TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Literatura Portuguesa Medieval

Por:   •  1/2/2019  •  Trabalho acadêmico  •  512 Palavras (3 Páginas)  •  8 Visualizações

Página 1 de 3

LITERATURA PORTUGUESA MEDIEVAL

Resumo História de Portugal

Portugal teve uma grande rivalidade com a Espanha. Essa rivalidade se deu por motivo da expansão de territórios. Portugal lançou – se ao mar para garantir sua liberdade e independência. Entre os séculos X E XII, já era considerado um país independente politicamente e economicamente, após a conquista contra os morros.

D. Afonso Henriques (1128 e 1185), conquistou a primeira dinastia, após ter lutado durante 250 anos por independência garantindo assim um grande domínio até ao extremo sul, dominando a pressão Castelhana.

O poder régio, após ser reforçado por constantes guerras e ter uma forte presença do poder monástico – militares, permitiu o país à se libertar do feudalismo. As constantes viagens ao Atlântico, permitiu aos portugueses um vasto conhecimento no que diz respeito a expansão marítima europeia.

Obtiveram grandes conhecimentos científicos através da presença de comunidades judaicas e árabes. Expandiram – se ao longo da Costa Ocidental e África, apossando – se de Ilhas, chegando à Índia em 1498 e ao território do Brasil em 1500. O XVI foi de grandes conquistas, levando Portugal à dominar comercialmente e militarmente o Índico e o Atlântico Sul.

Na metade 1500, sofreu uma degradação econômica, financeira e militar, sofrendo fortes consequências. No ano de 1578, o rei D. Sebastião é morto em um confronto com árabes, permitindo a invasão dos espanhóis em Portugal, nomeando D. Antônio Prior de Crato o rei de Santarém. Em 1581, Felipe II reinou até 1640, mantendo – se em constantes guerras com os Hobsburgos, sofrendo assaltos ultramarinos pelos ingleses e holandeses em 1596.

Portugal recupera suas grandezas em 1640 no reinado de D. João V. Após chegar ao Brasil se recuperam financeiramente devido ao ouro e diamante.

         O fim do século sofrerá com tentativas de introdução de uma forma de governo inspirada em alguns princípios do iluminismo europeu (Despotismo esclarecido), por parte do Marquês de Pompal, deixando sua marca registrada na capital (1755), causando um forte abalo em toda Europa. Sofreu invasão pelos franceses em 1807. Sobre a regência de D. João, depois, d. João VI, no Brasil o país sofrerá a luta contra o invasor ocupada pelos ingleses até 1820. Entre 1820 a 1550 o país passará por duas guerras civis, só se recuperando na segunda metade do século XIX.

Em finais dos séculos houve grandes perdas (1822), Portugal tenta manter seus territórios africanos. Dá – se a revolução republicana em 1910 e a Primeira Guerra Mundial, Portugal luta ao lado de seus aliados. Em 1933, Oliveira Salazar funda o estado novo introduzindo o regime católico e autoritário.

Houve grande crescimento econômico nos primeiros 15 anos. Salazar evita que o país se envolva na Segunda Guerra Mundial. Na década de 60 houve guerras por territórios ultramarinos. Salazar se afastou por motivos de doença (1968). Em 25 de Abril de 1974 houve um golpe militar em Lisboa. Em 1975 os comunistas são impedidos pela ação dos partidos democráticos de apossar – se do poder. Após as crises, Portugal consegue se recuperar. Atualmente o presidente da República Portuguesa é Jorge Sampaio.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.2 Kb)   pdf (53.2 Kb)   docx (7.8 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com