TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Critica Sobre a Peça Cócegas

Por:   •  14/9/2020  •  Resenha  •  435 Palavras (2 Páginas)  •  5 Visualizações

Página 1 de 2

ETEC Prefeito Braz Paschoalin

Angel Fernandes N°01

Quevelin Vitoria N°34

Crítica sobre a peça Cócegas

A mulher do terceiro milênio

Como vemos muitas vezes em nosso dia a dia muitas pessoas são multitarefas, na maioria das vezes são mulheres pois tem muitas coisas a fazer num espaço de tempo que se tornou pequeno (24h deixaram de ser suficientes para trabalhar, cuidar dos filhos, cozinhar, arrumar a casa, estudar, se exercitar, etc.) então para poder fazer tudo o que tem que fazer, acaba fazendo tudo junto. Isso muitas vezes resolve o problema de falta de tempo, mas acaba trazendo outros problemas como estresse e má qualidade de vida. Como vemos nessa cena a mulher parecia estar estressada, mas tendo que fazer muitas coisas.

Na situação proposta na peça estava relativamente tudo bem ela fazer várias coisas ao mesmo tempo (não havia um risco iminente), mas agora imagine ela no meio do transito tendo que fazer uma ligação para alguém, pensando o que ela vai comprar no mercado e o que vai fazer de janta e ter que buscar o filho na escola daqui a meia hora, o perigo que ela está correndo é muito grande, e é o risco que milhares de pessoas correm todos os dias. A saúde mental fica seriamente comprometida. Mães atualmente precisam ser tudo, muitas vezes ser até pai e mãe, o que causa uma sobrecarga terrível na vida da mesma.

Maricson

Esse ato da peça trata sobre um relacionamento de dependência doentia e nem um pouco saudável, a esposa se sente sufocada no casamento, mas não consegue se desprender do marido. Ela vive de forma insatisfatória e sofre com a falta de atenção, sempre sozinha e sentindo-se desprezada. É notório que ela passa pelas mesmas situações todos os dias e sempre repete os mesmos atos, mas sua forma doentia de amar a faz ficar ali, se contentando com o pouco que recebe do marido (o que é provado na cena que, ainda ignorando-a o mesmo arruma o que ela destruiu).

Isso nos traz uma crítica de quantos casamentos infelizes existem por aí, quantos relacionamentos abusivos estão escondidos por trás de paredes e que muitas vezes podem ser milhares de vezes pior do que é retratado na peça. Uma esposa que sofre dentro de casa, lesada do amor do marido e com problemas psicológicos escondidos por traz de sua carência. Quando não reciprocidade no relacionamento, um dos indivíduos sairá lesado, ainda mais se há uma dependência pela parte lesada, o que a faz sofrer e ser impedida de ser realmente feliz. Precisamos acima de tudo compreender o que nos faz bem e não aceitar uma vida regada por migalhas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.6 Kb)   pdf (35.3 Kb)   docx (7.7 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com