TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Transtorno Bipolar

Por:   •  1/11/2013  •  4.844 Palavras (20 Páginas)  •  439 Visualizações

Página 1 de 20

TRANSTORNO BIPOLAR - NEUROPSIQUIATRIA

CONHECENDO O INIMIGO

NO PASSADO, O TRANSTORNO BIPOLAR ERA CONHECIDO PELO NOME DE PSICOSE MANÍACO-DEPRESSIVA, UMA DOENÇA PSIQUIÁTRICA CARACTERIZADA POR ALTERNÂNCIA DE FASES DE DEPRESSÃO E DE HIPEREXCITABILIDADE OU MANIA. NESTA FASE, A PESSOA APRESENTA MODIFICAÇÕES NA FORMA DE PENSAR, AGIR E SENTIR E VIVE NUM RITMO ACELERADO, ASSUMINDO COMPORTAMENTOS EXTRAVAGANTES COMO SAIR COMPRANDO COMPULSIVAMENTE TUDO O QUE VÊ PELA FRENTE, OU ENTÃO INVESTINDO EM EMPREENDIMENTOS ACREDITANDO QUE RENDERÃO LUCROS VERTIGINOSOS DE OU ENVOLVENDO-SE EM EXPERIÊNCIAS PERIGOSAS SEM LEVAR EM CONTA O MAL QUE PODEM CAUSAR.

SABE-SE QUE OS TRANSTORNOS BIPOLARES ESTÃO ASSOCIADOS A ALGUMAS ALTERAÇÕES FUNCIONAIS DO CÉREBRO, QUE POSSUI ÁREAS FUNDAMENTAIS PARA O PROCESSAMENTO DE EMOÇÕES, MOTIVAÇÃO E RECOMPENSAS. É O CASO DO LOBO PRÉ-FRONTAL E DA AMÍGDALA, UMA ESTRUTURA CENTRAL QUE POSSIBILITA O RECONHECIMENTO DAS EXPRESSÕES FISIONÔMICAS E DAS TONALIDADES DA VOZ. JUNTO DELA, ESTÁ O HIPOCAMPO QUE É DE VITAL IMPORTÂNCIA PARA A MEMÓRIA. A PROXIMIDADE DESSAS DUAS ÁREAS EXPLICA POR QUE NÃO SE PERDEM AS LEMBRANÇAS DE GRANDE CONTEÚDO EMOCIONAL. POR ISSO, JAMAIS NOS ESQUECEMOS DE ACONTECIMENTOS QUE MARCARAM NOSSAS VIDAS, COMO O DIA DO CASAMENTO, DO NASCIMENTO DOS FILHOS OU DO LUGAR ONDE ESTÁVAMOS QUANDO O BRASIL GANHOU O CAMPEONATO MUNDIAL DE FUTEBOL.

OUTRO COMPONENTE ENVOLVIDO COM OS TRANSTORNOS BIPOLARES É A PRODUÇÃO DE SEROTONINA NO TRONCO-CEREBRAL (O CÉREBRO ARCAICO), UMA SUBSTÂNCIA IMPRESCINDÍVEL PARA O FUNCIONAMENTO HARMONIOSO DO CÉREBRO.

DISCUTINDO A NOMENCLATURA

POR QUE, NOS ANOS 1980, A ANTIGA PSICOSE MANÍACO-DEPRESSIVA PASSOU A CHAMAR-SE TRANSTORNO BIPOLAR?

VALENTIM GENTIL Fº – ANALISANDO SEPARADAMENTE OS ELEMENTOS QUE COMPÕEM ESSE NOME, PODE-SE DIZER QUE A PALAVRA PSICOSE CARREGA A CONOTAÇÃO DE ESTIGMA, ISTO É, DE MARCA INFAMANTE, VERGONHOSA. MANÍACO, POR SUA VEZ, É UM TERMO TÉCNICO DERIVADO DO GREGO E SIGNIFICA LOUCURA. DE FATO, NA FASE DE HIPEREXCITABILIDADE, O INDIVÍDUO É O ESTEREÓTIPO DO LOUCO, JÁ QUE SUAS ATITUDES DESTOAM, E MUITO, DO PADRÃO NORMAL DE SEU COMPORTAMENTO. DEPRESSIVO ERA O TERMO MAIS BRANDO DOS TRÊS E QUE MENOS IMPACTO CAUSAVA. POR ISSO, CONSIDEROU-SE QUE A EXPRESSÃO PSICOSE MANÍACO-DEPRESSIVA ERA PESADA DEMAIS PARA DESIGNAR UMA DOENÇA QUE, DE CERTA FORMA, NÃO ERA TÃO TERRÍVEL QUANTO O NOME FAZIA SUPOR. NA VERDADE, TRATA-SE DE UM TRANSTORNO DE HUMOR QUE OSCILA ENTRE O POLO DA EUFORIA, DA MANIA OU DA HIPOMANIA, DO QUAL FAZ PARTE ESSE COMPORTAMENTO EXCITADO E DESORGANIZADO, E O POLO DA DEPRESSÃO, RETOMANDO A PESSOA DEPOIS O EQUILÍBRIO SEM GRANDES PREJUÍZOS COMPORTAMENTAIS NEM NA INTEGRAÇÃO DAS EMOÇÕES E DOS PENSAMENTOS.

