TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

TRABALHO DE PSICOLOGIA SOCIAL SÍNTESE: OS TIPOS DE GRUPOS

Por:   •  2/9/2015  •  Resenha  •  697 Palavras (3 Páginas)  •  1.345 Visualizações

Página 1 de 3

TRABALHO DE PSICOLOGIA SOCIAL

SÍNTESE: OS TIPOS DE GRUPOS

 

Uma reunião entre pessoas pode adotar diferentes formas e diferentes nomes. É, pois difícil estabelecer distinções entre essas formas, em razão de suas superposições e da mobilidade dos conglomerados humanos, parece haver uma convergência entre estudiosos dos grupos que aponta para a distinção entre cinco categorias fundamentais.

  1. Multidão

Grande número de indivíduos reunidos no mesmo lugar, sem que tenham combinado de se reunir. Cada um busca satisfazer uma motivação  individual, positiva ou negativa.

A situação de multidão provoca um estado psicológico próprio:

  • Passividade das pessoas reunidas em relação a tudo o que não seja a satisfação imediata de sua motivação individual;
  • Ausência ou baixo nível de contatos sociais e relações interpessoas;
  • Contágio de emoções e sua rápida propagação;
  • Predisposição a ações coletivas passageiras ou duradouras, marcadas pela violência ou fanatismo.

W. A Westley separa as multidões em dois grupos:

  • Multidões convencionais: reúnem-se em lugar e horário previamente combinados ou conhecidos e têm um objetivo definido;
  • Multidões espontâneas: reúnem-se acidentalmente e suas reações são imprevisíveis e facilmente perigosas. Não há ordem, regras ou condutor.

O termo multidão para toda reunião, espontânea ou convencional, de um grande número de pessoas e reservar a expressão massa para todos os fenômenos de psicologia coletiva que se referem a um número ainda maior de pessoas que não estão fisicamente juntas, ex: aqueles que seguem a moda, a opinião pública, as idolatrias, os ouvintes de emissão radiofônica ou televisiva, etc.

  1. Bando

Caracteriza-se pela união de pessoas que se reúnem voluntariamente pelo prazer de estarem juntas, pela busca do que lhe é semelhante.

Diferencia-se da multidão devido:

  • Ao número limitado de membros (algumas unidades ou dezenas);
  • À adesão à coletividade por maior tempo, embora não tenha grande duração;  

        Quando o bando passa a durar por mais tempo, transforma-se em um grupo primário e passa a ter outras características:

  • Apego a valores comuns;
  • Ênfase na solidariedade e lealdade de seus membros;
  • Distinção das funções de cada membro e dos objetivos do grupo.

  1. Agrupamento

Caracteriza-se pela união de um grupo relativamente pequeno de pessoas, com freqüência em reuniões e permanência dos objetivos. Os objetivos referem-se a interesses comuns dos membros. Na ausência de tais objetivos, não há relação ou contato entre eles.

São exemplos: assembléias, câmaras, colônias, confraternizações, tropas.

Os agrupamentos adotam nomes particulares:

  • Campos intelectual e artístico: academia, clube, escola, círculo, etc
  • Campo religioso: concílio, congregação, convento, ordem, paróquia, sinagoga, etc
  • Campos político, social e corporativo: aliança, grêmio, câmara, classe, cooperativa, etc.

Características:

  • Ausência de individualidade – serialidade, indivíduos em série, iguais;
  • Superficialidade nas relações interpessoais;
  • Passividade na realização prática dos objetivos;
  • Exploração por líderes ou grupos que defendem interesses antagônicos.

  1. Grupo primário ou grupo pequeno

        Apresenta as seguintes características:

  • Número reduzido de membros, a fim de que possa haver percepção individualizada de cada um para com os outros e uma grande comunicação interindividual;
  • Busca comum de maneira ativa dos mesmos objetivos;
  • Relações afetivas, que podem chegar a ser intensas entre os membros;
  • Firme dependência dos membros e sentimentos de solidariedade, união moral grupo;
  • Diferenciação de papéis entre os membros;
  • Presença de normas, crenças, sinais e ritos próprios do grupo (código do grupo).

O grupo primário caracteriza-se pelos laços pessoais e emocionais que unem seus membros, diferenciando-se do secundário, onde as relações entre os membros são frias e formais.

5. Grupo secundário ou Organização

É um sistema social regido por instituições jurídicas, econômicas, políticas, em um segmento particular da realidade social (mercado, administração, esporte, investigação científica, etc). Nos grupos secundários, as relações entre os indivíduos são geralmente formais e impessoais.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5 Kb)   pdf (64.5 Kb)   docx (13.5 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com