TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO: UM BREVE PANORAMA HISTÓRICO

Por:   •  23/5/2018  •  Trabalho acadêmico  •  10.692 Palavras (43 Páginas)  •  75 Visualizações

Página 1 de 43

[pic 2]

FACULDADE INSTITUTO SUPERIOR DE EDUCAÇÃO DO PARANÁ

ATIVIDADES E ORIENTAÇÕES PARA O DOSSIÊ

Curso de Pedagogia

MÓDULO:

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO – 130h

[pic 3]

UNIDADE 1

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO: UM BREVE PANORAMA HISTÓRICO

 Questões obrigatórias para o dossiê

  1. Caracterize a educação grega na antiguidade, incluindo o período homérico.

    A educação na Grécia Antiga tinha o pedagogo como um escravo que levava o adolescente para a escola, o menino era protegido, orientado, para ser pai, assim, tal educação, não via o homem como cidadão, mas como um todo.

    A cultura grega foi constituída por meio de um longo processo que não contem uma exatidão científica.  Acredita-se que os primeiros habitantes foram os pelasgos ou pelágios de 2000 a.C a 1200 a.C, sendo este um longo período de invasões, de origem indo-européia.

    A escrita surge por meio dos cretenses no qual foi denominada de Linear A, ainda hoje não decifrada. Com o declínio da civilização cretense, uma nova sociedade começa a se formar a civilização micênica. Os micênios também dominavam uma escrita, chamada pelos especialistas de Linear B, que foi decifrada em 1950.

    Após os micênicos surge o 2ºgrupo de invasores que foram os eólios e jônios (1700 a.C a 1400 a.C), em seguida, houve a invasão do 3ºgrupo que foram os dórios (1200 a. C) conhecidos como   povo guerreiro.

Após as invasões muitas cidades foram destruídas, entretanto a cultura micênica manteve-se forte para influenciar a formação da futura cultura grega. Com o desaparecimento da civilização micênica, as escavações arqueológicas mostraram que inúmeros palácios, povoados e a escrita desapareceram.

    O povo grego foi constituído nos séculos XX –XII a.C, no qual foi denominado de Pré-Homérico. O período homérico (séculos XII-VIII a.C) conhecido também como “idade heróica”, destaca-se pelo desaparecimento da escrita por 400 anos. Neste período os relatos de guerra, os mitos, as poesias, os hinos religiosos foram transmitidos de geração em geração oralmente. Quando a escrita ressurgiu, por volta de 800 a. C, essas tradições orais começaram a ser selecionadas por escrito. Este é o caso da “Ilíada” e da “Odisséia”, dois longos poemas épicos que sobrevivem até hoje. Esses poemas são, certamente, fruto de uma longa tradição oral em que os poetas (aedos) declamavam os episódios da guerra de Tróia e as aventuras de Odisseu. Esses relatos eram cantados acompanhados por música, e passados de geração em geração, tendo sofrido muitas alterações e adaptações. Só mais tarde, cerca de 550 a.C., os poemas foram escritos pela primeira vez.

   

  1. Esclareça a importância de Homero e Hesíodo para a educação, na Idade Antiga. Em seguida, pesquise, em outras fontes, e destaque aquilo que julgar interessante nas obras: Ilíada e Teogonia.

   Homero é chamado educador da Grécia, representando a cultura grega ao mundo, do ponto de vista aristocracia, ao mundo, falando dos valores da guerra, da luta, do herói, da coragem, da lealdade e da bravura. Realizou diversas contribuições para a educação, uma vez que na narrativa homérica encontra-se ideias de diversas espécies de manifestações literárias (lírica, tragédia, comédia). Os textos de Homero “Ilíada” e a “Odisséia” são educativos, visto que produzem modelos comportamentais universais, e, portanto, extrapolam o tempo e o espaço. Seus personagens, ainda que mitológicos (deuses, semi-deuses) apresentam características humanas (antropomorfização).

     Hesíodo também contribui para a educação sendo caracterizado como a segunda fonte de estudo da cultura grega, até o século VII a.C. Escreveu dois grandes poemas: “A teogonia” e “Os trabalhos e os dias”. No texto de Teogonia, Hesíodo propõe uma explicação para o surgimento das inúmeras divindades, colocando assim, uma ordem no caos. Ele dá uma sistematização ao cosmos até então desordenado e, em Os Trabalhos e os Dias, Hesíodo dirige-se a seu irmão, Perses, com a finalidade de incentivá-lo ao trabalho e à prática da justiça. Todo o poema destina-se a orientá-lo para a melhor época do plantio, como fazê-lo, como tratar o vizinho etc.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (60.8 Kb)   pdf (463.7 Kb)   docx (125.7 Kb)  
Continuar por mais 42 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com