TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

TEORIA DE JEAN PIAGET

Dissertações: TEORIA DE JEAN PIAGET. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  21/10/2013  •  1.766 Palavras (8 Páginas)  •  614 Visualizações

Página 1 de 8

1. INTRODUÇÃO 4

2. VIDA DE JEAN PIAGET 5

3.1. Construção do conhecimento 7

3.1.1. Esquema 7

3.1.2. Assimilação 7

3.1.3. Acomodação 8

3.1.1. Equilibração 8

4.1. Desenvolvimento Cognitivo 9

4.1.1. Sensor-Motor (0 a 2 anos) 9

4.1.2. Pré-Operatório (2 a 7 anos) 9

4.1.3. Operatório-Concreto (7 a 1 anos) 10

4.1.4. Operatório-Formal (12 anos em diante) 10

5. CONSIDERAÇÕES FINAIS 1

1 INTRODUÇÃO

Este trabalho pretende descrever o processo de desenvolvimento e aprendizagem das crianças entre os 0 e os 15 anos, com base na teoria construtivista estudada e defendida por Jean Piaget.

Jean Piaget, psicólogo e epistemólogo do pensamento, nasceu na Suíça, em Neuchâtel, no dia 9 de Agosto de 1896. Fez o doutoramento em zoologia e estudou psicologia e psiquiatria em Zurique. Em Paris, dedicou-se ás suas primeiras investigações sobre uma análise genética das classes e das relações. Este trabalho iria determinar as suas preocupações de epistemólogo, ou seja, a psicologia genética. Trabalhou em Genebra no Instituto Jean-Jacques Rousseau, com o objectivo de pesquisar sobre a estrutura da inteligência. Leccionou a disciplina de História do Pensamento Científico, Filosofia, Psicologia Infantil e Psicologia Experimental e foi co-director do Instituto Jean-Jacques Rousseau, integrando também a direcção do Bureau Internacional de l’Education, organismo que actualmente depende da UNESCO.

Psicólogo mundialmente conhecido, os seus trabalhos sobre o desenvolvimento do pensamento e da linguagem na criança contribuíram para o estudo do mecanismo geral da inteligência adulta. A sua vasta bibliografia compreende obras sobre Psicologia, Lógica e Teoria do conhecimento.

Os seus estudos incidem sobre a forma como se constrói o conhecimento e a génese das estruturas psico-cognitivas e afectivas dos indivíduos, processo que segundo Piaget se realiza por estádios de desenvolvimento, com uma sucessão previsível.

2 VIDA DE JEAN PIAGET

Jean Piaget nasceu no dia 9 de agosto de 1896, em Neuchâtel, na Suíça. Seu pai, um calvinista convicto, era professor universitário de Literatura medieval.

Piaget foi um menino prodígio. Interessou-se por História Natural ainda em sua infância. Aos 1 anos de idade, publicou seu primeiro trabalho sobre sua observação de um pardal albino. Esse breve estudo é considerado o início de sua brilhante carreira científica. Aos sábados, Piaget trabalhava gratuitamente no Museu de História Natural.

Piaget freqüentou a Universidade de Neuchâtel, onde estudou Biologia e Filosofia. Ele recebeu seu doutorado em Biologia em 1918, aos 2 anos de idade.

Após formar-se, Piaget foi para Zurich, onde trabalhou como psicólogo experimental. Lá ele freqüentou aulas lecionadas por Jung e trabalhou como psiquiatra em uma clínica. Essas experiências influenciaram-no em seu trabalho. Ele passou a combinar a psicologia experimental – que é um estudo formal e sistemático – com métodos informais de psicologia: entrevistas, conversas e análises de pacientes.

Em 1919, Piaget mudou-se para a França, onde foi convidado a trabalhar no laboratório de

Alfred Binet, um famoso psicólogo infantil que desenvolveu testes de inteligência padronizados para crianças. Piaget notou que crianças francesas da mesma faixa etária cometiam erros semelhantes nesses testes e concluiu que o pensamento lógico se desenvolve gradualmente.

O ano de 1919 foi um marco em sua vida. Piaget iniciou seus estudos experimentais sobre a mente humana e começou a pesquisar também sobre o desenvolvimento das habilidades cognitivas. Seu conhecimento de Biologia levou-o a enxergar o desenvolvimento cognitivo de uma criança como sendo uma evolução gradativa.

Em 1921, Piaget voltou à Suíça e tornou-se diretor de estudos no Instituto J. J. Rousseau da

Universidade de Genebra. Lá ele iniciou o maior trabalho de sua vida, ao observar crianças brincando e registrar meticulosamente as palavras, ações e processos de raciocínio delas.

Em 1923, Piaget casou-se com Valentine Châtenay, com quem teve três filhas: Jacqueline (1925), Lucienne (1927) e Laurent (1931). As teorias de Piaget foram, em grande parte, baseadas em estudos e observações de seus filhos que ele realizou ao lado de sua esposa.

Enquanto prosseguia com suas pesquisas e publicações de trabalhos, Piaget lecionou em diversas universidades européias. Registros revelam que ele foi o único suíço a ser convidado para lecionar na Universidade de Sorbonne (Paris, França), onde permaneceu de 1952 a 1963. Até a data de seu falecimento, Piaget fundou e dirigiu o Centro Internacional para Epistemologia Genética. Ao longo de sua brilhante carreira, Piaget escreveu mais de 75 livros e centenas de trabalhos científicos. Piaget morreu em Genebra, em 17 de setembro de 1980.

3 TEORIA DE JEAN PIAGET

Sua teoria chamada de Epistemologia Genética ou Teoria Psicogenética é a mais conhecida concepção construtivista da formação da inteligência. Jean Piaget, em sua teoria, explica como o indivíduo, desde o seu nascimento, constrói o conhecimento.

3.1. Construção do conhecimento

A construção do conhecimento ocorre quando acontecem ações físicas ou mentais sobre objetos que, provocando o desequilíbrio, resultam em assimilação ou, acomodação e assimilação dessas ações e, assim, em construção de esquemas ou conhecimento. Em outras palavras, uma vez que a criança não consegue assimilar o estímulo, ela tenta fazer uma acomodação e após, uma assimilação e o equilíbrio é, então, alcançado.

Autores sugerem que imaginemos um arquivo de dados na nossa cabeça. Os esquemas são análogos às fichas deste arquivo, ou seja, são as estruturas mentais ou cognitivas pelas quais os indivíduos intelectualmente organizam o meio. São estruturas que se modificam com o desenvolvimento mental e que tornam-se cada vez mais refinadas à medida em que a criança torna-se mais apta a generalizar os estímulos. Por este motivo, os esquemas cognitivos do adulto são derivados dos esquemas sensório-motores da

...

Baixar como (para membros premium)  txt (12.1 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com