TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Análises e Preliminares sobre a surdez nas perspectivas médica, educacional e cultural, abrangendo a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e a Cultura Surda

Por:   •  2/4/2014  •  Relatório de pesquisa  •  2.454 Palavras (10 Páginas)  •  312 Visualizações

Página 1 de 10

ANHANGUERA UNIDERP

Pólo Guaicuru

Pedagogia – 2° Semestre

Língua Brasileira de Sinais

Prof° Ma.Kate M.Oliveira Kumada

Tutor: Mirelle Kristine Carvalho

Ana Paula Ranzani

Acadêmicos:

Ana Claudia Vilordo RA: 7981714969

Camila Paula Rocha RA : 447531

Eloíza Teófilo de Vasconcelos RA : 405399

Thainara Fernanda de Oliveira RA: 447533

Campo Grande – MS

Novembro 2013

Análises e Preliminares sobre a surdez nas perspectivas médica, educacional e cultural, abrangendo a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e a Cultura Surda.

Identifica-se em pouco tempo após o nascimento a deficiência auditiva na criança, muitas delas ficam sem o diagnóstico preciso até 3 a 4 anos sem acesso a estimulação adequada e nem a uma linguagem, dificultando sua interação social, pois a sociedade não tem conhecimento suficiente para lidar com a surdez.

É no seio da família que a criança começa a ter suas primeiras experiências visuais de identificação que servirão futuramente para auxiliar em sua trajetória de vida que será longa e bastante constrangedora, pois terá que enfrentar e se adaptar a uma convivência que iguais a sua serão minoria.

A falta de audição traz muitos prejuízos para o ser humano dificultando seu acesso e envolvimento numa sociedade maioral ouvinte.

Tendo inclusive que superar o preconceito do ser humano que vem ao longo dos tempos sendo instruído para compreender as necessidades do surdo, hoje com vários avanços e instruções já tem grande maioria aceitando e se adaptando as necessidades do surdo promovendo sua inclusão na sociedade com direitos e deveres como qualquer outro ser humano.

Nos dias atuais as pessoas com deficiência auditiva são vistas como uma diferença e não como deficiência, onde elas não precisam se preparar para a sociedade, mas a sociedade deve se adaptar a elas, proporcionando uma qualidade de vida.

O indivíduo surdo é considerado membro de uma comunidade minoritária, com direito a língua e cultura própria. Na relação com os ouvintes os surdos constroem seu auto conceito.

Considerando o lado qualitativo e não quantitativo, se percebe que a discriminação com o mesmo, como para com a utilização da linguagem de sinais, corresponde a uma hierarquia social que na lógica é Exclusora das diferenças.

A Temática da Surdez em seu Aspecto médico, cultural e social, e sobre Libras e a Cultura Surda em seus aspectos

As pessoas com deficiência auditiva apresentam essa perda, um problema de ordem sensorial dificultando sua comunicação, determinando sua necessidade de recorrer a outro recurso para se expressar, como a Língua de Sinais (LIBRAS). Com a falta da audição o ser humano se torna um ser frágil e dependente no próprio mundo em que vive diante de seu semelhante e dos acontecimentos a sua volta.

É notável a pessoa surda através da ótica da fala, nos dias de hoje são pessoas já inseridas na sociedade com direitos e deveres, sua própria identidade e cultura de posse de uma linguagem própria. De início, dentro de um aspecto médico, as causas da surdez são:

- Causas pré-natais: onde a criança adquire a surdez no período de gestação (desordens genéticas ou hereditárias; relativas á consangüinidade; relativas ao fator RH; relativas a doenças infecto-contagiosas; Sífilis, citomegalovírus, toxicoplasmose, herpes; remédios oto tóxicos, drogas, alcoolismo materno, pressão alta, diabetes; exposição à radiação).

- Causas Pé ri: por causas surgidas no parto: pré-maturidade, pós-maturidade, anóxia, fórceps.

- Causas pós-natais: quando surgem problemas após o parto: Meningite; remédios oto tóxicos em excesso ou sem orientação médica; Sífilis adquirida; sarampo, caxumba; exposição contínua a ruídos ou sons muito altos; traumatismos cranianos.

Os tipos de perdas auditivas são: condutiva; neurosensorial; mista e central.

Os tipos de surdez se classificam em: surdez pré-lingual e surdez pós-lingual.

Os graus de perdas da audição

...

Baixar como (para membros premium)  txt (15.6 Kb)  
Continuar por mais 9 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com