TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Uso em Contabilidade

Por:   •  25/8/2014  •  Projeto de pesquisa  •  332 Palavras (2 Páginas)  •  180 Visualizações

Página 1 de 2

O termo "Mercadoria" é uma palavra derivada do Latim com origem em "mercatóre" (mercador). O termo alternativo "Comodidades" deriva do termo inglês commodity que apareceu em uso no Inglês a partir do Século XV vindo do Francês commodité, com o significado de beneficio ou lucro. O termo Francês por sua vez deriva do Latim commoditatem (nominative commoditas) que quer dizer "cómodo, adequado". O A raiz do Latimcommod- quer dizer na suas variantes "apropriado", "a medida, hora ou condição certa", e "vantagem, benefício".

Uso em Contabilidade[editar | editar código-fonte]

Na terminologia contabilística portuguesa, "mercadoria" tem um significado mais restrito - "mercadorias" são apenas os bens que uma empresa adquire para posterior revenda2 (p.ex., os móveis que uma loja de móveis comprar para vender ao público são mercadorias; mas nem a madeira que uma carpintaria de mobiliário compra nem os móveis que esta fabrica e vende são mercadorias).

"Commodities"[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Commodity

A expressão inglesa "commodities" é usada para designar um tipo especial de mercadorias, caracterizadas pela sua uniformidade, sem o mercado fazer distinção entre produtos de vendedores diferentes (p.ex., o cobre é uma commodity; um sistema de som não, já que sistemas de som fabricados por diferentes produtores têm características diferentes).

As commodities tendem a ser bens primários (de produção mineral ou agrícola),sendo usualmente produzidos e vendidos em grandes quantidades.

Transação de mercadorias[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Mercado de Futuros

Nas bolsas de mercadorias, tendem a comercializar-se essencialmente mercadorias cuja qualidade é indiferenciada entre vários produtores.

O mercado português[editar | editar código-fonte]

Dado Portugal não ser um produtor diversificado à escala global, não existe um mercado de mercadorias e o mercado de futuros de mercadorias à semelhança dos existentes em alguns países Europeus e no continente Americano.

Futuros existentes no mercado português No mercado português de derivados (derivados são futuros e opções) existem futuros sobre as OT 10, sobre a LISBOR a 3 meses, sobre o índice PSI 20 e sobre as acções mais líquidas do nosso mercado accionista: a Portugal Telecom, a EDP, o BCP e a Cimpor.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.3 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com