TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho Psicologia Social E Serviço Social

Trabalho Universitário: Trabalho Psicologia Social E Serviço Social. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  8/10/2013  •  4.946 Palavras (20 Páginas)  •  634 Visualizações

Página 1 de 20

Introdução:

Neste “desafio apresentaremos o que é cultura, e quais as manifestações retratadas no filme ‘‘Tropa de elite”, para fazer o mesmo, tivemos que analisar o referido filme.

É importante compreendermos os mecanismos sociais e como eles podem influenciar na vida tanto psíquica como social dos indivíduos e de como a Psicologia pode auxiliar juntamente com os Assistentes Sociais á intervir em situações de conflitos sociais.

BOPE significa Batalhão de Operações Policiais Especiais do Rio.

O que é Cultura? Quais as manifestações culturais apresentadas no filme?

A Guerra das Drogas acontece desde que os traficantes ganharam poder e construíram seu império nas favelas do país. A sociedade, inclusive os protagonistas do filme , acha que basta reprimir o tráfico.

Enquanto a sociedade não proporcionar uma opção melhor que a criminalidade, as guerras urbanas vão continuar brutalizando os homens e na guerra vale tudo (tortura e morte) como mostra o filme.

Tropa de Elite é um filme realista principalmente porque mostra o lado humano dos personagens que têm medo, que sofrem de stress, de remorso; também mostra o caos do poder público: a corrupção, os interesses políticos, a lei da selva de pedra (que são as grandes metrópoles). Ao contrário dos filmes americanos, Tropa de Elite não tem heróis. Na verdade, só tem bandido, qualquer ser humano numa guerra vira bandido

Tudo o que foi produzido pelo o trabalho humano faz parte da cultura. O que sustenta um grupo social está ligado a uma serie de fatores; porém, o mais importante é a liderança, ela é peça de direção do grupo, a que transmite idéias e valores.

O termo cultura está ligado á história humana: roupas, ferramentas, armas, e tradições tornam o lugar das peles, garras, presas e instinto na busca de sobrevivência e proteção.

Hábitos e proibição, representando séculos de experiência acumulada pela tradição social, substituem os instintos hereditários, para facilitar a sobrevivência de nossa espécie.

O equipamento e as defesas do homem são exteriores ao seu corpo. Sua utilização não é herdada, mas aprendida, de forma lenta, com o grupo social a que o individuo pertence.

A herança social do homem não é transmitida pelas células das quais ele nasce, mas, por tradição que só começa a adquirir depois de ter saído do ventre materno. As modificações na cultura e na tradição podem ser iniciadas, controladas ou retardadas pela escolha consciente e deliberada de seus autores e executores humanos.

A aquisição e a perpetuação da cultura são um processo social, não biológico, resultante da aprendizagem. Cada sociedade transmite ás novas gerações o patrimônio cultural que recebeu de seus antepassados. Cada povo tem uma cultura própria. No entanto a sociedade elabora sua própria cultura e recebe a influência de outras culturas. Todas as sociedades, desde as mais simples até as mais complexas, possuem cultura.

No filme podemos identificar algumas manifestações culturais como a língua falada e escrita, as formas de organizações sociais, os costumes Etc.

O filme “Tropa de Elite”, sucesso de bilheteria de 2007, levantou uma questão bastante polêmica sobre o problema da violência urbana e o tráfico de drogas. Foi apontado que os verdadeiros responsáveis pela guerra diária pela qual passam as grandes metrópoles brasileiras (e aos poucos também as cidades médias) não são os traficantes em si, mas os jovens de classe alta e média que consomem e financiam o narcotráfico.

Podemos perceber a variação de conflitos sociais presentes no filme, e ressaltamos a importância do Serviço Social juntamente com a Psicologia na resolução de determinados conflitos sociais. O Assistente Social, na expressão da questão social da dependência química, tem que trabalhar através de programas na prevenção e no tratamento. Estimulando a qualidade de vida e o exercício pleno da cidadania, disponibilizando informação e orientação, acolhimento e apoio. Encaminhamentos a grupos de auto-ajuda, pesquisas e estudos sobre a temática também são realizados na efetivação da intervenção profissional.

Diante da ênfase ao individualismo e com a linguagem exacerbada do mercado, os assistentes sociais são desafiados a elaborar uma interpretação crítica do seu contexto de trabalho, um atento acompanhamento conjuntural, o estabelecimento de estratégias viáveis, atribuindo um tratamento teórico metodológico e ético-político diferenciado. Com a questão do uso e abuso de drogas se percebe o alcance cada vez maior de conseqüências generalizadas na vida social das pessoas: na desagregação familiar, nos acidentes de trabalho, acidentes de trânsito, aumento de violência e criminalidade (como vimos no filme), disseminação de doenças, inclusive o HIV, e altos índices de suicídio. A dependência química não constitui um problema isolado e, no âmbito das possibilidades e limites da intervenção profissional, deve-se contribuir para que as pessoas, já vitimizadas por uma política econômico-cultural e social excludente, possam (re) construir seus espaços de autonomia e decisão.

Assim nós podemos perceber a importância tanto do profissional de Serviço Social quanto o psicólogo nessas situações onde os usuários estão em situação de risco e vulnerabilidade social.

Para a garantia de nossos direitos dependemos da existência de uma policia eficiente e competente, profissionais preparados para combater a violência que não é novidade para ninguém, sendo o causador de tantas aflições e gerando medo as pessoas toda vez em que temos de sair de casa. Precisamos exatamente novos modelos de policia, que tenha compromisso com a sociedade. Garantindo a liberdade dos cidadãos e segurança que uma necessidade fundamental e importante para o ser humano.

A BOPE como retrata no filme uma policia que estar sempre agindo nas favelas contra o trafico, assim consideramos que o BOPE seja um grupo funcional.

De acordo com o texto de Martín-Baró um grupo funcional seria corresponde á divisão do trabalho no interior de um determinado sistema social, um grupo de pessoas que cumprem com a mesma função com respeito a um sistema, o poder do grupo funcional enquanto tais dependem do valor ou importância que o seu trabalho tenha em uma sociedade.

A BOPE pode ajudar à melhora a corrupção que tanto ocorre entre os policias, como foi apresentado no filme tropa de elite, e formular outro tipo de policia que trabalhe para a paz da sociedade e não deixar

...

Baixar como (para membros premium)  txt (33.3 Kb)  
Continuar por mais 19 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com