TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Menina Que Roubava Livros

Por:   •  25/8/2013  •  307 Palavras (2 Páginas)  •  535 Visualizações

Página 1 de 2

A Menina que roubava livros – Resenha

Quem conta a historia é a morte, e ela recolhe as almas dos que morrem e relata com detalhes isso quando conta como levou a alma do irmão de Liesel, que morreu quando ele, Liesel e a mãe iam para Molching onde a mãe deixaria os filhos para serem criados pelos Huberman, que moravam na rua Himel, 33.

Os Huberman, eram um casal que adotavam crianças em troca de ajuda do governo. Hans Huberman era o pai adotivo de Liesel, um homem calmo que ensinava Liesel a ler e a escrever, já que ela ainda não sabia. Rosa Huberman era a mãe adotiva, ela sempre xingava todo mundo, no começo Liesel não entendia pois Rosa sempre xingava em alemão, mas depois descobriu, Rosa passava e lavava roupas para as famílias ricas da região e sempre fazia sopa de ervilha para comer.

Liesel roubou seu primeiro livro no enterro de seu irmão quando o coveiro deixou cair na neve, era “ O Manual do coveiro” e quando chegou a casa do Huberman o escondeu debaixo do colchão. Mais tarde seu pai encontrou o livro e leu para ela um capitulo por dia. Seu segundo livro ela roubou na fogueira no dia do aniversário de Hitler, onde as pessoas da cidade colocaram lá o que não queriam mais, Liesel tentou esconder o livro debaixo da blusa para seu pai não perceber, mas o livro estava quente e ela não aguentou e revelou “O da de Ombros” ao pai.

Certa vez quando ia buscar roupas para lavar na casa do prefeito da cidade, a mulher que até então nunca havia dito uma palavra convidou Liesel para entrar e a levou até a biblioteca, Liesel ficou admirada com tantos livros e cada vez que ia buscar roupas para lavar ela entrava e ficava olhando os livros na biblioteca.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (1.7 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com