TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Atps Psicologia Social

Por:   •  11/11/2014  •  3.572 Palavras (15 Páginas)  •  197 Visualizações

Página 1 de 15

1. RESUMO DO FILME: “ENSAIO SOBRE A CEGUEIRA”

O filme Ensaio sobre a cegueira é baseado no livro de José Saramago publicado em 1995. É um filme muito rico em temas a serem discutidos, principalmente a maneira como o homem se porta na luta pela sobrevivência.

O enredo começa quando uma cidade é devastada por uma epidemia chamada cegueira branca. Durante o dia um homem de descendência oriental fica cego enquanto dirige, atrapalhando o trânsito é ajudado por um desconhecido que tirando proveito da situação acaba roubando-lhe o carro. Ao chegar em casa, sua esposa o leva ao oftalmologista que não consegue identificar o problema. No oftalmologista há uma prostituta que mesmo não sendo necessário quer continuar a usar óculos escuros. A seguir todas as pessoas com que ele teve contato, acabam contraindo a cegueira branca, o ladrão, o oftalmologista, a prostituta e os demais que entram em contato com os mesmos, com exceção da esposa do oftalmologista, fato curioso na trama. Com medo da facilidade e rapidez com que a epidemia se alastra, o governo tira os recém cegos de suas casas isolando-os em um local cercado por homens armados. Exilados logo percebem que foram abandonados ali para morrer, a cada dia chegam mais e mais pessoas. O ladrão tenta abusar da prostituta que fica incomodada, e o machuca com o salto causando-lhe uma ferida que o fará definhar na cama, até que ele provoque sua própria morte. Todo o tempo, a mulher do médico cuida de todos, sacrificando a sua própria liberdade, fingindo-se de cega apenas para ficar ao lado do marido. Na tentativa de se organizar, dividem a comida e as obrigações, há apenas uma criança que é logo acolhida pela prostituta, com o acúmulo de pessoas, cada dia tudo fica mais difícil, não se preocupando mais com a higiene e fazem suas necessidades em qualquer lugar.

Um dos cegos liga um pequeno rádio à pilha e todos se emocionam e por um breve momento sentem-se esperançosos. Do lado de fora há corpos apodrecendo e o médico sugere que se dividam para enterrar os corpos, é quando grande parte discorda e um deles se intitula líder da ala 3 e muda as regras sugeridas pelo médico, dificultando a convivência entre eles. Sem a visão, em período de adaptação a nova realidade e tendo que lutar por sobrevivência, a maioria deles regride e passam a agir como animais. O mais curioso é a mulher do médico que está ali por opção e mesmo sendo traída perdoa no mesmo instante e ainda abraça a mulher que acabou de ter relações sexuais com seu marido e acaba confidenciando um segredo, é que ela perde o desejo sexual pelo marido já que tem cuidado dele como um filho.

Intitulando-se rei da ala 3, um dos cegos toma a direção com a ajuda de um cego de nascença que por ser cego deveria compadecer-se dos demais e não tirar proveito da situação. Após serem comunicados de que teriam que trocar seus objetos por comida, um senhor de pele branca anda apoiado em um negro, enquanto deduz que está sendo extorquido por um negro e apoiado em um branco, quando na verdade era o contrário, mostrando assim o preconceito. Quando não há mais objetos para trocar por comida, a moeda de troca torna-se o sexo, acontece então um diálogo muito tenso e questionador, fala-se sobre pudor, moralidade, dignidade, até o orgulho de macho, e tudo isso é deixado de lado pela sobrevivência do grupo. Ocorre então o estupro coletivo, seguido do momento em que as mulheres voltam com o corpo de uma delas que foi a óbito durante o estupro, todas juntas limpam o corpo, uma das cenas mais impactantes do filme. A mulher do oftalmologista mata o homem que estuprou a mulher, durante o filme ela aceitou tudo, cuidou de todos e perdoou tudo, menos o estupro.

Uma das vítimas de estupro causa um incêndio na ala 3, causando muitas mortes. Alguns conseguem sair com a ajuda da mulher e percebem que não tem mais guardas e ficam felizes por estarem livres, porém o que encontram lá fora é uma cidade destruída, totalmente devastada pela epidemia, corpos sendo devorados por cães e pessoas cegas perambulando. A mulher do médico entra em um supermercado em busca de comida e encontra um estoque de comida, tantas pessoas famintas e tanta comida que eles não conseguem ver e com muita dificuldade e ajuda do marido, ela consegue sair de lá com alguma coisa. Ela entra então na igreja e as estátuas estão todas com os olhos vendados enquanto os cegos estavam atentos a um sermão: “E o homem em seu orgulho, criou Deus a sua imagem e semelhança” Nietzsche.

A chuva traz esperança a todos, que felizes vão juntos a casa do médico, tomam banho, se alimentam agora de forma mais contemplativa, valorizando agora o que de tanto ver, não viram. O primeiro a ficar cego volta a enxergar deixando todos felizes e esperançosos e curiosamente com exceção da mulher do médico.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (22.9 Kb)  
Continuar por mais 14 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com