TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Tecnologia Da Gestao

Trabalho Escolar: Tecnologia Da Gestao. Pesquise 860.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  28/5/2014  •  1.024 Palavras (5 Páginas)  •  191 Visualizações

Página 1 de 5

NOVAS COMPETÊNCIAS DE GESTÃO

Às competências clássicas anteriores acrescentam-se as seguintes, relacionadas com as novas formas de exercício de tarefas, a diversidade de competências e de culturas das pessoas, e a necessidade de mudança:

- De Liderança Partilhada (“dispersed leadership”)

- De Delegação de poderes (“Empowering”)

- De estabelecimento de Relações de colaboração (“Collaborative relationships”)

- De construção de Equipas (“Team-building”)

- De Aprendizagem (“Learning organization”)

ACTIVIDADES DE UM GESTOR

Variadas, complexas e, não raro, exercidas em ritmos elevados.

Henry Mintzberg sugere que as actividades podem ser organizadas em três categorias:

- Informacional – criar e desenvolver uma rede de informação. Monitor, disseminador, porta-voz (da organização). As competências conceptuais e humanas são as mais solicitadas.

- Interpessoal – de relacionamento com as pessoas, líder e de representação dentro da organização. As competências humanas são particularmente necessárias.

- Decisional – Sobre os acontecimentos para os quais o Gestor tem que fazer uma escolha e tomar uma acção. Requerem competências conceptuais e humanas.

AS FUNÇÕES DE GESTÃO E AS FUNÇÕES OPERACIONAIS

Na prática as funções de gestão raramente são exercidas em exclusivo, pois os gestores também realizam tarefas operacionais.

Mas como regra geral pode-se dizer que nos níveis de gestão mais baixo muitas vezes as tarefas operacionais dominem e ocupem mais tempo que as funções de gestão mas à medida que se sobe no nível de gestão, diminui a parte operacional das tarefas do gestor.

FUNÇÃO FUNÇÃO

DE DE

GESTÃO OPERAÇÃO

OS TIPOS DE ORGANIZAÇÕES

Como já vimos, cria-se uma organização quando duas ou mais pessoas decidem juntar esforços para fazer em conjunto aquilo que não conseguiriam fazer (ou fariam com dificuldade) sozinhas.

Há muitos tipos de organizações mas podemos classificá-las em:

• Organizações económicas – (empresas) - são as que produzem bens e serviços com o objectivo de se ganhar dinheiro (lucro).

• Organizações religiosas

• Organizações governamentais

• Organizações sociais ou culturais

• Organizações não lucrativas

que fornecem produtos e serviços sem fins lucrativos. As Organizações Não Governamentais (ONG’s) são um exemplo disso.

As empresas são assim um caso especial de organizações.

A grande novidade nos dias de hoje é que os modernos métodos de gestão, desenvolvidos para gerir empresas, começam também a ser aplicados a outros tipos de organizações que não têm como objectivo o lucro mas que se preocupam quer com o objectivo no interior da organização de bem aplicar os recursos (eficiência) quer com o objectivo externo de atingirem os fins e as metas de serviço que constam do seu objectivo social (eficácia). Assim, as empresas (devido à pressão competitiva do lucro), inovam nos novos métodos e ferramentas de gestão e depois essas inovações são introduzidas nas outras organizações. O mesmo acontece com os automóveis em que as inovações são desenvolvidas nas corridas (devido à pressão competitiva para vencer) e depois são passadas para os nossos carros!

Por outro lado, as preocupações sociais que antigamente só existiam nas organizações sem fins lucrativos começam hoje a ser crescentemente incorporados nas empresas dos países desenvolvidos. Assim, no mundo de hoje as empresas, não têm só o objectivo do lucro, têm responsabilidade sociais perante a sociedade pois que se uma empresa existe é porque há um contrato social implícito entre a empresa e a sociedade. È o conceito de responsabilidade social das empresas, muito em voga nas sociedades desenvolvidas.

Neste contexto, assiste-se a uma convergência crescente entre empresas e organizações não lucrativas no que toca aos métodos de gestão e à responsabilidade social.

“CORPORATE GOVERNANCE” (GOVERNAÇÃO DAS EMPRESAS)

É um tema que está muito na moda na sequência dos escândalos financeiros surgidos em vários empresas americanas e europeias.

“Corporate governance” – significa no fundo o conjunto de boas práticas de gestão que tornam possíveis e boa governação das empresas.

Quando

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.5 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com