TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Santo Agostinho E Tomas De Aquino

Artigos Científicos: Santo Agostinho E Tomas De Aquino. Pesquise 790.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  29/4/2014  •  3.105 Palavras (13 Páginas)  •  733 Visualizações

Página 1 de 13

IESMT – INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE MATO GROSSO

DIREITO – BACHARELADO.

TRABALHO DE FILOSOFIA DO DIREITO

KLEBER LIBINATO DA SILVA

SANTO AGOSTINHO

E

SÃO TOMAS DE AQUINO

VARZÉA GRANDE – MT

MARÇO DE 2014

IESMT – INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DE MATO GROSSO

DIREITO – BACHARELADO.

VIDA; OBRAS MAIS CONHECIDA E CONTRIBUIÇÕES DESTES FILOSOFOS PARA O DIREITO.

KLEBER LIBINATO DA SILVA

SANTO AGOSTINHO

E

SÃO TOMAS DE AQUINO

Trabalho apresentado a Professora:

Marta Regina Lima de Arruda. da disciplina de

FILOSOFIA DO DIREITO, da turna: d5 do

1º semestre do curso de Direito.

VARZÉA GRANDE – MT

MARÇO DE 2014

SUMARIO

INTRODUÇÃO...........................................................................................................04

SANTO AGOSTINHO E SUA VIDA...........................................................................05

SUAS OBRAS MAIS CONHECIDAS.........................................................................07

CONTRIBUIÇÃO PARA O DIREITO.........................................................................08

SÃO TOMAS DE AQUINO E SUA VIDA...................................................................09

SUAS OBRAS MAIS CONHECIDAS.........................................................................10

CONTRIBUIÇÃO PARA O DIREITO..........................................................................11

CONCLUISÃO............................................................................................................14

REFERENCIA BIBLIOGRAFICA................................................................................15

INTRODUÇÃO

Este trabalho tem por objetivo explanar sobre a vida e obras mais importantes de dois filósofos que estão entre os maiores da historia da filosofia, suas contribuições para o direito, sendo eles Santo Agostinho é São Tomas de Aquino.

Abordando a visão que cada um tinha em relação ao direito e observando as diferenças da lógica de pensamento que cada um, sobre o tema.

SANTO AGOSTINHO – SUA VIDA:

No dia 13 de novembro de 354 a.c em cidadezinha chamada Tagaste, na província romana da Numídia, na África. Nascia Aurelius Augustinus. Em Tagaste e Madaura, cidadezinha próxima, Agostinho fez os primeiros estudos e deveria parar por aí, mas o pai sacrificou-se para dar ao filho a educação liberal que poderia abrir-lhe as portas do magistério ou da magistratura.

Para isso valeu-se de um amigo rico. Romaniano. que o ajudou a enviar o rapaz para Cartago,onde completaria os estudos superiores.

Agostinho não foi propriamente um bom aluno: freqüentemente era espancado por gazetear e principalmente por detestar a língua grega. Como conseqüência, jamais pôde valer-se da leitura dos autores helênicos.não obstante se esforçasse, mais tarde, para corrigir a lacuna, a fim de aprofundar-se na exegese e na teologia. Gostava, no entanto, de ler na língua materna e toda a sua cultura se fez essencialmente latina. E foi um diálogo, hoje perdido, do clássico Cícero (106-43 a.C.). que lhe abriria as portas do saber.

Chamava-se Hortensius e era um elogio da filosofia. Encantado com a elegância do estilo ciceroniano, recusava-se a ler a Bíblia, oferecida insistentemente pela mãe. As escrituras sagradas pareciam-lhe vulgares e indignas de um homem culto. Antes, porém, de se interessar pelas questões intelectuais, sua atenção estava voltada para as coisas mundanas. Pontilhavam sua vida algumas pequenas más ações, comuns a todo adolescente, como roubar peras no quintal do vizinho pelo puro prazer de enfrentar o proibido. Mais séria, entretanto, era uma ligação amorosa que os padrões da época não permitiam terminar em casamento. Foi,no entanto, inteiramente fiel à mulher amada e com ela teve um filho, Adeodato, falecido em plena adolescência.

Não eram só o prazer dos sentidos e o interesse pela filosofia os centros de sua vida, ao findar a adolescência. Antes dos vinte anos, faleceu o pai e Agostinho viu-se com pesados encargos de chefe de duas famílias. Voltou, então, para Tagaste e abriu uma escola, logo depois transferindo-se de novo para Cartago, a fim de ocupar o cargo de professor da cadeira municipal de retórica, como impunha a legislação dos imperadores romanos a todas as cidades. Como professor foi excelente, a crer nos testemunhos de Favônio Eulógio, retórico e até certo ponto filósofo, que sucederia ao mestre na mesma cátedra, e no de Alípio, amigo intimo, companheiro de conversão e colega de episcopado, nos anos seguintes.

Contudo Agostinho amargava em seu intimo duvidas e incertezas existencialistas por não conseguia

...

Baixar como (para membros premium)  txt (18.5 Kb)  
Continuar por mais 12 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com