TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A Iniciação ao Trabalho Acadêmico

Por:   •  6/1/2021  •  Trabalho acadêmico  •  586 Palavras (3 Páginas)  •  9 Visualizações

Página 1 de 3

[pic 1]

Universidade Federal do Pará. Instituto de Ciência da Educação.

Faculdade de Educação. Curso de Pedagogia.

Disciplina: Iniciação ao trabalho acadêmico. Docente: Dr. Salomão Hage e Dr. José Carlos.

Discente: Amanda Beatriz Torres Santos Turma: 2020.4 - 220. Turno: noite.

Belém- PA 2020

Identificação do vídeo: Uma história de amor e fúria. Autor: Luiz Bolognesi ( direção).

Resumo

A narrativa relata a história de amor entre um jovem imortal e sua amada Janaína. O enredo da trama se constrói envolto de marcos históricos no Brasil no período de 600 anos. Entre os períodos históricos, destaca-se os anos de 1566 — com a colonização do Brasil pelos portugueses, o extermínio e escravização dos povos locais; 1825 — no Maranhão, com a revolta da balaiada; 1968 - 1980 no Rio de Janeiro — período da ditadura militar no Brasil; e 2096 com um Brasil futurista, tecnólogo, desumano e ainda mais excludente.

O jovem imortal inicia sua história nos anos de 1566 , onde ele é um guerreiro Tupinambá, que recebe a incumbência da imortalidade para proteger seu povo dos poderes de Anhangá (entidade maligna). Janaína, seu grande amor é uma jovem índia e sua amiga. Com os avanços das expedições portuguesas, seu povo é dizimado e escravizado. Janaína e o jovem Tupinambá morrem. Ele, no entanto, se torna pássaro e segue voando sem rumo. Triste, sem esperança após a derrota, o jovem pássaro encontra Janaína novamente, no interior do Maranhão, no ano de 1825. O jovem imortal, agora, Manoel Balaio vive em uma casa modesta de barro com suas duas filhas e tem seu sustento da venda de cestos de Balaio. Neste período, a monocultura dos engenhos de açúcar eram a principal renda do império. Escravos imigrantes eram obrigados a trabalhar nas lavouras. Havia as resistências negras — quilombos, que lutavam pela liberdade do povo negro. Em meio esse contexto, Manoel acaba envolvido e tem sua filha violentada por um capitão do mato. Revoltado com toda a injustiça da omissão dos governantes com o povo, Manoel move uma rebelião. A revolta da balaiada toma força no Maranhão, porém logo termina com muitas mortes, incluindo a de Manoel, pelas mãos do agora general Duque de Caxias. Sua amada Janaína perde a audição em uma explosão e junto com suas filhas se tornam escravas, morrendo de malária pouco tempo depois.

Voando novamente, o jovem encontra sua amada em 1968, no Rio de janeiro, em meio a ditadura militar. A jovem se engaja na luta contra o regime militar e conhece Carlos, seu amado. Torturados, Janaína acaba delatando outros aliados em troca de liberdade. Com o fim do regime militar, em 1980 Carlos mora no morro governado por milícias onde é professor na comunidade. Em uma invasão da polícia, Cau acaba morto e torna- se pássaro novamente.

Seu último voo o leva para 2096, em um Rio de Janeiro futurista, tecnológico, informatizado, construída através do dualismo ricos no topo e pobres em situação de miséria em baixo. A população pobre não tinha nem direito a água potável, pois essa era a fonte de renda do grande magnata da água. Aos pobres eram destinada a água poluída pelas grandes indústrias. O protagonista encontra Janaína, uma jovem dançarina de boate que inconformada com a situação desigual do povo resolve sequestrar e matar o dono da indústria da água. A polícia os persegue e sem ter para onde fugir, o jovem pássaro pega sua amada e decide ficar com ela até o fim e se lança com ela voando do alto do prédio.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.7 Kb)   pdf (65 Kb)   docx (15.5 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com