DE QUALQUER MODO, A PALAVRA PSICOSE NÃO ERA DE TODO DESCABIDA PORQUE, DURANTE A CRISE, ALGUMAS PESSOAS FICAM REALMENTE PSICÓTICAS, OU SEJA, APRESENTAM UMA AFECÇÃO MUITO GRAVE DA PSIQUE COM ALUCINAÇÕES E DELÍRIOS, O GRAU EXTREMO DESSE TRANSTORNO DE HUMOR. A PARTIR DO MOMENTO, PORÉM, EM QUE ESSA AFECÇÃO GRAVE RECEBE TRATAMENTO EFICAZ E ADEQUADO, O QUADRO TORNA-SE BENIGNO A TAL PONTO QUE É POSSÍVEL CONVIVER COM PESSOAS PORTADORAS DE TRANSTORNO BIPOLAR DE HUMOR SEM IDENTIFICAR O PROBLEMA.

A MUDANÇA DE NOMENCLATURA OCORREU, ENTÃO, PARA DIMINUIR O ESTIGMA E PARA ESTABELECER DISTINÇÃO ENTRE ESSE TIPO DE TRANSTORNO E AS DEPRESSÕES UNIPOLARES QUE NUNCA EVOLUEM PARA A FASE DE EUFORIA, DE MANIA OU HIPOMANIA. ALÉM DISSO, ESSA DISTINÇÃO FOI IMPORTANTE PARA VERIFICAR SE BIOLOGICAMENTE AS PATOLOGIAS ERAM DIFERENTES E, PORTANTO, EXIGIAM CONDUTAS ESPECIAIS DE TRATAMENTO.

EUFORIA PATOLÓGICA

TODOS ATRAVESSAMOS NA VIDA FASES DE GRANDE EUFORIA E DE GRANDES TRISTEZAS. COMO DIFERENCIAR O QUADRO NORMAL DO PATOLÓGICO?

VALENTIM GENTIL Fº – EM PSIQUIATRIA, OS TERMOS AINDA NÃO ATINGIRAM A ESPECIFICIDADE NECESSÁRIA. POR EXEMPLO, ETIMOLOGICAMENTE, A PALAVRA EUFORIA QUER DIZER HUMOR NORMAL, BOM HUMOR. SE O INDIVÍDUO ESTÁ EUFÓRICO NO CARNAVAL, NO DIA DO ANIVERSÁRIO OU PORQUE GANHOU UM PRÊMIO OU UM CAMPEONATO, ISSO NADA TEM DE ANORMAL NEM DE PATOLÓGICO. O QUE CHAMA A ATENÇÃO É A DESPROPORÇÃO ENTRE AS CIRCUNSTÂNCIAS E AS REAÇÕES, OU SEJA, O COMPORTAMENTO É DESPROPORCIONAL AOS FATOS OU INADEQUADO AO AMBIENTE. A PESSOA ESTÁ ALEGRE E EUFÓRICA, QUANDO NADA AO REDOR JUSTIFICA TAIS SENTIMENTOS. COMO SUA AUTOCRÍTICA ESTÁ COMPROMETIDA, AGE COMO SE ESTIVESSE (E NÃO ESTÁ) SOB O EFEITO DO ÁLCOOL OU DE DROGAS. SEU PENSAMENTO FICA ACELERADO E DESORGANIZA-SE DE TAL MODO QUE OS ASSUNTOS SURGEM EM TUMULTO E É DIFÍCIL ACOMPANHAR SUA LINHA DE RACIOCÍNIO.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (32.2 Kb)  
Continuar por mais 19 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com