TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

TRABALHO DE ADMINISTRAÇÃO E LEGISLAÇÃO APLICADA II

Exames: TRABALHO DE ADMINISTRAÇÃO E LEGISLAÇÃO APLICADA II. Pesquise 813.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  27/10/2014  •  480 Palavras (2 Páginas)  •  425 Visualizações

Página 1 de 2

Podemos dizer que o risco é um conjunto de fatores presentes no local de trabalho capaz de acarretar prejuízos a saúde dos trabalhadores na forma de acidente do trabalho ou doenças ocupacionais, são eles os riscos físicos, químicos, biológicos, ergonômicos e de acidentes.

Durante o período de entressafra, colaboradores de uma usina no interior de são Paulo trabalham na manutenção dos equipamentos, e em um determinado setor utilizam a ponte rolante para a retirada de peças do interior da fabrica, essa atividade é muito perigosa, porém exige do operador da ponte a atenção redobrada na hora do transporte das peças, pois existem muitos colaboradores realizando outras atividades no chão da fabrica porém, o risco existe e segue sendo ignorado por uma boa parte dos trabalhadores que não obedecem.O fator tempo na convivência com a situação de risco, sem os controles devidos visto que quanto mais tempo o individuo convive com uma determinada realidade, mais familiar ela se faz e mais difícil se torna para corrigi-la e com o passar do tempo transforma-se em normalidade perfeitamente aceita pelas pessoas que com ela convivem.

As consequências dos riscos podem ser bem piores do que imaginamos caso estes riscos tornan-se um acidente e ele terá um impacto fulminante em praticamente todos os setores: familiar, fraternal, empresarial, social e econômico. Infelizmente, a maioria das empresas e trabalhadores só notam esses aspectos quando algum acidente ocorre.

O risco é inerente a própria atividade do trabalhador sendo assim, não existe uma formula capaz de elimina-los. Utilizam-se de métodos de segurança capazes de amenizar o impacto dos riscos sobre o ser humano nas condições adversas enfrentadas nas suas atividades laborais resguardando o mais possível a vida e saúde do trabalhador.

Um desses métodos é a elaboração do mapa de risco dentro das empresas que é uma representação gráfica de um conjunto de fatores presentes nos locais de trabalho, capazes de acarretar prejuízos à saúde dos trabalhadores como acidentes ou doenças de trabalho que tem origem nos diversos elementos do processo de trabalho (materiais, equipamentos, instalações, suprimentos e espaços de trabalho) e a forma de organização do trabalho (arranjo físico, ritmo de trabalho, método de trabalho, postura de trabalho, jornada de trabalho, turnos de trabalho).

Cabe ao membros da CIPA juntamente com representantes de cada setor da empresa o mapeamento dos ricos existes no qual estão expostos diariamente com a finalidade de informar e conscientizar os trabalhadores acerca dos riscos existentes no local de trabalho, reunir as informações necessárias para estabelecer o diagnóstico da situação de segurança e saúde no trabalho, no ambiente laboral, e possibilitar, durante a sua elaboração, a troca e divulgação de informações entre os trabalhadores, bem como estimular sua participação nas atividades de prevenção.

Não nos resta duvida sobre a importância e necessidades de buscar um ambiente mais próximo do livre de riscos, pois os reflexos deles incide sobre diversas áreas da sociedade no caso de acidente.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.1 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com