TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho Ergonomia

Dissertações: Trabalho Ergonomia. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  5/9/2013  •  362 Palavras (2 Páginas)  •  587 Visualizações

Página 1 de 2

1 Quais são os principais objetivos da Ergonomia?

A Ergonomia, pois, é a ciência aplicada a facilitar o trabalho executado pelo homem, sendo que interpreta-se aqui a palavra “trabalho” como algo muito abrangente, em todos os ramos e áreas de atuação. É, portanto uma ciência que pesquisa, estuda, desenvolve e aplica regras e normas a fim de organizar o trabalho, tornando este último compatível com as características físicas e psíquicas do ser humano. Para que isto seja possível, uma infinidade de outras ciências é usada pela Ergonomia, para que o profissional que desenvolve projetos Ergonômicos obtenha os conhecimentos necessários e suficientes e resolva uma série de problemas identificados num ambiente de trabalho, ou no modo como o trabalho é organizado e executado. Melhorias do trabalho as capacidades naturais do homem, pela organização de métodos e construção de máquinas e equipamentos adequadas as características de cada pessoa; (Normas Técnica)

Aumentar a eficiência do trabalhador ao longo do tempo, pois trabalhador doente não gera lucro, e sim, prejuízo; (Exigência Econômica)

Prevenção de acidentes e doenças profissionais, e sendo mais relacionadas a informática, doenças( musculoesquelético;) (Exigência Social)

Redução da fadiga e desconforto físico e mental do trabalhador.

2 Que aspectos caracterizam os estudos precursores da Ergonomia até a II Guerra Mundial?

Oficialmente, a Ergonomia nasceu em 1.949, derivada da época da 2ª Guerra

Mundial. Durante a guerra, centenas de aviões, tanques, submarinos e armas foram rapidamente desenvolvidas, bem como sistemas de comunicação mais avançados e radares. Ocorre que muitos destes equipamentos não estavam adaptados às características perceptivas daqueles que os operavam, provocando erros, acidentes e mortes. Como cada soldado ou piloto morto representava problemas seríssimos para as Forças Armadas, estudos e pesquisas foram iniciados por Engenheiros, Médicos e Cientistas, a fim de que projetos fossem desenvolvidos para modificar comandos (alavancas, botões, pedais, etc.) e painéis, além do campo visual das máquinas de guerra. Iniciava-se, assim, a adaptação de tais equipamentos aos soldados que tinham que utilizá-los em condições críticas, ou seja, em combate senso assim as formas tradicionais de resolução do conflito ente homens e máquinas. aspectos mais caracterizantes eram: pela maior eficiência das máquinas, por uma informatização cada vez mais difundida e por uma automatização.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.5 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com