TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Os testes psicológicos no Brasil

Por:   •  19/6/2015  •  Resenha  •  714 Palavras (3 Páginas)  •  196 Visualizações

Página 1 de 3

Considerações Finais

Pelo exposto nota-se que a história da psicometria no Brasil surgiu muito similar ao que aconteceu na Europa e Estados Unidos no século XX, todavia em movimento lento. Inicialmente aveio um entusiasmo demasiado em razão da importância, da pertinência e do poder atribuído aos testes psicológicos. Logo depois surgiu uma onda igualmente vigorosa, mas que abrangia uma postura crítica aos mesmos testes, críticas essas abundantemente destrutivas do que racional quanto à qualidade, avaliação dos resultados e manuseio desses instrumentos por parte dos psicólogos.

Essa tendência perdurou até o inicio dos anos 80 devido ao acréscimo de manifestações e a ênfase na liberdade humana como característica fundamental do ser humano, de um lado, e no processo dialético de outro, tornando psicometria impraticável e, de fato, uma maldição.  A renovação pelo o interesse pelos instrumentos de medidas foi mais tardia no Brasil em relação aos demais países em virtude da falta de especialista que acarretou o fracasso quanto à credibilidade, o desenvolvimento e a construção do mesmo, à qualidade do material comercializado e por fim a qualidade de ensino de avaliação psicológica da época.

No período da produção médico-científica acadêmica (1836-1930) podemos destacar três pontos precípuo para o desenvolvimento de instrumentos psicológicos: (a) a ciência psicológica como um novo campo de estudo nas faculdades de medicina, (b) a utilização dos métodos e recursos da psicologia nas escolas normais e (c) o surgimento dos centros de pesquisa psicobiológicas junto aos laboratórios de pesquisa de instituições variadas relacionadas à área da saúde.

Com o estabelecimento e difusão da psicologia no ensino nas universidades, a psicologia estreia um movimento mais organizado igualmente no ensino e profissão. Que em sequência fez emergir as primeiras investigações das pesquisas psicológicas, é relevante destacar que a instrumentação usada na maioria das pesquisas estava vinculada especialmente aos testes de inteligência. Após a produção científica surgem periódicos e pesquisas especializados que influenciou na consolidação da psicologia enquanto profissão, organizada em associações, reuniões, congressos, entidades e centro profissionais.

Entre 1962 a 1970 com a regularização dos cursos de psicologia e em sequencia a expansão apressurada do ensino da graduação da psicologia no país, acarretou o aumento demasiado da procurado curso e também a queda de qualidade do curso, da qualificação profissional essencialmente na área de avaliação psicológica, aumentando o desinteresse pela medida psicológica, a depreciação aos instrumentos psicométricos, ao realce da avaliação psicológica dirigida para a visão dinâmica, que propiciou o engessamento na construção de instrumentos nacionais e atualização dos testes em uso.

A avaliação psicológica sobreviveu no Brasil, e isso só pode ficar evidente a partir dos anos 90, que felizmente esta situação calamitosa dos testes psicológicos ocasionou uma onda de preocupações por parte dos conselhos federal psicologia (CFP), de pesquisadores e pelos números de processos judiciais, dentre outros. Que permitiram então a tomada de decisão para investir em estudos, adequação quanto às normas dos testes, da ética profissional e outros trabalhos que visam o aprimoramento e construção de estudos, material, aplicação e resultado dos testes bem como de toda a avaliação psicológica. Eventos recentes evidenciam e proporcionam a esperança da qualidade psicrométrica dos instrumentos psicológicos, assim como: (a) Os laboratórios de pesquisa dos testes psicológicos, (b) a criação e atuação da Câmara Interinstitucional de Avaliação Psicológica do CFP, (c) a criação da sociedade dedicadas à problemática dos testes psicológicos, (d) realização de congressos e encontros sobre testes psicológicos, (e) a publicação de obras sobra avaliação psicológica,(f) e a legislação sobre psicotécnicos

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.1 Kb)   pdf (52.5 Kb)   docx (11.8 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com