TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O CUNHADISMO E SUA IMPORTANCIA PARA FORMAÇÃO DO BRASIL

Por:   •  9/5/2019  •  Trabalho acadêmico  •  496 Palavras (2 Páginas)  •  3 Visualizações

Página 1 de 2

O CUNHADISMO E SUA IMPORTANCIA PARA FORMAÇÃO DO BRASIL

Cunhadismo foi uma forma social de uso indígena de inserir estranhos em sua comunidade. Baseava-se em dar uma moça indígena como esposa e quando ele a assumisse, estabelecia-se automaticamente laços que o aparentavam com todas as pessoas do grupo.

Isso acontecia por conta do sistema de parentesco dos indígenas, que relaciona uns com os outros, todos os membros de um povo.

Aceitando a moça, o estranho passava a ter nela sua temericó e, em todos os seus parentes da geração dos pais, outros tantos pais ou sogros.

O mesmo ocorria em sua própria geração, em que todos passavam a ser irmãos ou cunhados e na geração inferior eram todos seu genros ou filhos.

 

Como cada europeu posto na costa podia fazer muitíssimos desses casamentos, a instituição funcionava como uma forma vasta e eficaz de recrutamento de mão-de-obra para os trabalhos pesados de cortar paus-de-tinta, transportar e carregar para os navios, de caçar e amestrar papagaios e soíns. Mais tarde, serviu também para fazer prisioneiros de guerra que podiam ser resgatados a troco de mercadorias, em lugar do destino tradicional, que era ser comido ritualmente num festival de antropofagia.

Os indígenas não queriam outra coisa porque, encantados com as riquezas que o europeu podia trazer nos navios, o usavam para se prover de bens preciosíssimos que se tornaram logo indispensáveis, como as ferramentas de metal, espelhos e adornos. Quando ficaram bem providos dessas mercadorias, outras lhes foram ofertadas. Em certo ponto, tiveram  que passar do cunhadismo às guerras de captura de escravos, quando a necessidade de mão-de-obra indígena se tornou grande demais.

A função do cunhadismo na sua nova inserção civilizatória foi fazer surgir a numerosa camada de gente mestiça que efetivamente ocupou o Brasil. É crível até que a colonização pudesse ser feita através do desenvolvimento dessa prática. Tinha o defeito, porém, de ser acessível a qualquer europeu desembarcado junto às aldeias indígenas. Isso efetivamente ocorreu, pondo em movimento um número crescente de navios incorporando a indiada ao sistema mercantil de produção. Para Portugal é que representou uma ameaça, já que estava perdendo sua conquista para armadores franceses, holandeses, ingleses e alemães, cujos navios já sabiam onde buscar sua carga.

Sem a prática do cunhadismo, era impraticável a criação do Brasil. Os povoadores europeus que aqui vieram ter eram uns poucos náufragos e degredados, deixados pelas naus da descoberta, ou marinheiros fugidos para aventurar vida nova entre os índios. Por si sós, teriam sido uma erupção passageira na costa atlântica, toda povoada por grupos indígenas.

O cunhadismo é a mistura de povos de várias etnias, por relacionamentos de estrangeiros como os franceses, portugueses e etc, com as índias, em que se formou uma numerosa de gente mestiça, em que sua importância foi uma inserção de um novo povo.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.2 Kb)   pdf (48.7 Kb)   docx (7.9 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com