TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Formação De Impressões

Por:   •  28/5/2013  •  1.508 Palavras (7 Páginas)  •  829 Visualizações

Página 1 de 7

Formação de Impressões

Formação de impressões como parte interessante das relações interpessoais

Nas relações interpessoais existem as impressões, quando somos interpelados por outrem ou quando interpelamos, criamos a priori impressões. Não necessitamos de informações sobre a (s) pessoa (s) com quem estamos a interagir para realizar um juízo de valor sobre a (s) mesma (s). Enumeras vezes acontece que quando nos relacionamos com um determinado grupo, pode ser desportivo, novos colegas de trabalho, a nova turma da faculdade, etc., tendemos a traçar um perfil mental dessa (s) pessoa (s). Quem é que já não pensou para consigo mesmo: “Não gosto muito daquele, parece que manda” ou “Olha, parece ser muito simpática, até vou com a cara dela”. Estes juízos de valor são transcendentes ao sujeito, são resultado da necessidade do ser humano se relacionar e integrar num determinado grupo. Desde sempre o ser humano é um ser social, que só se satisfaz socialmente, ninguém consegue realizar-se isoladamente.

Após o primeiro contacto com uma determinada pessoa, a primeira impressão que temos dela, irá influenciar a nossa maneira de se relacionar com a mesma. Se a primeira impressão for positiva, iremos ser mais receptivos, se for negativa adoptaremos uma estrutura mais defensiva. Estas primeiras impressões, muitas vezes, alteram-se após termos um contacto mais directo com a (s) pessoa (s) em questão.

http://www.youtube.sonia/watch?v=RO4z2rWXh34&feature=player_detailpage

A formação de impressões faz-se de forma directa:

• Indícios físicos, se a pessoa é alta, baixa, gordo, magro, expressões faciais e os gestos que no seu conjunto dá-nos um certo tipo de personalidade ou categoria social.

• Indícios verbais, é o modo como a pessoa fala dá-nos a conhecer o tipo de instrução, profissão, até mesmo o sotaque da pessoa indica-nos de que região é e no seu conjunto os habitantes dessa região quais as suas características.

• Indícios não verbais, é o modo como a pessoa se veste, como gesticula, como se senta, modo de andar a postura corporal que no seu conjunto nos dá características.

• Indícios comportamentais, consoante o seu comportamento nós assim a classificamos.

Por outro lado pode-se formar impressões de forma indirecta, na qual o sujeito não tem interferência directa, apenas formaliza com dados de “ouvi dizer”.

Conclui-se que a primeira informação que recebemos da pessoa é a que tem mais influência sobre as nossas impressões, é a partir daqui que formamos as nossas impressões. Que depois se houver novas informações será muito difícil alterar a impressão inicial.

Temos as primeiras impressões da pessoa em que avaliamos a nível afectivo, moral e instrumental. Onde basicamente temos:

• O gostar ou não

• O bom e o mau

• O competente e o incompetente

A avaliação de impressões tem sido analisada em três perspectivas:

• A construtivista, é dada pelos processos cognitivos e efectivos de quem percepciona. (estudo de Asch)

• A associativista, são as características dadas por dados, estes podem ser físicos ou comportamentais. (Anderson, 1965, 1974)

• A abordagem “mista”: o processamento pode realizar-se dos dois modos. (Brewer, 1988, Zebrowitz, 1990)

Existem 3 grandes períodos sobre a informação de impressões.

1º Período, 1946 e fins dos anos 50, onde temos a abordagem gestálica ou configuracional de Asch.

2º Período, princípios dos anos 60 e meados dos anos 70, onde temos a abordagem linear, desenvolvida por Anderson.

3º Período, fins dos anos 70, onde temos a abordagem da memória ou cognição social. (Hastie et al, 1980).

A abordagem Gestálica, elaborada por Asch indicava que a formação de impressões era feita pela integração de vários elementos informacionais, reinterpretando-os até se construir um todo coerente, sendo o seu significado construído em função das relações contextuais com os restantes. Asch considerou que o processo de formação de impressões teria um carácter holístico, ou seja, os traços que caracterizam uma pessoa organizam-se de modo

...

Baixar como (para membros premium)  txt (10.7 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com