TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ATPS Teoria Geral De Administração

Trabalho Universitário: ATPS Teoria Geral De Administração. Pesquise 813.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  9/9/2013  •  3.034 Palavras (13 Páginas)  •  773 Visualizações

Página 1 de 13

Introdução

O presente trabalho tem por objetivo visitar algumas obras que refletem o pensamento de autores que relatam os acontecimentos ou fatos econômicos, políticos, sociais e culturais que antecederam o surgimento da Teoria da Administração.

A proposta do presente trabalho é visitar alguns dos principais acontecimentos históricos e conhecer alguns dos autores que buscam deixar uma possível contribuição com seus estudos sobre o individuo e a organização do trabalho e tentar estabelecer uma trajetória para o surgimento e desenvolvimento da administração, no contesto industrial. Para cumpri a pretensão desejada neste estudo torna-se necessário realizar um recorte histórico que contemplara o período que compreende desde os primórdios da revolução industrial na Europa ate o surgimento dos estudos da “ciência da administração” ou aquilo que Braverman (1974) denominou de surgimento e estabelecimento da “gerencia cientifica”.Assim serão contemplados três momentos nesse: o momento antecede ao surgimento do movimento clássico da administração, o desenvolvimento dos estudos clássicos e sua hegemonia na teoria da administração e o surgimento das teorias transitivas e dos estudos sobre a escola das relações humanas.

A justificativa para essa idéia de estudar e compreender um pouco esses fatos antecedentes é a possibilidade de um entendimento maior do esforço de muitos pesquisadores e estudiosos para consolidar teoricamente as idéias centrais desses movimentos mais “ humanizado”, desde suas origens até o momento de sua apreensão e pratica pelas organizações. Diante do exposto, entende-se como pertinente uma tentativa de sintetizar essa possível conjunção de fatos antecedentes ao estudo dos indivíduos, principalmente pela escola das relações humanas, da administração.

Etapa 1

Historia da Administração

A historia da administração iniciou-se na Suméria por volta de 5.000 a.C. quando os antigos sumiríamos procuravam a maneira de resolver seus problemas práticos, exercitando assim a arte de administrar.

Alguns fatos podem ser citados como exemplo para o inicio da utilização da administração em setores políticos econômicos, sociais, entre outro, tal como no Egito, Ptolomeu, dimensionou um sistema econômico planejado que não poderia ter-se operacionalizado sem uma administração pública sistêmica e organizada. Na China, a necessidade de adotar um sistema organizado de governo para o império, a constituição de chow, com seus oito regulamentos e as regras de administração pública de Confúcio exemplifica a tentativa Chinesa de definir regras e princípios de administração. E ainda, as instituições otomanas, pela forma como eram administradas seus grandes feudos. Os prelados católicos já na idade média, destacavam-se como administradores natos.

Na evolução histórica da administração duas instituições se destacaram: a igreja católica Romana e as organizações Militares. A igreja católica romana pode ser considerada a organização formal mais eficiente da civilização ocidental. Através dos séculos vem mostrando e provando a força de atração de seus objetivos, a eficácia de suas técnicas organizacionais e administrativas, espalhando se por todo mundo e exercendo influência, inclusive sobre os comportamento das pessoas seus fiéis. As organizações militares evoluíram das displicentes ordens dos cavaleiros medievais e dos exército mercenários dos séculos XVII e XVIII até os tempos modernos com uma hierarquia de poder rígida e adoção de princípios e práticas administrativas comuns a todas empresas da atualidade.

O fenômeno que provocou o aparecimento da empresa e da moeda administração ocorreu no final do século XVIII e se estendeu ao longo do século XIX, chegando ao limiar do século XX. Esse fenômeno que trouxe rápidas e profundas mudanças econômicas, sociais e políticas, chamou-se de revolução industrial.

A revolução industrial teve início na Inglaterra, com a invenção da maquina a vapor James watt, em 1776 e desenvolveu-se em duas fases distintas: a primeira fase em 1780 a 1860. A segunda fase de 1860 a 1914. É a revolução da eletricidade e derivados do petróleo, como as novas fontes de energia, e do aço, como a nova matéria prima. Ao final desse período, o mundo já não era mais o mesmo. E a moderna administração surgiu em resposta a duas conseqüência,tendências provocada pela revolução industrial a saber:

1- A crescimento acelerado e desorganizado das empresas que passaram a exigir uma administração cientifica capaz de substituir o empirismo e a improvisação;

2- Necessidade de maior eficiência e produtividade das empresas para fazer face á intensa concorrência e competição no mercado. Difícil é precisar até que ponto os homens da antiguidade, da idade média e até mesmo do início da idade moderna tinha consciência de que estavam praticando a arte de administrar;

Já no século XX, surge Frederick W. Taylor, engenheiro Americano apresentando os princípios da administração cientifica e o estudo da administração como ciência.

Conhecido como o precursor da TEORIA DA ADMINISTRAÇÃO CIENTIFICA, Taylor preconizava a prática da divisão do trabalho, enfatizando tempos e métodos a fim de assegurar seus objetivos ‘’ de maximizar produção a mínimo custo’’, seguindo os princípios da seleção cientifica do trabalhador, do tempo padrão do trabalho em conjunto da supervisão e da ênfase na eficiência.

As propostas básicas de Taylor: Planejamento, padronização, especialização, controle e remuneração trouxeram decorrências sociais e culturais da sua aplicação, pois representaram a total alienação das equipes de trabalho e da solidariedade grupal, fortes e viáveis no tempo da produção artesanal. Apesar das decorrências negativas para a massa trabalhadora, que as propostas de Taylor acarretaram não se pode deixar de admitir que elas representem um enorme avanço para o processo de produção em massa.

Historia da Administração até a Revolução Industrial

Por milhares de anos, os administradores têm lutado pelas mesmas questões e problemas que confrontam os executivos hoje. Por volta de 1.100a.C, os Chineses praticaram as quatro funções da administração – planejar, organizar, assessorar, liderar e controlar. Entre 400 e 350 a.C., os gregos reconheceram a administração como uma arte separada e defendiam a abordagem cientifica do trabalho. Os Romanos descentralizavam a administração

...

Baixar como (para membros premium)  txt (20.6 Kb)  
Continuar por mais 12 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com