TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

RESUMO SOBRE A VIDA ADULTA

Por:   •  27/11/2018  •  Trabalho acadêmico  •  7.652 Palavras (31 Páginas)  •  185 Visualizações

Página 1 de 31

RESUMO SOBRE A VIDA ADULTA

Alguns estereótipos mais consistentes na atual sociedade a respeito dos idosos são que, embora de um modo geral sejam vistos como afetuoso e carinhosos, eles são incompetentes e de baixo status.

Idadismo: Preconceito ou discriminação contra uma pessoa (geralmente o idoso) baseado na idade.

Como tem variado a expectativa de vida, quais são as causas do envelhecimento, e quais são as possibilidades de estender o tempo de vida?

A expectativa de vida pode estagnar a sua tendência crescente e até mesmo declinar nas próximas décadas, já que doenças infecciosas e relacionadas à obesidade compensam os ganhos obtidos com os avanços da medicina.

Em praticamente todo o mundo, as mulheres em geral vivem mais tempo e apresentam taxas de mortalidade mais baixas em todas as idades do que os homen. A vida mais longa das mulheres pode ser atribuída à sua tendência maior de tomar conta de si próprias e de buscar cuidados médicos, ao nível mais alto de apoio social que recebem, à elevação de seu nível socioeconômico nas últimas décadas e às taxas de mortalidade mais altas dos homens. Além disso, os homens tendem a fumar e a beber mais, e também estão mais expostos a toxinas perigosas.

Quais são as mudanças físicas que ocorrem durante a velhice e como essas mudanças variam entre os indivíduos?

Algumas mudanças físicas costumam estar associadas ao envelhecimento, sendo óbvias para um observador casual, embora afetem mais algumas pessoas do que outras. A pele mais velha tende a se tornar mais pálida e menos elástica; e assim como a gordura e os músculos encolhem, a pele fica enrugada. São comuns varizes nas pernas. O cabelo fica mais fino, grisalho e depois branco, e os pelos do corpo tornam-se mais ralos.

Alguns organismos declinam rapidamente, outros quase nada. O envelhecimento, e mais o estresse crônico, podem enfraquecer a função imunológica, fazendo as pessoas mais idosas ficarem mais suscetíveis a infecções respiratórias e com menor probabilidade de se recuperarem. O estresse crônico em adultos mais velhos também está relacionado à inflamação crônica de baixa intensidade.

Problemas visuais e auditivos talvez interfiram na vida diária, mas em geral podem ser corrigidos. Danos irreversíveis podem resultar de glaucoma ou degeneração macular relacionados à idade. Perdas de paladar e olfato podem levar à má nutrição. O treinamento pode melhorar o tempo de reação, equilíbrio e força muscular. Adultos idosos tendem a ser suscetíveis a acidentes e quedas.

Pessoas mais velhas tendem a dormir menos e a sonhar menos que antes, mas a insônia crônica pode ser uma indicação de depressão.

Muitos adultos mais velhos permanecem sexualmente ativos

Quais são os problemas de saúde comuns na vida adulta tardia, quais são os fatores que influenciam a saúde, e quais são os problemas mentais e comportamentais vivenciados por algumas pessoas idosas?

A maior parte dos idosos é razoavelmente saudável, principalmente se seguem um estilo de vida saudável. Muitos apresentam problemas crônicos, mas esses em geral não limitam muito suas atividades ou interferem na vida diária.

Seis das sete principais causas de morte na velhice são devidas a condições crônicas – doenças cardíacas, câncer, acidente vascular cerebral, doenças crônicas do sistema respiratório, diabetes e influenza/pneumonia (que as autoridades públicas da área de saúde contam como uma única doença).

A hipertensão, que pode afetar o fluxo sanguíneo no cérebro, está relacionada a declínios na atenção, aprendizagem, memória, funções executivas, habilidades psicomotoras e habilidades espaciais, perceptivas e visuais, sendo um fator de risco para AVC.

Além da hipertensão e do diabetes, as doenças crônicas mais comuns são a artrite (50%), doenças cardíacas (31%) e câncer (21%). A ocorrência de hipertensão, acidente vascular cerebral, asma, bronquite crônica, enfisema e artrite é maior em mulheres, enquanto os homens estão mais propensos a ter doenças cardíacas, câncer e diabetes.

A maior parte dos idosos apresenta boa saúde mental. Depressão, alcoolismo e muitos outros problemas podem ser revertidos com tratamento; alguns poucos, como o mal de Alzheimer, são irreversíveis.

A depressão geralmente está associada a outros problemas de saúde.

A demência é o termo geral para o declínio comportamental e cognitivo de causas fisiológicas capaz de interferir nas atividades diárias.

Quais são as perdas e os ganhos em termos de habilidades cognitivas que tendem a ocorrer na vida adulta tardia? Existem meios para melhorar o desempenho cognitivo de pessoas idosas?

O Estudo Longitudinal de Seattle descobriu que o funcionamento cognitivo na vida adulta tardia é altamente variável. Poucas pessoas declinam em todas ou na maior parte das áreas, e muitas melhoram em algumas. A hipótese do envolvimento procura explicar as diferenças.

Adultos mais velhos resolvem problemas práticos com mais eficácia se estes tiverem relevância emocional para eles.

Uma diminuição generalizada no funcionamento do sistema nervoso central pode afetar a velocidade do processamento de informação.

A inteligência pode ser um previsor de longevidade.

Adultos mais velhos têm mais problemas em recuperar palavras oralmente e em soletrar do que adultos jovens. A complexidade gramatical e o conteúdo da fala declinam.

Alterações neurológicas e problemas de codificação, armazenamento e recuperação podem ser responsáveis por grande parte do declínio da memória funcional em adultos idosos. Entretanto, o cérebro pode compensar alguns declínios relacionados à idade.

Pessoas idosas mostram considerável plasticidade em desempenho cognitivo e podem se beneficiar de treinamento

Envelhecimento Primário - é um processo gradual e inevitável de deterioração física que começa cedo na vida e continua ao longo dos anos, não importa o que as pessoas façam para evitá-lo. Nessa visão, o envelhecimento é uma consequência inevitável de ficar velho.

Envelhecimento Secundário - processo de envelhecimento que resulta de doenças, abusos e maus hábitos físicos e que pode muitas vezes ser evitado.

Atividades diárias da vida

...

Baixar como (para membros premium)  txt (51 Kb)   pdf (111.9 Kb)   docx (38.2 Kb)  
Continuar por mais 30 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com