TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

PLANEJAMENTO SOCIAL

Casos: PLANEJAMENTO SOCIAL. Pesquise 804.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  28/10/2014  •  2.340 Palavras (10 Páginas)  •  190 Visualizações

Página 1 de 10

O planejamento é basicamente um processo de racionalidade. Ele nada mais é do que o exercício de racionalidade e ordenação das ações, inerente ao desenvolvimento do ser humano. Sendo assim, cotidianamente o utilizamos como processo de prospecção do futuro, a partir da nossa realidade.

Quanto ao planejamento em Serviço Social, BARBOSA apresenta em seu trabalho, apontamentos históricos pertinentes a esta questão, diz ele: "o planejamento sempre esteve presente no Serviço Social, desde sua primeira sistematização em 1917 por Mary E. Richmond" (BARBOSA, 1980, p.121).

Sendo assim a racionalidade como "atributo essencial do processo de ação planejada do Serviço Social foi fator desencadeador para a conformação e o reconhecimento da profissão." (BARBOSA, 1980, p.61).

Inicia-se então o ensino da disciplina de Planejamento na formação do assistente social, variando sua inclusão nos currículos de país para país, conforme foi ocorrendo a preocupação de rever o próprio Serviço Social e a conseqüente instrumentalização de seus profissionais. (BARBOSA, 1980, p.121)

O planejamento social proporciona maior interação entre profissionais e sociedade tendo como objetivo as singularidades.

Ele é um processo contínuo e dinâmico, devendo ser analisado constantemente,

O planejamento necessita dos atos de reflexão-decisão-ação-reflexão, o que explica o planejamento social como uma "decisão a planejar".

O planejamento se realiza por aproximações segundo Baptista (2007,p.79). São elas:

1ª ? Construção do objeto;

2ª ? Estudo de situação;

3ª-Construção de referenciais teóricos

4ª-Levantamento de pressupostos;

5ª-Coleta de dados

6ª-Organização e análise;

7ª-Identificação de propriedade de intervenção;

8ª- Definição de objetivos e estabelecimentos de metas;

9ª-Analise de alternativas de intervenção;

10ª-Planificação;

11ª-Implementação;

12ª-Implantação e execução;

13ª-Controle;

14ª-Avaliação;

15ª-Retomada do processo.

Mesmo se estas aproximações se apresentarem nesta sequencia lógica, continua e dinâmica, na pratica este processo nem sempre é identificado desta ordenação.( Baptista, 2007).

O processo de planejamento é cíclico, que começa com a reflexão da situação e, concomitante ao processo,Max denomina este processo de união do pensamento e da ação como práxis social.

Apresentando e contextualizado as aproximações divido-as em: Reflexão da1ª a 5ª, decisão da 6ª a 8ª e ação da 9ª a 15ª.

A primeira fase é a da reflexão que engloba da primeira a quinta etapa, Na primeira é elaborada a construção do objeto, delimitar o objeto, saber o que planejar, qual o seguimento da realidade lhe é proposto como desafio.

Perfeitamente delineado e delimitado, o objeto de intervenção vai se construindo e reconstruindo permanentemente no decorrer de toda ação planejada, em função de suas relações com o contexto eu o produziu,sendo modificado e modificando-o permanentemente (Baptista,2007,p.31).

Na segunda etapa é feito o estudo da situação, surge a aproximação.

O estudo de situação consiste na caracterização (descrição interpretativa), na compreensão e na explicação de uma determinada situação tomada como problema para o planejamento e na determinação da natureza da magnitude de suas limitações e possibilidades ( Baptista 2007, p.40).

Define-se estudo da situação em um conjunto de informações, freqüentemente alimentadas e processadas que resultam em contribuições para tomadas de decisões e para ampliar o conhecimento das realidades concretas. " O processo de reflexão sobre a realidade, deste modo,vai incorporando novos elementos, alcançando novas descobertas".(BAPTISTA 2007, P.40).

O objeto do planejamento não pode ser tratado de maneira isolada da conjuntura.

Na terceira etapa é feita a construção de referenciais teóricos-prático.São os conhecimentos que vão alimentar o estudo de situações para o planejamento.

O principal objetivo é analisar e fazer a explicitação da realidade a ser planejada.

O desafio posto para apropriar-se destes conhecimentos, a partir de uma crítica teórica, superando seus limites e estabelecendo uma nova matriz teórica, significa termos sempre uma matriz teórica orientando o "recorte profissional"; em outras palavras, o modo como este delineia sua ação.(BAPTISTA, 2007 ).

É essa teoria que lhe possibilita formular seu esquema de análise trazendo-lhe referências, supostos, concepção amplas,fornecendo-lhes a chave explicativa que lhe vai permitir apreender a realidade e instrumentalizar o seu diálogo com ela (BAPTISTA, 2007,P.47).

Na quarta fase é feito o levantamento de hipóteses preliminares, O emprego das hipóteses podem ser variados e,assim a opção de analisar o conteúdo é diferenciada de acordo com os elementos obtidos e da natureza dos estudos.

Essas hipóteses preliminares de compreensão e de explicação da situação e as possibilidades de intervenção são freqüentemente, levantadas a partir de um referencial já existente, relacionado à situação abordada, ainda que ao senso comum a respeito da realidade e ás informações relativas ao âmbito, ao nível e a estratégia interventiva da instituição promotora do planejamento (BAPTISTA,2007,P.45).

Na quinta e ultima desta fase, faz-se a coleta de dados, Esta coleta busca levantar informações, sendo assim o planejador relaciona as informações, programa as investigações e faz pesquisas de situações que julga necessárias para maior aprofundamento para iniciar as primeiras tomadas de decisão.

Esta analise inicial tem como função aproximar ou identificar área que demandem pesquisas que devem ser aprofundadas. No planejamento social,é extremamente importante a realização prévia de estudos de todos os aspectos relevantes para a situação abordada.

No momento da coleta de

...

Baixar como (para membros premium)  txt (16.6 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com