de novas habilidades, caracterizando competências e atitudes significativas. Nos bastidores da aprendizagem há a participação, mediação e interatividade, porque há um novo ambiente de aprendizagem, remodelização dos papéis dos atores e co-autores do processo, desarticulação de incertezas e novas formas de interação mediadas pela orientação, condução e facilitação dos caminhos a seguir.

Aprendizagem é um fenômeno

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.7 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com