TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Auguste Comte

Trabalho Escolar: Auguste Comte. Pesquise 791.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  5/11/2013  •  960 Palavras (4 Páginas)  •  443 Visualizações

Página 1 de 4

Introdução.

O surgimento da sociologia ocorre num contexto histórico específico, que coincide com os derradeiros momentos da desagregação da sociedade feudal e da consolidação da civilização capitalista, ela surge como resposta intelectual aos acontecimentos existentes na Europa do Séc. XIX; as transformações ocorridas na Europa da baixa idade média propiciaram mudanças que levaram ao surgimento da sociologia como disciplina e objeto de estudo de vários pesquisadores inclusive Auguste Comte.

Augusto Comte.

Isidore Auguste Marie François Xavier Comte, filósofo e matemático francês, nasceu em Montpelier a 19 de janeiro de 1798. Foi fundador do Positivismo. Fez seus primeiros estudos no Liceu de Montpellier, ingressando depois na escola Politécnica de Paris, de onde foi expulso em 1816 por ter-se rebelado contra um Professor. Foi então estudar medicina em Montpellier, mas logo regressou a Paris, onde passou a viver de aulas e colaborações em jornais.Em 1818 foi discípulo de Saint-Simon, de quem seguiu a orientação para o estudo das ciências sociais, mas com o qual se indispôs em 1824.Em 1826, começou a elaborar as lições do Curso de Filosofia Positiva, Sofrendo,porém, sério esgotamento nervoso, viu-se obrigado a interromper seu trabalho. Já recuperado, publica, de 1830 a 1842, sua primeira grande obra: Curso de Filosofia Positiva, constituída de seis volumes. Foi mestre repetidor examinador na Escola Politécnica, funções de que foi destituído em 1844 e 1845 respectivamente. Viveu, daí por diante, de aulas particulares – tendo por alunos vários brasileiros – e de contribuições pecuniárias de amigos.A partir de 1846 toda sua vida e obra passaram a ter um sentido religioso. Desligou-se do magistério, dedicando-se mais às questões espirituais. Deixou de ser católico e fundou a religião da Humanidade. Para propagar sua nova religião, manteve correspondência com monarcas, políticos e intelectuais de toda parte, tentando por em prática suas idéias de reformador social. Emitiu sucessivamente as idéias da “virgem mãe”, a adoração da humanidade, da organização da sociedade pela ciência. Sociologia que a princípio Comte denominou “Física Social “é um vocábulo criado por ele no seu Curso de Filosofia Positiva. Para Comte, a sociologia procura estudar e compreender a sociedade, para organizá-la e reformá-la depois. Acreditava que os estudos das sociedades deveriam ser feitos com verdadeiro espírito científico e a objetividade. O pensamento de Comte provocou polêmicas no mundo todo e reformulações de teorias até então incontestáveis. Sua influência foi imensa quer como filósofo social quer como reformador social, principalmente sobre os republicanos brasileiros.

O centro da filosofia de Comte está na idéia de que a sociedade só pode ser reorganizada através de uma completa reforma intelectual do homem. Ao contrário de outros pensadores de sua época (Saint-Simon e Fourier – socialistas utópicos) que acreditavam que seria necessária também uma reforma das instituições, Comte achava que era preciso dar aos homens novos hábitos de pensar de acordo com o estado das ciências de seu tempo.

Seu pensamento está estruturado em três temas básicos: 1 - Uma filosofia da história para mostrar os motivos pelos quais uma maneira de pensar – O POSITIVISMO

– deve imperar sobre os homens; 2 - Uma fundamentação e uma classificação das ciências, baseadas na filosofia positiva; 3 - E uma sociologia, que determinando as estruturas e os processos de modificação das sociedades, permitisse a reforma prática de suas instituições e do próprio homem. Devendo-se acrescentar a esse sistema a forma religiosa assumida pelo plano de renovação social.

Três etapas do pensamento comtiano: A filosofia da história pode ser sintetizada na lei dos três estados, segundo a qual todas as ciências e o espírito humano desenvolvem-se através de três fases distintas: a teológica, a metafísica e a positiva.Na primeira etapa de seu pensamento reflete sobre a sociedade de seu tempo,como a maioria dos seus contemporâneos do século XIX. Segundo ele, um certo tipo de sociedade – a teológico-militar – está em vias de desaparecer para dar lugar a outra positiva e industrial.A sociedade teológico-militar era sua definição para a sociedade feudal, cujo

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.7 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com